19 de abril de 2019

Frase do da

A vida de uma pessoa não é o que lhe aconteceu, mas o que ela recorda e como recorda. (Gabriel Garcia Marquez)

Indesculpável

Ao que parece, está faltando à atual gestão municipal uma certa, ou melhor dizer, uma grande dose de generosidade com a população do município. Um dia antes da sexta-feira da paixão, fiscais da prefeitura proibiram a venda e apreenderam pescados que, tradicionalmente, há décadas, tem sido vendido na praia de Itacuruçá.

Indesculpável II

Chama a atenção, e a ação está sendo considerada por significativo número de moradores como de “absoluta covardia”, vez que feita de surpresa, justamente no primeiro dia de procura por pescados pela população local e visitantes. Bem no momento em que os pescadores artesanais do município passaram longas horas na noite, no trabalho exaustivo de conseguir algum peixe para vender e, de balaios cheios, tinham a esperança de conseguir algum dinheirinho para aliviar a situação sempre difícil de suas famílias. A venda de peixe, direto das mãos do pescador na praia de Itacuruçá é atividade tradicional de há mais de setenta ou oitenta anos. O, há muitos anos falecido, Genoval, construiu fama para além dos limites do município exatamente por utilizar em seu restaurante o peixe fresquíssimo que ele mesmo comprava dos pescadores mal começavam a surgir os primeiros raios de sol.

Indesculpável III

Também, vale o registro de que esta foi a segunda vez, em menos de quatro meses da atual gestão municipal, que a fiscalização agiu da mesma maneira, de surpresa, sem aviso prévio e bem no exato momento em que aqueles que vivem e dependem dos momentos de maior movimento no município se preparavam para conseguir algum dinheiro extra. A outra ação do mesmo tipo ocorreu quando diversos quiosques foram lacrados, sob a acusação de irregularidades também na véspera de um período de grande movimento no município.

Indesculpável IV

Estão no ar diversas perguntas. Primeiro, se o objetivo da ação é o estrito cumprimento de disposições normativas ou legais, porque não se comunicou tal proibição aos pescadores nas semanas anteriores? Afinal, todos sabem onde eles se instalam nas manhãs entre quinta-feira e sábado durante todo o ano. Segundo, se a questão se refere a alguma inadequação do local onde se realizam as vendas, porque não orientá-los e definir um local mais apropriado?

Arrastão

No final da tarde de ontem diversos motoristas relataram a existência de um grande grupo de bandidos assaltando automóveis no arco metropolitano.

Galho dentro

O ministro Alexandre de Morais do Supremo Tribunal Federal, relator do inquérito que investiga ofensas e informações falsas contra magistrados da corte, recuou e revogou nessa quinta-feira a decisão que havia censurado reportagens da revista “Crusoé” e do site “O Antagonista” que citavam o presidente Dias Toffoli. A decisão foi tomada após duras críticas de juristas, entidades de jornalismo, juristas e de ministros do Supremo, entre eles o decano, Celso de Mello, à censura. O recuo de Alexandre evita mais desgaste para ele e Toffoli, que ficaram isolados na defesa da decisão. Deve impedir também um provável revés no plenário, caso um recurso levasse o caso para julgamento no colegiado. Em mensagem divulgada ontem, o ministro Celso de Mello, decano da corte, chamou a censura de intolerável e disse que é uma perversão da ética do direito. (Fonte: Diário do poder)

Dia do índio

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

2 comentários em “19 de abril de 2019”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: