19 de agosto de 2018


Frase do dia

É preciso ser honesto pra cobrar honestidade, é preciso ser sincero pra cobrar sinceridade. Só quem é verdadeiro pode cobrar a verdade. (Bráulio Bessa)

Tremor de terra

Nesse fim de semana, o terremoto em Mangaratiba não foi físico, nem na Serra do Piloto, mas político e em todo o município. O fato é que caiu como uma bomba a aceitação pelo ministério público da ação que contesta a ocupação interina da prefeitura pelo presidente da câmara, em simetria com a proibição estabelecida pelo Supremo Tribunal Federal que impediu o senador Renan Calheiros de suceder interinamente o presidente Michel Temer, enquanto estiver respondendo a processo criminal.

Tremor de terra II

O acolhimento da tese por parte do ministério público e a declaração do juiz da comarca de se considerar impedido de julgar o feito, foram, sem dúvida, indicadores de que a liminar tem grandes chances de ser acolhida pelo juiz tabelar, no caso o de Seropédica. Mais ainda, como se trata de medida liminar pleiteando a aplicação de entendimento já definido pelo Supremo Tribunal Federal, não há que se abrir espáço para defesa, acusação ou recursos. Haverá, apenas, a decisão do juiz tabelar. Isso significa que, no correr da semana, é possível que o prefeito interino seja afastado do cargo.

Tremor de terra III

A se concretizar o afastamento, como ficará a administração pública e os contratados pelo governo interino? Ao assumir, o juiz da comarca pode anular todos os atos da administração interina desde 1 de julho. Pode criar uma comissão de servidores efetivos para determinar as necessidades mínimas da administração. O que ele certamente não fará será oficializar contratações feitas “de boca”, ainda não publicadas no diário oficial. De outra parte, o vereador Vitinho voltará a ocupar a presidência da câmara e continuará sendo candidato.

Tremor de terra IV

Ao que parece, confirmando denúncias que informavam que as nomeações ou manutenção em cargos comissionados dependiam de manifestação pública nas redes sociais, de repente, desde a última sexta-feira, essas manifestações caíram cerca de noventa por cento. Até mesmo uma reunião realizada pelo candidato e sua vice, em Itacuruçá, na tarde de sábado, teve apenas 22 presentes.

Reunião Vitinho

Denunciando a farsa

Fico estarrecido com esses engôdos que as pessoas usam para tentar iludir ou enganar o povo. Realmente, os computadores estavam parados e isso não é novidade pra ninguém que frequenta a escola da Gamboa. Os computadores com certeza estão funcionando como ficamos sabendo, ou seja houve uma manutenção, o que não é mais que obrigação da prefeitura. Não vejo nenhum louvor nisso. Agora dizer que todos estão com internet é o fim da picada, aliás sempre teve internet na escola. Pra vocês ficarem sabendo, antigamente funcionava o telecentro na escola. Aos sábados, a garotada lotava aquela sala de computadores, inclusive nós claro, jogávamos friv, fazíamos trabalhos, tinha fila e mais fila de espera, para mexer nos computadores. Naquela época sim, todos os computadores tinham internet. Publicar mentira é querer tirar o povo como idiota. De acordo com meus amigos e meus primos que estudam lá, se tiver um ou dois computadores com internet é muito. Então, antes de publicarem mentiras e tentar enfeitar o pavão, procurem saber melhor. (Norberto da Gamboa, via facebook)

Nota de três reais

Jornalões caíram na conversa fiada da defesa do ex-presidente Lula sobre suposta “liminar” favorável ao preso por corrupção e lavagem de dinheiro. Trata-se na verdade de uma “recomendação”, com valor semelhante ao de uma “nota à imprensa” ou “nota de solidariedade”, de caráter pessoal, dos funcionários que integram um comitê técnico de Direitos Humanos, onde não há países representados. Parciais, eles nem se deram ao trabalho de pedir informações ao Brasil sobre o caso. A “recomendação” do comitê técnico nem sequer foi endossada pelo Alto-Comissariado dos Direitos Humanos, este sim, órgão da ONU. O confuso comitê recomenda que Lula tenha “acesso à mídia e aos companheiros de partido”, conforme o pedido da defesa feito em 2016. Ainda que a “recomendação” fosse da própria ONU, a assembleia geral não é instância de recurso da Justiça. E o Brasil é um País soberano. A “recomendação” foi arrumada pelo lobby de petistas ocupantes de boquinhas obtidas em Genebra por indicação de governos do PT. (Fonte: Diário do poder)

Anúncios

18 de agosto de 2018


Frase do dia

A consciência é o melhor juiz para um bom homem. (Jose De San Martin)

Simetria

O advogado mangaratibense Rodrigo  Âncora da Luz ingressou, no Tribunal Superior Eleitoral, com uma “notícia de inelegibilidade” quanto à candidatura do deputado Jair Bolsonaro à presidência da república baseado no argumento de que, em fevereiro de 2017, o STF decidiu que réus na linha sucessória da Presidência da República estão impedidos de substituir o presidente, motivo pelo qual o então presidente do Senado Renan Calheiros foi afastado da linha sucessória de Michel Temer. Tratou-se, pois da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental, movida pelo partido político Rede Sustentabilidade. Ora, sendo o candidato réu numa ação penal, indagou como poderá o mesmo exercer a função de Presidente da República? Ficará o seu processo imediatamente suspenso caso ele venha a ser eleito e tome posse? Ou poderá o mesmo tomar posse do cargo, assumindo o vice até que o STF julgue a ação contra ele movida?

Simetria II

Baseado no mesmo argumento, ingressou com ação similar na comarca de Mangaratiba, alegando que o presidente da câmara municipal de Mangaratiba, que responde a processo criminal no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, também não poderia substituir interinamente o prefeito afastado Aarão de Moura Brito Neto. O ministério público concordou com os argumentos.

Simetria III

Com o parecer favorável do ministério Público, quanto ao afastamento do vereador Vitinho do cargo de Prefeito de Mangaratiba, o juiz Dr. Marcelo Borges Barbosa, que seria o sucessor imediato, se declarou impedido de julgar o caso porque ele teria que assumir a prefeitura caso Vitinho seja afastado. Nos casos de impedimento do juiz em determinada vara, o processo será encaminhado à apreciação de um juiz de outra localidade do processo originário – trata-se do juízo tabelar. No caso em tela, a decisão será do juiz de Seropédica. Caso seja afastado Vitinho continua presidente da câmara e vereador. E pode sim continuar como candidato a prefeito pois não há condenação em seu processo.

MP Vitinho

MP Vitinho II

Classe/Assunto: Ação Popular – Lei 4717/65 – Afastamento do Cargo / Prefeito / Agentes Políticos
Autor: RODRIGO PHANARDZIS ANCORA DA LUZ
Réu: MUNICÍPIO DE MANGARATIBA
Réu: VITOR TENÓRIO DOS SANTOS

___________________________________________________________
Nesta data, faço os autos conclusos ao MM. Dr. Juiz
Marcelo Borges Barbosa
Em 17/08/2018
Decisão
A lei orgânica Municipal não estabelece a ordem de sucessão no caso de vacância do cargo de Prefeito, além do Presidente da Câmara.
Por outro lado, pela aplicação simétrica do artigo 80 da CRFB é possível concluir que após a retirada do Presidente da Câmara, caberia ao juiz da Comarca o ingresso no cargo de forma interina.
Desse modo, há evidente impedimento deste juiz no presente processo.
Assim, DECLARO-ME IMPEDIDO,
Encaminhe-se ao Juiz Tabelar.
Mangaratiba, 17/08/2018.
Marcelo Borges Barbosa – Juiz Titular
__________________________________________________________

17 de agosto de 2018


Frase do dia

Os lábios mentirosos são abomináveis ao Senhor, mas os que agem fielmente são o seu deleite. (Provérbios 12.22)

Por fora, bela viola

Na ânsia de produzir notícias favoráveis, apontando-o como o gestor “the flash”, que em quarenta e cinco dias conseguiu fazer acontecer aquilo que seu antecessor não fez em dezoito meses, nem apoiadores, nem vereadores claramente favoráveis ao governo conseguem explicar os motivos de não haverem ambulâncias para atendimento à população nos postos de saúde.

Por fora, bela viola II

O fato é que o contrato de aluguel das ambulâncias expirou  há alguns dias e, sem haver renovação, por termo aditivo ou contrato emergencial, a empresa contratada recolheu todos os seus veículos deixando apenas um a serviço do hospital municipal. A situação fica mais séria ao se avaliar que um processo de licitação dessa natureza costuma demorar alguns meses para ser concluído. Enquanto isso, não há como socorrer ou transportar pacientes. Em casos mais graves, a solução pode acabar sendo irônica: chamar a ambulância do corpo de bombeiros. Ou seja: “chamem o bombeiro”.

Câmara online

Conforme publicado aqui no blog ontem, um servidor da secretaria de saúde foi exonerado do cargo que ocupava simplesmente porque mora na mesma rua onde se realizou a convenção partidária de um candidato de oposição ao atual governo municipal. Ele estava fora do horário de expediente e apenas ficou na porta de casa apreciando o movimento. Pois, no dia de ontem, vereadores de oposição, indignados com a atitude, prestaram homenagens a ele afirmando tratar-se de excelente profissional em sua área.

Câmara online II

Durante a manifestação do vereador  Wlad da pesca no “tema livre”, o vereador Renato pediu um aparte, que lhe foi concedido. Segundo o dicionário, aparte é um comentário que é acrescentado durante um discurso formal ou durante uma conversa, através de uma interrupção, para esclarecer ou acrescentar algo ao que está sendo dito. O vereador Wlad estava reclamando da inexistência de médicos pediatras nos plantões dos postos de saúde. O aparteante, vereador renato Fiu-fiu aproveitou o ensejo para denunciar que foram contratados em um mês e meio mais de 1.000 cargos comissionados, e cobrou do prefeito porque ele contrata 1000 pessoas estranhas e não cumpre o seguinte: Aumento da Guarda Municipal, reajuste dos Enfermeiros, data base dos funcionários, chamar os concursados ou contratar mais médicos. Foi advertido rispidamente pelo presidente da sessão que, decerto, não gostou da exposição pública dos temas e determinou que o som de seu microfone fosse cortado.

Pesquisa fajuta

Meu marido foi na rua. Pararam ele para fazer uma pesquisa e estava todos os nomes, até de candidatos cassados, menos o nome do Alan. Pesquisa furada. Vamos denunciar, gente. (De uma moradora em rede social)

Dezesseis meses depois

Trecho da manifestação do atual prefeito interino em 13 de abril de 2017 a respeito da denúncia feita pelo MP quanto à sua participação no processo que resultou na cassação do ex-prefeito Capixaba. Ressaltamos, em negrito, os trechos, digamos assim “mais interessantes”. “e agora, na iminência de uma suposta eleição (Que em nome de Deus, não vai acontecer) essas pessoas que são perdedores, acham que terá em Mangaratiba, surge essa notícia, e uma das primeiras pessoas que publica, é um pseudo jornalista, que todos conhecem e sabem do seu caráter, alem de inúmeros fakes criados com o intuito de praticar apenas a maldade. Quem vive a política de Mangaratiba sabe o porque disso tudo. Vencemos uma eleição com muita luta e trabalho, vencendo boatos mentirosos de que o Prefeito Aarão estava inelegível, combatendo notícias mentirosas plantadas por pessoas inescrupulosas, praticando o bem e a verdade, e assim vou continuar. Continuarei ao lado do Prefeito Aarão, trabalhando por uma Mangaratiba melhor, e continuarei praticando a política do bem.

Dezesseis meses depois II

Como cantou Chico Buarque: “Pois é. Fica o dito e o redito por não dito.”. Há dezesseis meses a eleição era uma suposição que, em nome de Deus, não iria acontecer. Há dezesseis meses, quem era oposição ao governo eram fakes querendo praticar maldades. Há dezesseis meses, o ex-prefeito Aarão não estava inelegível e tudo não passava de boatos mentirosos. Há dezesseis meses, ele continuaria ao lado do prefeito Aarão. Pois bastou a inelegibilidade se concretizar para ele mesmo demitir todos os comissionados do governo anterior para nomear mais de mil “novas caras” alinhadas com sua candidatura.

Carro de som sindical

E as escaramuças continuam. O Sispmum denuncia, em sua página: “Boa noite a todos! Estamos denunciando em nosso blog a injusta apreensão do carro de som utilizado pelo sindicato por volta das 12 horas desta quinta-feira, o qual divulgava uma mensagem com o objetivo de sensibilizar a categoria quanto ao descumprimento da decisão judicial que havia determinado o pagamento do reajuste anual do funcionalismo público. O sindicato não irá se intimidar por atos dessa natureza que violam a liberdade sindical e continuará a sua luta contra as injustiças cometidas contra o trabalhador do Município.”

Carro de som sindical II

Ao abordar o motorista, o policial determinou que o veículo fosse conduzido até à 165ª Delegacia de Polícia havendo apreendido o pen-drive que continha o áudio da referida mensagem, acusada injustamente de ser difamatória contra o prefeito interino, Vitor Tenório dos Santos. E, na ocasião, foram colhidos depoimentos como os do motorista contratado pelo sindicato, do servidor da Guarda e do policial que participaram da apreensão, além do advogado do prefeito interino. Este manifestou o desejo do governante em representar criminalmente contra o condutor e contra o presidente do sindicato de modo que foi instaurado o procedimento n.º 165-01404/2018. Registre-se que é totalmente descabida a retenção do automóvel. Pois, para o SISPMUM, foi abusiva e autoritária a apreensão do veículo, inexistindo justificativa plausível para essa medida extrema. Além disso, o sindicato não estava fazendo nada mais do que divulgar que o prefeito interino, empossado desde 29 de junho, continua descumprindo uma decisão judicial que beneficia o funcionalismo. Trata-se de uma ação constitucionalmente legítima da entidade e dos associados representados reivindicar publicamente um direito pertencente à categoria, do qual o servidor tem sido privado há mais de dois anos. (Sindicato dos servidores públicos de Mangaratiba)

16 de agosto de 2018


Frase do dia

“Eu não tenho escrúpulos. Acho que é isso mesmo: o que é bom a gente fatura; o que é ruim, esconde”. (Rubem Ricúpero-1994)

Direito a opinião

Até quando Mangaratiba,cidade onde nasci será silenciada por políticos que não respeitam o direito constitucional do cidadão de apoiar a quem desejar?  A prefeitura não é feita de cargos para dar suporte a segurança pública, a saúde, a educação e a promoção social para os munícipes com a competência que lhe é devida, de quem faz o trabalho da melhor formar possível, de cabeça erguida por que faz o melhor para atender e servir ao povo e sim negociada para aqueles que apoiam o prefeito A ou B. Ontem exerci meu direito de conhecer as propostas dos candidatos a prefeito para a minha cidade, onde nasci e cresci e tenho o maior amor e tenho o desejo de vê lá crescer com gente competente que faça a diferença, então eu fui na minha rua mesmo na convenção do Alan Bombeiro, depois do meu horário de trabalho, onde já não sou mais o Alessandro servidor e sim um cidadão e ao ter uma foto minha nessa convenção divulgada, hoje ao ir trabalhar fui exonerado. Como confiar? Quero sim mudança e pessoas que se garantam em suas propostas de gestão, chega de opressão e da cultura do medo, do voto de cabresto que impede que a cidade cresça. Quero honestidade e respeito para mim e para toda Mangaratiba que não pode ser rendida por gente assim! Eu repúdio perseguição política pois quem se garante não cala o povo! (Alessandro da Silva Portugal)

Makeup

A maquiagem continua. Até procedimentos rotineiros, como a poda dos coqueiros da orla de Itacuruçá, que há anos tem sido feito a cada três meses, a repintura das vagas de estacionamento no centro de Mangaratiba ou a troca de lâmpadas queimadas da iluminação pública, agora são “comemoradas” nas redes sociais como grandes realizações do prefeito interino.

A propósito

A denúncia que resultou na retirada do ar da página do prefeito interino da rede social facebook não foi feita pela oposição, mas sim pelo ministério público, que entendeu irregular a divulgação de fotos tiradas no gabinete do prefeito e em cenários de execução de obras.

Vitinho TRE

Vitinho TRE

Opinião sensata

Uma coisa eu preciso concordar: prefeito que administra corretamente, não está fazendo favor! Está cumprindo obrigação pela qual e pago! Médico que atende em posto médico sem fazer corpo mole, está cumprindo seu juramento e seu contrato. Assim como bombeiro que carrega criança durante tempestade e situação de risco, está cumprindo sua obrigação. Professor que mesmo sem pagamento, sem material necessário que dá sua aula sem empurrar com a barriga, está cumprindo sua obrigação! Então, vamos parar com essa babaquice de ficar apontando os erros uns dos outros! Em todos os governos tivemos propaganda, agentes desonestos e oportunistas, assim como em todas as profissões. O importante é, ao invés de olharmos o fundilho dos outros agora para enchermos a bola dos que vão fazer “direitinho” e quem sabe nos ajudar, ficarmos atentos em seja quem for que entrar e cobrar honestidade, eficiência e transparência!  Tô ficando com asco de muita gente que exercita o faça o que falo mas não faça o que faço! (Márcia Olivieri, via facebook)

Opinião sensata II

Realmente,chegou a época do aperto de mão, fotografia com o pobre, de aparecer em todos os lugares possíveis por vezes se mostrando atuante outras promovendo qualquer ação social, evento ou prática esportiva. Como não ficar enojado com tamanha politicagem barata, suja, de uma velha política que impera dentro desse município há tanto tempo que agora tem uma nova embalagem, mas com os mesmos interesses que não são os do povo mais necessitado. Fico indignado com tamanha cara de pau e demagogia, mais surpreso ainda com os que os se aliam e dão seu apoio. Fico me perguntando como podem ter um julgamento tão seletivo, visando apenas interesses próprios? (Thiago Roch)

Munição pesada

Época de campanha eleitoral sempre trás à tona assuntos que alguns políticos prefeririam ver esquecidos. Pois, além do processo criminal que continua tramitando no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, também acaba de vir a público ofício do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, de março deste ano de 2018, solicitando que o presidente da câmara apresentasse defesa ou recolhesse aos cofres públicos mais de três milhões e meio de reais gastos indevidamente entre novembro de 2014 e setembro de 2016 quando o mesmo também era presidente da Câmara.

Tribunal de Contas

O poder contamina

Em 1994, o então ministro da Fazenda, Rubens Ricupero foi massacrado pelo PT e pela imprensa e teve de pedir demissão. No intervalo de duas entrevistas concedidas a Carlos Monforte, da TV Globo (a primeira para o Jornal Nacional e a segunda para o Jornal do Globo), o ministro fez algumas considerações sobre a economia brasileira, a inflação, o IBGE, a Petrobras e a possível eleição de Fernando Henrique Cardoso. Era uma conversa informal, comum entre jornalistas e entrevistados, entre repórteres e fontes. Ocorre, como é sabido, que a fala estava sendo captada por antenas parabólicas. E  o mundo desabou sobre a cabeça do ministro. Ele não disse nada demais! Não confessou crime nenhum! Não estava admitindo “fazer o diabo”. Nada disso! Mesmo os dois momentos mais supostamente explosivos da conversa nada traziam de excepcional. O trecho mais explosivo, que serviu de mote da campanha eleitoral do PT — que acusava, então, o Plano Real de ser uma farsa, prevendo um desastre para o Brasil — foi outro. Repórter e ministro conversam sobre a inflação. Muito provavelmente, o jornalista lhe tenha cobrado algum número, algum dado. Ricupero diz, então, que precisava conversar com os economistas do governo, mas, diante dos números, afirmou: “Eu não tenho escrúpulos. Acho que é isso mesmo: o que é bom a gente fatura; o que é ruim, esconde”.

15 de agosto de 2018


Frase do dia

A distância e o tempo fazem das mais grossas tragédias ligeiras notícias. (Eça de Queirós)

Serra do Piloto

Pesquisadores da Rede Sismográfica Brasileira registraram cinco abalos sísmicos no mesmo dia na região de Mangaratiba. Os tremores, considerados de baixa intensidade, foram confirmados pelos cientistas após relatos de moradores da região. De acordo com os pesquisadores da RSBR, o tremor de maior magnitude aconteceu às 22h04 dessa segunda-feira e alcançou 2.3 pontos, sendo detectado por sete estações. Além disso, outros abalos foram registrados na região na madrugada de quarta-feira da semana passada . Os tremores aconteceram na região conhecida como Serra do Piloto. A rede informou ainda que uma análise minuciosa está sendo realizada e estes eventos estão sendo monitorados. Segundo o centro de estudos, ainda não é possível afirmar uma causa, já que vários fatores podem desencadear os abalos. Só após o monitoramento, os pesquisadores avaliarão se há a necessidade de estudos mais aprofundados.

Serra do Piloto II

Segundo o coordenador do Laboratório de Sismologia do Serviço Geológico do Brasil, sismos de baixa magnitude são frequentes no país, eles são detectados semanalmente e não possuem potencial para causar danos às edificações e à população, inclusive na maioria das vezes passam despercebidos. Portanto, não há motivos para pânico ou com o que se preocupar. A distância da estação MAN 01, que registrou o tremor em Mangaratiba, para o epicentro dos abalos registrados na segunda-feira é de aproximadamente cinco quilômetros. Apenas em 2018, 12 sismos aconteceram no estado do Rio de Janeiro, sendo seis deles em Mangaratiba.

 Expresso Recreio

Mangaratiba sem ônibus? Se depender do cidadão Alan Bombeiro não! Ele deu entrada em um requerimento de informação no DETRO-RJ para que o órgão que é responsável pela fiscalização da Expresso Recreio, explique por que autorizou modificações e reformulações na frota das linhas operadas pela empresa. A população de Mangaratiba não pode sofrer sem transportes pelo do DETRO-RJ. Agora a denúncia será na Justiça!

Detro

Câmara online

A transmissão da sessão de ontem da câmara municipal de Mangaratiba voltou a apresentar problemas de som. Quanto aos conteúdos discutidos, continuaram os mesmos rapapés e salamaleques dos vereadores exaltando a “magnífica” gestão do prefeito interino, que conseguiu, até mesmo, colocar lâmpadas numa quadra de esportes.

Facebook

A política de tratamento à desinformação da rede social Facebook, que já tirou do ar centenas de páginas de divulgação de assuntos políticos, chegou a Mangaratiba. Ontem a página do prefeito interino foi tirada do ar pela rede social. Antes que se diga ter sido alguma falsa denúncia de algum oposicionista, é importante lembrar que a rede social em questão é uma empresa mundial, com centenas de milhões de participantes e segue a regra de retirar do ar páginas que violem as normas ou tentem manipular o debate político.

Violações

O que pode e o que não pode nesta reta final das eleições? A partir da escolha em convenção, os agentes públicos, servidores ou não, estão proibidos de praticar uma série de condutas passíveis de afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos na eleição deste ano. Essas vedações estão previstas na Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997) e passam a vigorar a três meses do pleito. O objetivo é evitar o uso de cargos e funções públicas em benefício de determinadas candidaturas e partidos.

Violações II

Pelo artigo 73 da Lei das Eleições, os agentes públicos estão impedidos, nos três meses que antecedem o pleito, de nomear, contratar ou admitir, demitir sem justa causa, suprimir ou readaptar vantagens ou por outros meios dificultar ou impedir o exercício funcional de servidor público. E, ainda, de ofício, remover, transferir ou exonerar servidor público na circunscrição do pleito, até a posse dos eleitos. A lei estabelece 5 exceções, como, por exemplo, a nomeação para cargos do Poder Judiciário, do Ministério Público, dos Tribunais ou Conselhos de Contas e dos órgãos da Presidência da República.

Violações III

É vedada ainda a publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos federais, estaduais ou municipais, ou de entidades da administração indireta, salvo em situação de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral. Essa regra não vale para propaganda de produtos e serviços que tenham concorrência no mercado. No caso de desrespeito à norma, além da suspensão imediata da conduta ilícita, o candidato beneficiado, agente público ou não, ficará sujeito à cassação do registro ou do diploma. Para os efeitos do cumprimento dessas vedações, considera-se agente público aquele que exerce, ainda que transitoriamente ou sem remuneração, por eleição, nomeação, designação, contratação ou qualquer outra forma de investidura ou vínculo, mandato, cargo, emprego ou função nos órgãos ou entidades da administração pública direta, indireta ou fundacional.

14 de agosto de 2018


Frase do dia

Você é o único que pode fazer a diferença. Onde quer que o seu sonho esteja, vá buscá-lo. (Earvin Magic Johnson)

Dia de cidadania

Com direito a um criativo e inusitado som de sirene, os partidos PSDB e Solidariedade confirmaram, diante de mais de mil simpatizantes, a candidatura do ex-vereador Alan bombeiro e seu vice Chicão da Ilha.

Dia de cidadania II

Noutra festa da democracia, o prefeito interino Vitor Tenório também teve sua candidatura confirmada ao lado da candidata a vice-prefeita vereadora licenciada Cecília Cabral.

Dia de cidadania III

Também confirmada, em convenção realizada no Iate Clube de Muriqui, a candidatura, pela Rede, do comodoro do Iate, Cledson Dutra e, ainda, em convenção dos partidos PP e PPS, a candidatura a prefeito do Evando Rezende.

Sinal de alerta

Apesar de algumas convenções contarem com a presença espontânea de milhares de munícipes, e outras com a presença “obrigatória” de servidores comissionados, uma preocupação central é objeto de atenção de todas as campanhas, a questão do possível alto número de abstenções. Além do enorme desgaste dos políticos de todos os matizes, por conta das revelações da Lava Jato, um outro número chama a atenção, qual seja: Mangaratiba tem pouco mais de quarenta e dois mil habitantes e tem, registrado no sistema eleitoral, cerca de trinta e cinco mil eleitores, o que significa que há um número significativo que não mora aqui e pode não aparecer para votar.

Queixo caído

Um grupo de moradores conversava, na noite de ontem, na porta de um armazém quando um automóvel estacionou e dele desceu um freguês querendo comprar um galão de água mineral. Na breve e cordial conversa que se seguiu, todos ficaram espantados em descobrir que o cidadão em questão é um médico cirurgião, da secretaria de saúde de Mangaratiba, que, pelo simples fato de ter tido seu nome cogitado para ser candidato a vice-prefeito de um partido de oposição ao atual governo interino, está proibido de realizar cirurgias no HMVSB. Atualmente, como é servidor efetivo e concursado e não pode, portanto, ser demitido, só tem espaço para cumprir um plantão semanal às quintas-feiras. Ao se despedir, ele acrescentou que tal  medida significa que, até o final do ano, ao menos cento e vinte cirurgias serão canceladas.

E dizem que não

Reportagem sobre a violência no Rio de Janeiro, apresentada ontem pelo Bom Dia Rio, o RJ1 e o G1, afirma que destinos considerados refúgios por muitos cariocas e turistas, municípios da Costa Verde e da Região dos Lagos vêm colecionando cada vez mais traumas e dor. A migração de bandidos, segundo a polícia, levou a uma disparada nos índices de criminalidade. Angra dos Reis e Rio das Ostras trazem exemplos da escalada do crime. Na cidade paradisíaca da Costa Verde, o meio 2018 praticamente igualou 2017 inteiro no registro de mortes violentas; no jovem município da Região dos Lagos, os primeiros seis meses deste ano já superaram os 12 de 2015 no número de roubos de rua. Segundo a polícia, a geografia de Angra dos Reis foi um atrativo para o tráfico. Ele destaca que a falta de patrulhamento na Rio-Santos  favorece a ação dos traficantes.

Quem paga a conta?

O Tribunal Superior Eleitoral assinou ontem um acordo com a Advocacia-Geral da União para viabilizar a cobrança dos gastos da Justiça Eleitoral com a realização de novas eleições após a cassação do mandato dos eleitos.O acordo foi assinado pelo presidente do TSE, ministro Luiz Fux.  Segundo Fux, todas as verbas que forem gastas pela Justiça Eleitoral para custear as eleições suplementares deverão ser ressarcidas. A cobrança deve ocorrer por meio de uma ação movida pela AGU na Justiça. “O próprio Supremo Tribunal Federal entendeu que quem concorre a qualquer tipo de cargo ou concurso, com base em liminar, fica sujeito, como dizia o saudoso Barbosa Moreira [jurista], a chuvas e trovoadas”, disse o ministro Fux. Desde as eleições de 2014, a AGU recorre à Justiça para recuperar os custos de novas eleições. Em março, por exemplo, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins gastou cerca de R$ 15 milhões para organizar o novo pleito para o governo do estado em função da cassação do ex-governador Marcelo Miranda. (Fonte: Agência Brasil)

13 de agosto de 2018


Frase do dia

Se queres prever o futuro, estude o passado. (Confúcio)

Às suas marcas!

Grande parte dos partidos políticos de Mangaratiba escolhem, hoje, em convenção, seus candidatos para a eleição suplementar do dia 28 de outubro. Apenas o PSOL já definiu seus nomes, com Emil Crokidakis Castro para prefeito e Sílvio dos Santos Soares como candidato a vice-prefeito.

Serenidade

Fico lendo alguns comentários no Facebook sobre o cenário político de Mangaratiba e fico pensando: quando as pessoas vão aprender a não se deixar levar por disse me disse? Criar sua própria opinião baseada em fatos comprovados, em contatos diretos e não em “verdades” que alguém disse. Para ter a minha opção política, tive contato direto com todos os pré candidatos (pelo menos os que já se manifestaram) e daí fiz a minha escolha. Admiro alguns deles como pessoas e ontem fiz questão de mostrar essa minha admiração tirando fotos com os mesmos. Vamos mudar a nossa forma de agir e escrever comentários, pois fica feio. O respeito deve sempre imperar! Essa briga entre as pessoas só traz inimizades e divisão para uma cidade, que hoje, precisa da união de todos para voltar a ser feliz. (Elisabeth Antunes, via facebook – editado)

Bicho papão

Mais uma “mão pesada” se revelando para assombrar a vida do prefeito interino e do ex-vereador Humberto Vaz, no caso, a Desembargadora Maria Augusta Vaz Monteiro de Figueiredo, terceira Vice-Presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Foi dela, na última sexta-feira, a determinação de seguimento do processo que ambos respondem. Para consultar a movimentação, basta seguir o link

http://www4.tjrj.jus.br/ejud/ConsultaProcesso.aspx?N=201825400479

Bicho papão II

Aliás, o assunto já é notícia no blog do Eliseu Pires com o título “Cidade de Mangaratiba é governada por denunciado pelo MP”, em nota publicada no último sábado 11 de agosto. https://tinyurl.com/y7kcl7x8

Expresso Recreio

Como dizia um personagem da Escolinha do professor Raimundo: “Estava indo tão bem!”. Assim parece ser a situação do transporte público municipal quanto ao serviço prestado pela viação Expresso Recreio. Além de diminuir a frequência das linhas 112T e 116T (com autorização do detro), moradores de Itacuruçá e Muriqui reclamam que as linhas 454U (Itacuruçá x Itaguaí) e 455 U (Muriqui x Itaguaí), também reduziram drasticamente os veículos nas ruas.

O buraco

Na manhã de hoje, voltou a ser tema do RJTV primeira edição o enorme buraco que interdita a subida para a Serra do Piloto. A reportagem destacou que os moradores, quando precisam subir ou descer, demoram cerca de três horas para chegar ao destino. A promessa do DER era concluir a nova ponte em sessenta dias, e já se passaram cento e vinte dias. O novo prazo para a conclusão das obras passou para novembro.

Sigízia

A maré alta invadiu o Centro Histórico de Paraty e subiu no calçadão de Muriqui no fim da tarde de sábado. Na foto, é possível ver como ficou o local. De acordo com moradores outros pontos da cidade também ficaram alagados. O fenômeno é comum na região, especialmente no mês de agosto. A maré baixou por volta de 18h.

Maré de sizígia