20 de janeiro de 2020

Frase do dia

Rio do lado sem beira, cidadãos inteiramente loucos, com carradas de razão. À sua maneira, de calção, com bandeiras sem explicação, carreiras de paixão danada. São Sebastião crivado, nublai minha visão na noite da grande fogueira desvairada. (Estação derradeira – Chico Buarque)

Diálogo

No início, até pareceu um diálogo desencontrado, quando um automóvel parou diante de um grupo de moradores no fim da tarde de sábado perguntando onde ficava a “prainha”. A primeira resposta dada foi: “fica lá na ilha, mas você tem que pegar um taxi-boat”. Eu sei, respondeu o motorista, retrucando: “é lá que se acampa?”. Outro morador se adiantou: “fica na ilha sim, mas lá é proibido acampar.” O visitante praticamente encerrou a conversa, com um ar de “vocês não sabem de nada”, acrescentando: “acampar lá, pode sim, meu cunhado está lá acampado há dois meses.”. Depois que os visitantes seguiram caminho, ficou no ar uma pergunta: “Dois meses? Há quanto tempo a guarda ambiental não vai lá na prainha?”

Esforço conjunto

Nota publicada pelo secretário de segurança de Mangaratiba no final da tarde de domingo a respeito das ocorrências do final de semana. “Mais um dia de fim de semana de Mangaratiba se vai. Praias movimentadas, sem registro de crimes graves. Mais de sete flanelinhas detidos e conduzidos à Delegacia Policial. Patrulhamento preventivo em diversos locais. Controle de lotação de veículos nas praias menores. Retirada de mais de 50 churrasqueiras nas praias. Motoristas que insistem em estacionar o carro em frente da garagem dos outros impedindo sua saída de casa, foram para o depósito. Motoristas que insistem em parar em vagas de idosos e cadeirantes foram pro depósito também.”

Esforço conjunto II

Operação de cata-cata de flanelinhas. Conduzindo presos pelo Art 47 da Lei de Contravenções Penais. Isso é menor potencial ofensivo. Pena de 15 dias a 3 meses. Na lei brasileira não fica preso. A lei não permite que se mantenham presos. Provavelmente hoje mesmo voltarão onde estavam. Mas fazemos nossa parte. Se alguém foi forçado a pagar por vaga em via pública vá na Delegacia e faça a denúncia, de repente foi um dos presos. Aí nesse caso ele pode responder por Extorsão, art 158 do Código penal. Pena – reclusão, de quatro a dez anos, e multa. Aí não volta tão cedo. Faça sua parte como cidadão. Denuncie e comece a repelir esse mal. Como autoridade publica não posso colocar fotos dos presos por impedimento da Lei 13869/19 de abuso de autoridade. Mas o cidadão comum não é alcançado por essa lei. Trabalho integrado realizado pela Policia Civil, Policia Militar, Guarda Municipal e Secretaria de Segurança e Trânsito.

Vale o registro

Apesar do esforço e números apresentados pela secretaria municipal de segurança, em Itacuruçá, nesse domingo, ainda foi registrada a presença de alguns recalcitrantes flanelinhas (muito menos do que na semana passada). Não mais ostentavam coletes coloridos nem a organização anterior, utilizando rádio comunicadores, motocicletas e bicicletas, mas apareceram sim, em alguns pontos de maior movimento.

Faltou registrar

Apesar dos números divulgados pelo secretário de segurança, o blog recebeu a informação a seguir, através da área de comentários, de uma ocorrência fatal, nos seguintes termos: “Boa noite, foi morto brutalmente sem reação de defesa da pior forma tendo o pescoço degolado Esmael Batista de Lira, funcionário do condomínio solar de Itacuruça. O crime aconteceu na praia da batata, entre o condomínio fazenda Muriqui e Praia Grande. Uma pessoa trabalhadora, um pai de família. Deixou esposa e dois filhos.”

É só criar

Como registrado aqui no blog nos meses finais do ano passado, o sucesso dos eventos dos motociclistas e caiaqueiros no distrito andou gerando certa dose de inveja de alguns. Chegaram até a sugerir que o comércio de Itacuruçá estaria sendo beneficiado em prejuízo dos demais, e que esses eventos deveriam ser transferidos para a Praia do Saco. Vale, portanto, o aplauso ao secretário Roberto Monsores que articulou a realização, nesse final de semana, em Conceição de Jacareí, do evento Sesc-verão e, no próximo final de semana, do “Curta a praia”, na Praia do Saco. Entremos, pois, em 2020 na base do “cada um no seu quadrado”.

O futuro é logo ali.  

A região da Costa Verde, que abrange os municípios costeiros de Angra dos Reis, Itaguaí, Mangaratiba, Paraty, Rio Claro, no estado do Rio de Janeiro, poderá tornar-se área especial de interesse turístico. Para o autor da proposta, a região é um importante destino turístico que atrai visitantes do Brasil e do exterior. Segundo ele, o local se destaca por suas particularidades, belezas e atrativos naturais, de enorme potencial para o desenvolvimento e a promoção da atividade turística. De acordo com dados Ministério do Turismo a Costa Verde compõe um dos cenários mais bonitos da costa brasileira, com um significativo número de praias e ilhas, com águas em vários tons de verde, além de abundante e diversificada vegetação nativa e fauna marinha, o que cativa praticantes de diversas modalidades de esportes aquáticos. A região também é atrativa para navegação, mergulho, visitas a cachoeiras, trilhas e muitas outras formas de atividades e lazer ligadas ao turismo ao ar livre. Não há dúvidas que a expansão de atividades de tal natureza na região, de forma ordenada e sustentável, promoverá melhorias nos aspectos socioeconômicos, culturais e na infraestrutura turística dos municípios. Ao justificar a proposta, o autor defendeu que o projeto, por fomentar o desenvolvimento do turismo na localidade, contribuirá de forma direta para a geração de emprego e renda. A região, ainda segundo o autor, oferece um leque de oportunidades a serem exploradas, como serviços de hospedagem, lazer, gastronomia, transporte, realização de eventos e os diversos serviços que o turismo demandará, o que pode levar à melhoria da qualidade de vida da população local. O desenvolvimento turístico contribui para a integração das cidades próximas, do empresariado local e do poder público, no sentido de que os entes envolvidos possam vir a promover parcerias, buscando os melhores resultados com vistas a organizar a atividade turística na região da Costa Verde. A matéria está na Comissão de Meio Ambiente do Senado, aguardando a apresentação de emendas e a designação de relator. Após a CMA, seguirá para a Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, em decisão terminativa. (Fonte: Agência Senado – com Robertinho Castilho)

Isso é Rio de Janeiro

O feriado desta segunda-feira, além da programação religiosa em diversas igrejas católicas, também será pra lá de especial na quadra do Paraíso do Tuiuti, em São Cristóvão, escola que em 2020 leva para a Sapucaí o enredo “O Santo e o Rei: Encantarias de Sebastião”, do carnavalesco João Vitor Araújo. A partir das 14h, o espaço receberá uma missa para celebrar São Sebastião, que também é padroeiro da azul e amarelo. Logo após, será servido o tradicional cozido do santo. A tarde ainda vai ser animada com apresentações de diversos grupos de samba.

Isso é Rio de Janeiro II

A Portela, que tem São Sebastião como padroeiro, preparou uma programação que começa às 5h, com alvorada na quadra. Às 9h, haverá missa e, em seguida, uma grande carreata até a Paróquia São Sebastião, em Bento Ribeiro, bairro vizinho a Madureira. Depois, a celebração continua com almoço e bolo na quadra da escola. Na Tijuca, o cantor Dudu Nobre também faz uma homenagem na Feijoada de São Sebastião do Clube Municipal, na Rua Hadock Lobo, às 13h. Ele promete animar o público com os sucessos de duas décadas de carreira, como “Goiabada Cascão”, “A Grande Família” e “Não Faz Assim Que Eu Posso Até Me Apaixonar”. A Fundição Progresso, na Lapa, também vai celebrar São Sebastião com muita música e feijoada. O evento receberá as rodas de samba Pagode do Biro, A Gloriosa e Sambastião. Outros pontos da cidade terão a alvorada com explosões de fogos e missas. Outra tradição: a Corrida de São Sebastião no Aterro do Flamengo e na Enseada de Botafogo, com modalidades de 5km e 10km. A largada será às 7h30.

Isso é Rio de Janeiro III

São Sebastião nasceu na cidade de Narbona, na França, em 256 d.C. Era um soldado romano que foi martirizado por professar e não renegar a fé em Cristo Jesus. No Brasil, ele é um santo venerado. Diversos estados brasileiros celebram o santo que o tem como padroeiro em centenas de cidades. Mas é na capital do Rio de Janeiro que a comemoração ganha destaque, já que São Sebastião é o padroeiro do município, desde a sua fundação por Estácio de Sá, sendo esse dia feriado para os cariocas. Conta-se que na batalha final que expulsou os franceses do Rio, São Sebastião foi visto com uma espada na mão, entre os portugueses, mamelucos e índios, lutando contra os franceses calvinistas. O santo é conhecido como protetor da humanidade contra a fome, a peste, protetor das pessoas feridas e com doenças contagiosas. É considerado o padroeiro dos atletas e militares e um dos santos mais queridos do Brasil. (Fonte: O Globo)

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: