16 de maio de 2020

Frase do dia

E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. (João 8:32)

Boletim Covid 19

A Prefeitura de Mangaratiba, através da Secretaria de Saúde, informa o quadro situacional no dia 15/05/2020. Mangaratiba registrou mais um óbito, subindo para cinco o número de mortes pelo Covid-19. Neste momento a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde do município investiga dois óbitos como prováveis vítimas infectadas. Até chegarem os exames, os óbitos não serão computados como óbitos por Coronavirus. Um total de 41 pessoas ainda está em quarentena em casa e outras 10 permanecem internadas. Quatro casos de internação severa, onde os pacientes precisaram de auxílio respiratório, tiveram alta e podem ser listados como curadas. Outras 242 pessoas tiveram alta após isolamento domiciliar de 14 dias, não tendo manifestado mais os sintomas apresentados, mesmo que os exames ainda não tenham chegado para concluir se estes contraíram ou não o Covid-19. Do total de suspeitas clínicas de infecção, 44 são de profissionais de saúde, sendo 34 confirmados. Por isso a Secretaria de Saúde adotou um protocolo para troca de plantão. Como Mangaratiba saiu do estágio zero de contaminação, os casos de Síndrome Gripal também passaram a ser considerados suspeitos da Covid-19, conforme Portaria nº 454, de 20 de março de 2020 / SMS, e Nota Técnica – SVS/SES-RJ Nº 09/2020, de 24 de março de 2020. Os pacientes estão em isolamento domiciliar, onde estão sendo monitorados por profissionais de saúde da rede municipal.

Rio Santos

Acidente de trânsito com vítima fatal na manhã de ontem na subida para o túnel de Itacuruça, sentido Angra. Aparentemente, pelos vestígios no local, o condutor do veículo, um Corolla placa final 44, rodou na pista e atingiu a carreta na pista contrária. O condutor foi conduzido ao hospital de Mangaratiba, aparentemente sem lesões graves e a passageira, sua esposa, veio a óbito no local. (Fonte: Secretaria Municipal de Segurança)

Vida de gado

A cena já ocorre há cerca de dois meses na agência do Bradesco em Mangaratiba. Segundo o relato de um morador nessa última sexta-feira, ele chegou ao local antes das onze da manhã. Todos respeitavam a distância de pelo menos um metro, seguindo a marcação no chão. Havia, pelo menos, quinze pessoas à sua frente, mas a fila andava apenas uma marca a cada meia hora. Houve momentos de chuviscos e temor quanto à possibilidade de a chuva aumentar. Mais meia hora, apenas avançou mais uma marca. Faltando pouco menos de quinze minutos para o fim do expediente bancário, às 14 horas, surgiram três funcionários do banco que percorreram a fila procurando saber o tipo de atendimento que cada cliente esperava na fila. Orientados ali mesmo, grande parte conseguiu solucionar sua questão. Os remanescentes receberam senhas para atendimento no interior da agência. Antes das três da tarde todos já tinham sido atendidos. A explicação desse morador foi que só aceleraram o atendimento a partir do momento em que perceberam que a demora comprometeria seus horários de saída.

Sofisma

Essa é uma daquelas palavras que a gente escuta tão pouco que acaba esquecendo o significado. Sofisma é argumento ou raciocínio concebido com o objetivo de produzir a ilusão da verdade, que, embora simule um acordo com as regras da lógica, apresenta, na realidade, uma estrutura interna inconsistente, incorreta e deliberadamente enganosa. Entrando no terceiro mês da pandemia do covid19, por mais que se procure serenamente separar o alarmismo da imprudência, no fim das contas tudo o que dizem as autoridades, em todos os níveis, pró-isolamento, contra-isolamento, pró-cloroquina, contra-cloroquina, pró abertura, pró lockdown, a cada dia mais parecem “sofismas”.

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Uma consideração sobre “16 de maio de 2020”

  1. Boa tarde, Prof. Lauro e leitores.

    Lendo a primeira nota acima, a qual faz menção aos números sabemos sobre a COVID-19 em Mangaratiba, vejo duas questões importantes aí para refletirmos.

    Uma seria a demora nos resultados dos testes pois, pelo que entendi, 242 pessoas teriam ficado em isolamento domiciliar por 14 dias e foram liberadas sem saber se estão ou não infectadas pelo coronavírus. Ou seja, se elas tiveram alta, eu, como leigo, fico a indagar se tais pacientes poderiam ou não transmitir o vírus quando voltarem a circular pelas ruas?

    Outra questão diz respeito aos profissionais de saúde com um alto número de 34 casos de infecção confirmados. Aí questiono qual o porquê disso? Será que os EPIs são adequados, suficientes e de qualidade?! Estão os nossos médicos, enfermeiros, técnicos e demais auxiliares tendo condições seguras de trabalho?!

    Penso também que, se há um número tão significativo de infecção ou suspeitas entre os profissionais de saúde, não deveria a Prefeitura ir já contratando mais médicos, enfermeiros e técnicos, através de um processo seletivo, para substituir os que estão (ou estarão) sendo afastados do trabalho?

    Ótimo sábado a todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: