17 de agosto de 2017


Frase do dia

Um só homem gritando, faz mais barulho que cem mil em silêncio. (Jose De San Martin)

Enel

Ontem foi a vez de Mangaratiba (centro) sofrer com o problema de falta de energia. Pelo visto, a concessionária parece estar “preparando” e “acostumando” a população, para problemas futuros quando, durante a temporada de verão o consumo de energia aumentar. A impressão vem do fato que cada dia é um distrito sem energia.

Indignação

A propósito da falta de energia, assim se manifestou, indignada, uma moradora em rede social: “Enel Já dormi mal a noite passada sem luz. Tomei banho de balde e canequinha pra ir trabalhar. Minha filha especial ficou olhando pro teto o dia todo, pois não tinha como ligar a TV. Cheguei do trabalho e nada de luz. Fiz jantar, fiz os procedimentos que minha filha precisa, é ela PRECISA. Jantou no escuro e continuamos no escuro. Vou ter que tomar banho de canequinha de novo? Vou ter outra noite sem dormir direito? Onde fica o respeito com o consumidor? Onde mais podemos reclamar?” (Leila Maria de Oliveira, via Facebook)

Mesmo no escuro

Manifestantes, do sindicato dos servidores públicos de Mangaratiba, continuam acampados em frente à sede da prefeitura, na expectativa de conseguirem a implantação, no município, da lei 13.022 denominada de Estatuto Geral das Guardas Municipais. Essa lei regulamentou o artigo 144, §8º, da Constituição, versando sobre atribuições, carreira e organização das Guardas Municipais em território nacional. O Estatuto Geral das Guardas concedeu prazo para adaptação dos municípios que têm Guardas Municipais conforme o seu artigo 22. Esse prazo, definido em dois anos, encerrou-se em agosto passado e, até hoje, não foi regulamentada aqui em Mangaratiba.

Cautelas especiais

Há notícias de que mais uma vez, no dia de ontem, passageiros de um ônibus vindo de Itaguaí para Mangaratiba, foram assaltados durante o percurso. A frequência desses incidentes tem aumentado tão significativamente, que as pessoas, quando se deslocam para o município vizinho, têm deixado em casa seus celulares mais modernos e viajado carregando um daqueles “xing-ling” que só fazem realizar e receber chamadas.

Invasão anunciada

Um dos efeitos colaterais da substituição da Viação Costeira por outras empresas nas linhas que fazem a interligação do município com outros da baixada fluminense é, segundo um morador, a certeza que, na próxima temporada de verão, vai ficar muito mais fácil para os “turistas de um dia” virem para o município. Os motivos dessa previsão são, basicamente, dois: a regularidade dos horários e o preço da passagem, já que a linha Itacuruçá x Nova Iguaçú, atualmente sob responsabilidade da Viação Ponte Coberta, fixou o valor da passagem em quatro reais e cinquenta centavos, para todo o percurso, sem a seção que existia até Itaguaí, ao contrário do valor anterior, que era de onze reais.

 

16 de agosto de 2017


Frase do dia

Difícil compreender como no vasto mundo falta espaço precisamente para os pequenos. (Carlos Drummond De Andrade)

Acampamento

Após a manifestação da Guarda Municipal na praça Robert Simões, em frente à prefeitura. Guardas Municipais decidira montar acampamento no local por tempo indeterminado, até que o prefeito cumpra com o que prometeu. Em contrapartida, chegou aos manifestantes a promessa de uma generosa hora extra aos que participarem do desfile cívico de 7 de setembro. Pergunta de um dos manifestantes: “Mas o município não está quebrado? Não falta dinheiro para dar a data base dos funcionários? Não falta recursos financeiros para cumprir a promessa a mesma GM? Não ficou quase dois meses de festas no município e não pagou um único centavo de hora extra a corporação? Agora tem dinheiro para o 7 de setembro? Como as coisas mudam em Mangaratiba!”

Estação Rio

A caravana cultural denominada de “Estação Rio”, realizada pela rede Globo, começará sua caminhada pelo estado, até o fim do verão, por Itacuruçá. O evento acontecerá no próximo dia 27 de agosto (domingo) e terá como atrações o sambista Dudu Nobre e a dupla Thaeme e Thiago. Local: Praia de Itacuruçá. Horário: A partir das 18h. Entrada gratuita. Classificação livre (Fonte: Globo Rio)

Efeito Chapadão?

A caçamba de um caminhão com 20 toneladas de Nutella e Kinder Ovo foi roubada. Os policiais que estão investigando o caso acreditam que o crime ocorreu entre 19h do último sábado e a tarde de domingo. Segundo os agentes, a carga vale mais de R$ 170 mil. O caminhão estava estacionado na cidade durante o fim de semana,totalmente carregado com Nutella e outros chocolates. A polícia investiga se os suspeitos usaram outro caminhão ou trailer para levar a carga, porque um carro comum não seria suficiente para rebocá-la. A notícia não vem da avenida Brasil, nem do Rio de Janeiro, mas da cidade de Neustadt, na Alemanha.

Segue

Ao contrário daqui, a primeira recomendação da polícia de lá foi a seguinte: “Qualquer pessoa que receba uma oferta grande de chocolate por meio de canais pouco convencionais deve procurar a polícia”, disse o porta-voz da polícia a um jornal local. Não se sabe se o crime foi planejado ou se foi uma ação espontânea. A polícia aguarda o depoimento de testemunhas para encontrar os criminosos. Os agentes também investigam se o crime está relacionado ao roubo de um trailer vizinho na cidade de Weimar. Um caminhão de suco de laranja foi roubado no sábado, na cidade de Wittenburg, a 445 quilômetros a nordeste da cidade onde a Nutella e os chocolates foram roubados.

Diferenças

Observa um morador a radical diferença entre as “falecidas” Expresso e Costeira e as novas empresas. Além do cumprimento dos horários (ninguém ficou mais de dez minutos esperando ônibus em nenhuma das linhas), destaca-se o treinamento dos motoristas.Todos eles, sem exceção, param em todos os pontos solicitados e recebem os passageiros com sorrisos e cumprimentos. Muito diferente dos anteriores, sempre de “cara amarrada”, deixando passageiros acenando na rua e passando direto

Indignação de um brasileiro

Quase 100 policiais assassinados e nada acontece. Mas e se fossem 100 homossexuais, 100 negros, 100 repórteres, 100 padres, 100 pastores, 100 taxistas, 100 garis, 100 menores de rua, 100 promotores, 100 juízes, 100 advogados, 100 professores, 100 índios, 100 sem teto, 100 mulheres, 100 jogadores de futebol, 100 políticos, 100 seja lá de qual raça, credo, etnia, ou opção sexual, será que teríamos esse silêncio absurdo de todos? (Otto Brito, via Facebook)

15 de agosto de 2017


Frase do dia

Bertolt Brecht

Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante. Aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso. (Bertold Brecht)

Selfie

Há pessoas que sempre são candidatas a receber a medalha  dos maiores “sem noção” do mundo. Na última semana, uma moradora de Itacuruçá sofreu um acidente na linha do trem. Antes de qualquer lamento, é bom dizer que ela passa bem. A questão em pauta é de como foi o acidente. Segundo relatos de moradores, ela, com um celular desses modernos nas mãos, tentou fazer um “selfie” tendo como fundo o trem de minério que ia passando. Resultado, um dos vagões a atingiu e (graças a Deus) jogou-a longe dos trilhos.

Enel

Cada vez fica mais evidente que, depois da questão do transporte público, o grande objetivo da população de Mangaratiba passou a ser a Enel, que parece ter voltado ao comportamento cíclico da antiga Ampla. Na madrugada de domingo para segunda-feira, por volta das três da manhã, o fornecimento de energia foi interrompido. Ao que se constatou, posteriormente, só foi reestabelecido, e mesmo com várias pequenas interrupções, depois das nove horas da manhã. E assim, as padarias que não dispunham de geradores, não puderam fabricar os pães do café da manhã; os restaurantes que dependem de energia para manter os alimentos aquecidos nos equipamentos de self-service, preferiram não abrir. Esse é o serviço público prestado pela empresa no município. Ah, sim, é bom lembrar que não estava chovendo nem ventando.

A propósito

Vai daí, o morador do distrito passou mais de nove horas com ausência ou instabilidade no fornecimento de energia. Tenta voltar às suas atividades normais, mas não consegue. O provedor de internet do distrito está fora do ar, naquela situação do “fui ali e não sei quando eu volto”. Também cabe referência a ausência de baterias do tipo “nobreak” nas torres de celular. Faltou energia, acaba o sinal dos telefones.

Amarribo

A AMARRIBO Brasil nasceu em 1999 de uma reunião de amigos nascidos, residentes ou simpatizantes de Ribeirão Bonito, interessados em oferecer voluntariamente seu tempo, talento, competências e habilidades para contribuir para o desenvolvimento da cidade. Ao tentar empreender projetos de interesse social, a organização se deparou com grande descaso por parte da administração pública e com indícios fortes de desvio de recursos públicos. Diversas denúncias começaram a chegar a sede da Amarribo em 2000. Sua equipe decidiu então dedicar-se ao combate à corrupção na cidade, pois com o cenário presente a época, nenhum projeto social iria conseguir prosperar. Com as provas coletadas a organização efetuou denúncias junto à Câmara Municipal e a Promotoria de Justiça da cidade e ao Tribunal de Contas do Estado. Para promover o afastamento dos corruptos a Amarribo mobilizou a sociedade, realizou audiências públicas, desenvolveu diversos meios de comunicação com a população, e conseguiu afastar diversos políticos da cidade, e processar outros que já haviam deixado o poder. Essa mobilização foi fundamental e garantiu a cassação de 2 prefeitos e 5 vereadores em Ribeirão Bonito. O caso de Ribeirão Bonito teve repercussão nacional e diversos cidadãos do país procuraram a organização em busca de apoio e orientação para formarem ONGs com o mesmo objetivo em seus municípios. A partir de então a Amarribo iniciou um trabalho de disseminação de sua experiência, e lançou o livro “O Combate à Corrupção nas Prefeituras do Brasil” com sua história e ferramentas para o controle social. (Fonte: Amarribo Brasil)

Pensando e agindo

Eu tinha um sonho de criar um grupo para fiscalizar e cuidar de alguns problemas do nosso município, desde que passei a entender que a corrupção assolava a nossa cidade. Quando conheci a AMARRIBO, através da indicação de uma amiga, fiquei imaginando que isso também poderia ser feito aqui. Ainda bem que o meu sonho se uniu a vontade de mais um grupo de amigos, que também pensavam como eu, e juntos criamos uma ONG para esse fim. Hoje tivemos a grata satisfação de ver o nosso registro em cartório pronto. Agora é colocar a mão na massa e cuidar mais ainda da nossa cidade! Mangaratiba pertence a nós, cada morador que aqui habita. E devemos cuidar com muito carinho do que é nosso! Por isso, apresento-lhes a Ong Mangaratiba Cidade Transparente! E se você também deseja cuidar da nossa cidade, junte-se a nós! (Elizabeth Antunes)

14 de agosto de 2014


Frase do dia

Me dê as flores em vida, o carinho, a mão amiga. Para aliviar meus ais. Depois, quando eu me chamar saudade, não preciso de vaidades, quero preces, e nada mais. (Nelson Cavaquinho)

Pescadores

Imagem encaminhada ao blog por um leitor que fazia seu passeio matinal pela orla do distrito no último sábado e se espantou com a presença de tantos pescadores amadores, logo depois das seis horas da manhã.

Faca de dois gumes

A respeito do turismo no município na alta e baixa temporada, diz um leitor do blog: “Uma solução parcial seria, na baixa temporada, haver incentivos para que, principalmente nos meses de maio a agosto, a atividade turística não sofra tantas restrições. Mas para isso, precisaria haver uma nova lei concedendo uma redução ou mesmo isenção da referida taxa. Aliás, falando nas taxas, nosso Município anda perdendo um bom dinheiro por não estar tributando o embarque de passageiros no cais de Conceição de Jacareí. E lá entendo que o valor não deve ser tão alto a ponto de inviabilizar a atividade do transporte marítimo, mas, sim, visando arrecadar ao máximo e com sustentabilidade do turista que parte para a Ilha Grande. Claro que para isso, Mangaratiba precisará oferecer algum serviço decente capaz de justificar a cobrança, sendo que a vinda de uma concessionária para administrar o cais pode ser a melhor saída em termos de eficiência e de segurança para o consumidor.” (Rodrigo Âncora da Luz)

Previsão

Ainda abordando o tema turismo e pesca, o blog recebeu informações de que o evento “pesca de caiaque” de 2017, programado para outubro próximo, deve contar com a presença de mais de mil participantes. Algumas pousadas do distrito já estão com lotação esgotada para o período. Não custa lembrar, aos gestores municipais, que a badaladíssima internacional FLIP, de Paraty, começou assim e, hoje, para participar da FLIP 2018, só reservando alojamento com um ano de antecedência.

Quando se tem apoio

Diz o dito popular que nem sempre é preciso ir muito longe para copiar boas ideias. Na questão de eventos que atraiam turistas para nossa região, Angra dos Reis e Paraty vivem dando exemplos de sucesso, enquanto Mangaratiba ainda vive tempos de cobrança de taxas de ingresso. Em Angra, por exemplo, acontecerá no próximo final de semana o Angra Moto Fest, em sua 17ª edição, que promete levar centenas de motociclistas para a Praia do Anil, nos dias 17, 18, 19 e 20 de agosto. Como fica praticamente na divisa dos três estados, os organizadores esperam mais de 500 moto clubes do Rio, de São Paulo e de Minas Gerais.

Segue

Para receber bem os motociclistas, a organização vai oferecer dois campings próximos ao evento, além de uma rede de hotéis e pousadas que farão preços especiais para os motociclistas. Eles terão ainda um churrasco no sábado (tradição nos eventos) e poderão optar por passeios de barco pela Baía da Ilha Grande, partindo do cais Santa Luzia. O Angra Moto Fest também terá uma ampla praça de alimentação e tendas de expositores de produtos de couro e acessórios para motocicletas. O evento é organizado pelo Moto Clube Piratas de Angra dos Reis, com o apoio da Prefeitura.

Não se pode elogiar

Bastou a postagem de ontem do blog dizer que o serviço de fornecimento de energia da Enel melhorou, para acontecerem duas interrupções na noite de sábado para domingo e outra na manhã de ontem.

Overdose

Cumprindo a tabela oficial de horários do Detro, as empresas que assumiram as linhas da Viação Costeira, provocaram, no dia de ontem, uma verdadeira “overdose” de veículos circulando no município. Mesmo sendo um domingo, o intervalo entre eles não chegava a quinze minutos. Muitas vezes, na linha Itacuruçá x Itaguaí, que passou a ser feita por grandes ônibus, havia um, dois, ou no máximo três passageiros. A pergunta que se impõe é se a empresa vai aguentar esse ritmo.

 

13 de agosto de 2017


Frase do dia

A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer. (Mario Quintana)

Incongruência

Um grupo de moradores e Itacuruçá pretende ir à festa da cachaça de Paraty, no próximo final de semana. Para ir, conseguiram se integrar a um grupo que virá do Rio de Janeiro. Contudo, segundo os organizadores, precisarão se deslocar lá para o posto Capixaba, lá na Rio x Santos, para pegar ônibus, para o veículo entrar no distrito e pegá-los em frentre às suas residências, seria necessário pagar uma “taxa de ingresso” de ônibus que gira em torno de mil reais.

Turismo

Na manhã de ontem, pouco depois que o sol nasceu, diversos grupos de pescadores já estavam na orla de Itacuruçá aguardando os barcos para um dia de lazer na nossa baía. São eles que, fora da temporada de verão, movimentam a economia local logo assim que o sol nasce. Tomam cafés nas padarias, compram cervejas, água, refrigerantes, gelo, iscas. Ontem, no meio da manhã, já eram mais de vinte barcos de médio porte, cada um com pelo menos dez pessoas, buscando os pontos de pesca. Contudo, a atividade não conta com qualquer tipo de incentivo por parte do poder público.

A propósito

Em outubro de 2016, o distrito foi, literalmente, invadido por “caiaqueiros”, mais de quatrocentos, que realizaram um dia de pesca esportiva em Itacuruçá. Além de não contarem com qualquer tipo de apoio por parte do poder público, quase foram constrangidos por “fiscais” que queriam que eles apresentassem licença para a realização do evento. Como todos lembram da nota aqui no blog à época, eles apresentaram cópias dos pedidos encaminhados à prefeitura que nunca tiveram resposta. A grupo promete, para outubro próximo, realizar outra vez o evento, agora, com a participação de caiaqueiros nacionais e internacionais. Vamos ver como o poder público vai se posicionar a respeito.

Tempos modernos

Muitos moradores já começam a considerar que, após a exclusão da Expresso Mangaratiba e da Viação Costeira do município, qual será o próximo de luta. Existem pelo menos mais quatro a incomodar a população: as menos frequentes, mas ainda existentes, interrupções no fornecimento de energia por parte da Eneel; o abastecimento de água, especialmente no verão; o esgoto despejado “in natura” diretamente no mar e o provimento de acesso à internet de qualidade, vez que, em todos os distritos, o serviço prestado, tanto pela operadora Oi Velox, quanto por todos os provedores particulares deixam muito a desejar.

Transportes

Moradores chegaram até a se espantar, ontem, com a quantidade de ônubus fazendo a linha Itacuruçá x Itaguaí. Agora, além do Mangaratiba via Axixá, que passa a cada meia hora, estão à disposição novos horários Itacuruçá x Itaguai, pela própria viação Recreio e Itacuruçá x Nova Iguaçú, pela empresa Ponte Coberta.

Assalto

Em Muriqui, às seis horas da manhã há cerca de duas semanas, uma padaria foi assaltada por jovens bandidos oriundos da favela do “Chapadão”. Pouco depois, os meliantes exibiam os itens e dinheiro roubados nas redes sociais. Segundo o relato do proprietário do estabelecimento, eles esperaram o funcionário começar a abrir as portas para rendê-lo e efetuar o roubo.

Amigo

Quem não tem com quem conversar sempre acaba dando um jeito.

12 de agosto de 2017


Frase do dia

A história humana torna-se, cada vez mais, uma corrida entre educação e catástrofe. (H. G. Wells)

Não deu tempo

Antes que a viação Costeira tivesse tempo de colocar novos ônibus nas linhas de Mangaratiba, o que aconteceria no próximo dia 15, o Departamento de Transportes Rodoviários determinou a intervenção em dez linhas operadas pela empresa, conforme publicação do Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, de quinta-feira. A medida deve-se às constantes reclamações quanto à qualidade do serviço prestado, principalmente referentes ao mau estado de conservação da frota, o que colocava em risco a integridade dos usuários. Além disso, o não atendimento às recorrentes solicitações para que seus problemas operacionais, fiscais e trabalhistas fossem solucionados, também motivaram a determinação. Assim, a partir de hoje, as linhas passam a ser operadas pelas empresas: Viação Ponte Coberta, Expresso Recreio e Transporte Flores. A Ponte Coberta passa a operar as linhas: Duque de Caxias – Itacuruçá; Duque de Caxias – Muriqui (via Nova Iguaçu); Duque de Caxias – Km 32/BR-465; Nova Iguaçu – Itacuruçá (via Avenida Brasil). A Expresso Recreio assume as linhas: Itaguaí – Itacuruçá; Itaguaí – Muriqui; Itaguaí – Mangaratiba. A Transporte Flores operará as linhas: Duque de Caxias – Mangaratiba (Via Nova Iguaçu); Duque de Caxias – Cabuçu (via Nova Iguaçu); Duque de Caxias – Itaguaí (via Nova Iguaçu). Como de praxe, a intervenção acontecerá em caráter emergencial, pelo prazo de 365 dias ou até a abertura de procedimento licitatório. Durante este prazo, se a Viação Costeira regularizar toda a situação demandada pela Autarquia, a decisão poderá ser reavaliada. Caso não consiga, poderá perder a concessão das linhas em definitivo. (Fonte: Detro e Jornal Atual)

Servidores

Na última quarta-feira, o SISPMUM entrou com ação judicial pleiteando a revisão geral anual da categoria (data base), conforme decidido na assembleia dos servidores do dia 01/08. O fundamento da ação é a previsão legal que determina que a revisão das remunerações se dê impreterivelmente no dia 02/01 de cada ano. O advogado do sindicato busca, no referido processo, que o Município atenda ao direito do servidor que já se encontra previsto no artigo 1º da citada Lei Municipal e na Constituição Federal:  “As remunerações e os subsídios dos servidores públicos dos Poderes Executivo e Legislativo do Município, das autarquias e fundações públicas municipais, serão revistos, na forma do inciso X do art. 37 da Constituição Federal, no dia 02 de janeiro, sem distinção de índices, extensivos aos proventos da inatividade e às pensões”. Com o descumprimento da Lei pelo chefe do poder executivo, hoje o servidor tem o seu salário corroído pela inflação, o que reduz mais ainda o poder aquisitivo da categoria, o qual já é baixo. Aliás, Mangaratiba é hoje um dos municípios com maior defasagem nos vencimentos. A Lei não obriga o aumento, mas, sim, a revisão da remuneração para que esta acompanhe a atualização monetária anual, garantindo o poder de compra do funcionário e a irredutibilidade salarial defendida na Carta Magna. O número do processo é o 0002955-16.2017.8.19.0030 e já se encontra sob análise do juiz da Comarca, Dr. Marcelo Borges. (Fonte Sispmum)

Uma forma de ver

A título de esclarecimento, alerto meus funcionários e à sociedade. Ocupo cargo público exatamente como levo minha vida. Exemplificando, tinha vontade de ter lavadeira, passadeira, cozinheira e arrumadeira, mas isso tudo é extremamente caro. Dentro da minha realidade, só posso ter colaborador remunerado que faça um pouco de cada serviço. Hoje, queria que a G.M. tivesse seu quartel, armas letais e não letais, para todos os grupamentos que compõem a instituição, bem como salário digno como determina a Lei 13.022/14. Todavia, fui nomeado Secretário de Segurança do Município de Mangaratiba e, na cidade, há o gestor executivo principal, responsável administrativamente por todas as secretarias. Com isso, o gestor maior, deve aplicar recursos públicos igualitariamente, para todos os seguimentos administrativos operacionais, sem quaisquer privilégios. Não me espanto quando em uma reunião, determinado G.M. prolata estar ali apenas para brigar por seus interesses, se esquecendo do entorno. Minha maior preocupação, ao assumir este cargo, foi trabalhar com total transparência, visando resgatar o respeito para a instituição e seus agentes. Por isso, não aceito o discurso teatral vazio de quem, no passado recente, jamais apresentou esta postura. Ironicamente hoje, sob os holofotes dos interesses pessoais e inflado por arrogância hipócrita, objetiva apenas persuadir incautos ao criar perspectiva ilusionista futura, achando que se pode tudo! Só espero que haja lucidez e que as pessoas não se deixem enganar, novamente, voltando a servir interesses pessoais. O vice Rei deposto, em momento algum, pensou no coletivo! (Vitor Carvalho, Secretário Municipal de Segurança)

Tiro n’água

A regra do “quanto pior melhor” também encontra seguidores na nossa região. Pelo menos é o que se depreende da matéria publicada no jornal Extra pela jornalista Berenice Seara que diz: “Em tempos de calamidade em várias cidades do Rio de Janeiro, o prefeito de Itaguaí, Carlo Busatto, o Charlinho, enviou à Câmara um projeto de lei para reduzir o próprio salário — e com isso, o teto do funcionalismo público municipal — até que as finanças estejam em ordem. Isso significa que, até o fim de 2018, os servidores do município na Região Metropolitana vão receber, no máximo, R$ 20 mil. Mas o projeto encontrou resistência justamente entre vereadores de oposição. Alegando que a medida feria o Regimento Interno da Câmara, cinco nobres saíram do plenário para que, sem quórum, a proposta não pudesse ser aprovada. A estratégia não deu certo, e a lei já foi sancionada pelo alcaide. Falta só publicar no Diário Oficial.” (Jornal Extra)

Conectados

A Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor do Senado Federal aprovou nesta semana um projeto de lei que pode salvar o plano de dados de internet móvel de vários brasileiros. De autoria do senador Dário Berger, o PLS 110/2017 pretende que o usuário de internet móvel poderá acumular o saldo restante de seu plano de dados mensal, utilizando o excedente nos dois meses seguintes. Após ser aprovado pela CTFC, o projeto pode seguir para a Câmara dos Deputados, caso não haja recurso para ser analisado pelo plenário no Senado. Hoje, normalmente, se o usuário contrata um plano de, por exemplo, 1 GB, mas só consome 900 MB, os 100 MB excedentes não podem ser utilizados no mês seguinte. A princípio, o projeto previa que os usuários poderiam usar os dados indefinidamente, mas após negociações feitas na Comissão de Ciência e Tecnologia, foi estabelecido o prazo de dois meses para não causar prejuízos às operadoras. (Agência Estado)

 

11 de agosto de 2017


Frase do dia

Todas as pessoas tomam os limites de seu próprio campo de visão como se fossem os limites do mundo. (Arthur Schopenhauer)

Dia do estudante

No dia 11 de agosto, é comemorado, no Brasil, o Dia do Estudante. Essa comemoração acontece desde o ano de 1927 e teve como ponto de partida algo que ocorreu cem anos antes, isto é, em 1827, na época do recém-instituído Império Brasileiro. Em 11 de agosto de 1827, o então imperador Dom Pedro I autorizou a criação das duas primeiras faculdades do Brasil, a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco, e a Faculdade de Direito do Largo do São Francisco, em São Paulo. Por esse motivo, no dia 11 de agosto, também se comemora o Dia do Advogado.

Vai dar ruim

Assegura um morador: “Posso garantir pra vocês que ate o fim do mês, o Ministério Público estarà acabando com a farra dos “amiguinhos do prefeito “. Fontes seguras dizem que os cargos com salario de $ 1,800 são recordes e 70% recebem em casa. A Lei Complementar 41, da forma como foi aprovada, é nociva para o município. Foram criados 2.500 cargos e dado ao prefeito o direito de conceder um abono no valor de 3 mil reais a quem ele quiser. Circula, inclusive, nas redes sociais, matéria em que o Judiciário manda o chefe do Executivo exonerar todos aqueles que não possuem cargos de chefia. Será que o Judiciário fará o trabalho do Legislativo? Este é só um exemplo. Vamos encontrar vários outros. Se deixarmos que os vereadores continuem a agir como se fossem parceiros do Executivo, nada mudará em nosso município. É importante que façamos uma reflexão: qual o papel do vereador? Que tipo de relação há entre Executivo e Legislativo? Que Câmara Legislativa queremos ter?” (GAP – Mangaratiba)

Iluminação pública

Vejam só como é a incompetência. A companhia de energia elétrica está na av Santana há cerca de uma hora fazendo conserto nas lâmpadas de rua e o trânsito está só em uma pista. Não têm um quarda para orientar o trânsito. Aí você passa na praça e vê dois indivíduos que estão fardados lendo a mensagem no telefone. Aí vem o morador que paga os impostos em dia, põe o carro por um instante na frente da casa e é multado! Tudo isso aconteceu em Itacuruçá  às 16:45 horas dia 09/08. (Luiz Cláudio dos Santos Domingues)

Iluminação pública II

Afora eventuais reclamações aqui e ali, há que se elogiar os esforços das equipes da nova empresa de manutenção da iluminação pública que iniciaram seu trabalho nesta semana. Dois pontos devem ser destacados: o primeiro, que ontem, haviam equipes trabalhando na troca de lâmpadas até pouco depois das oito da noite. A segunda, que estão também substituindo as lâmpadas brancas e seus reatores, por lâmpadas amarelas, mais potentes e de maior luminosidade.

Explicando, sem explicar

Em entrevista, com exclusividade, para o jornal Atual, o deputado Alexandre Valle falou sobre o seu voto para o arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer, durante a sessão da Câmara dos Deputados na última quarta-feira.  Alexandre Valle agradeceu a oportunidade da entrevista, uma vez que, segundo ele, foi bastante massacrado nas redes sociais após seu voto a favor do presidente Temer. O deputado iniciou a entrevista dizendo que é a favor do fim do foro privilegiado. “Os cidadãos brasileiros são todos iguais perante a lei. Não é porque sou deputado que tenho que ter o foro. Assim como também não é porque o Temer é o presidente que ele tem que ter foro. Antigamente, o deputado para ser investigado tinha que ter autorização da Câmara, como foi feito com o presidente. Porém, essa prerrogativa caiu e acho que é importante que não tenha ela. Mas no caso do presidente da República, também sou a favor do fim do foro privilegiado para todas as instâncias: deputados, prefeitos, juízes, desembarcadores e ministros”, explicou o deputado. (Fonte: Jornal Atual)

Você pensa que já viu de tudo?

Uma licitação de 241 itens de compras de móveis e acessórios da Universidade Estadual do Piauí foi suspensa antes da abertura das inscrições de empresas. O edital previa, entre outras coisas, a compra de acessórios anatômicos do sistema reprodutor, como 2 mil pênis de borracha. Mas o que chamou a atenção do juiz foi a solicitação de 400 mil cadeiras para a instituição com 28 mil alunos – uma proporção de 14 cadeiras por aluno. A suspensão do processo aconteceu depois que o juiz titular da 2ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública de Teresina, Reinaldo Araújo Magalhães Dantas, aceitou um pedido de liminar feito pelo advogado de uma das empresas concorrentes e emitiu um mandado de segurança por conta do número de cadeiras solicitadas para a universidade. A licitação, porém, incluía ainda a compra de acessórios anatômicos do sistema reprodutor, entre 2 mil pênis de borracha de quatro tamanhos diferentes, 500 vulvas de silicone e 1.500 seios feitos de pano, silicone e “seio na prancha” – que seriam usados pelos 40 alunos da residência médica. (Fonte: O Globo)