12 de setembro de 2018

Frase do dia

Em todas as circunstâncias da vida, o equilíbrio e a serenidade fazem muito bem. (Gabriel Chalita)

Pra inglês ver

Na época do tráfico de escravos, Mangaratiba já fazia história e entrava para o anedotário popular através da expressão “Isso é pra inglês ver”. Acontecia, na época, uma forte pressão inglesa pelo fim do tráfico de escravos. Então, os grandes traficantes, em especial o comendador Breves, passou a desembarcar os cativos trazidos da África desembarcando-os na Marambaia, ao invés do cais do Valongo. Após isso, os navios seguiam para o porto do Rio de Janeiro onde a fiscalização inglesa não encontrava nenhum sinal de tráfico. Esses navios eram chamados então de “navios pra inglês ver”.

Pra inglês ver? II

A eleição do presidente da câmara, no dia de ontem, pareceu ser apenas para atender à determinação judicial. Com a sessão “vapt-vupt”, onde só se leu e aprovou a ata da sessão anterior, chamou-se a votação determinada pela justiça, não houve assuntos na ordem do dia, nem manifestações no tema livre, a CMM encerrou os trabalhos literalmente com apenas o segundo secretário compondo a mesa diretora e, consequentemente, responsável por todos os assuntos. Sequer convocaram o suplente do vereador afastado pela justiça Edinho, que teria o direito de votar e até ser candidato, mesmo princípio acolhido pelo Juiz em relação ao vereador Renato.

Reprise

Como não valeu a primeira indicação para responder pela prefeitura através de decreto legislativo, mas sim a nova, oriunda de eleição no plenário da câmara, o vereador Charles Graçano foi obrigado a repetir o discurso em que assume a responsabilidade. Disse ele: “Sei que estou assumindo uma responsabilidade muito grande, mas quem me conhece sabe do meu trabalho, comprometimento e seriedade, meu dever aqui será de manter a ordem e os serviços funcionando, agradeço à todos que estão me apoiando e me transmitindo confiança, eu tenho um lema que é baseado em uma corrente pelo bem e isso não irá mudar, estou aqui para ouvir e fazer o que for mais sensato para cidade que amo, vivo e escolhi para chamar de Paraíso, espero contribuir para tal.” (Charles Graçano)

Um passo atrás

Na segunda-feira, após o decreto legislativo indicar o vereador Charles Graçano como prefeito interino, o site oficial da prefeitura entendeu que acabaria ali a restrição à publicação de conteúdo do executivo no diário oficial do município. Já ontem, terça-feira, decerto alertados, a página da prefeitura voltou a exibir apenas o anúncio da proibição determinada pela legislação em vigor.

O prefeito não foi

Apesar de estar tudo armado para ser apresentado como “mais um problema resolvido em menos de sessenta dias” realizado pelo prefeito interino, ora afastado: a liberação do tráfego de veículos na RJ 14 em Ibicuí. Como prometido, até teve a presença da reportagem cobradora da Suzana Naspolini, No entanto, apesar de a obra ter sido entregue, o prefeito não apareceu .

Vale a reflexão

É tanta maluquice que lemos no face que parece uma nova Babel. Ninguém se entende, escrevem sandices, argumentam como crianças, batem pezinho quando são contestados.
Mentem, difamam, inventam coisas sem pé e nem cabeça. Sem contar as maldades guardadas que afloram no anonimato. Acusam sem provas, duvidam da própria capacidade de produzir bons diálogos e se valem de sensacionalismo. Sem ética e comportamento social, lá se vão os “produtores” de assuntos esbanjando técnicas para obter curtidas, sem perceberem o quanto podem ser danosos seus comentários. Há os que usam até truques para que seus posts tenham curtidas e eles possam se sentir fenômenos da mídia. Não estão interessados em interagir…o objetivo é perverso e doentio na medida em que destroem a credibilidade de seus desafetos. Isso acontece nas redes sociais, nas mensagens de Whatsapp, que se assemelham a vômitos de frustrações. E assim, contaminam pessoas e seus conceitos pessoais sobre os demais. Até eu, perdi a paciência e me vejo escrevendo isso! Espero receber uma boa profilaxia e amanhã esteja descontaminada. Ufa! Vomitei!
(Leila Castro, via facebook)

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

6 comentários em “12 de setembro de 2018”

  1. Bom dia, Prof. Lauro e leitores.

    Lamentável a sessão da última terça-feira (11) na Câmara Municipal de Mangaratiba!

    A maioria dos vereadores ontem legitimou o golpe que a Mesa Diretora havia dado nela mesma. Jogaram no lixo a chance de escolher um novo presidente e, consequentemente, um novo prefeito interino que pudesse representar os anseios de renovação política do povo de Mangaratiba. Fizeram justamente o oposto do Congresso Nacional quando, em 1984, elegeu indiretamente Tancredo Neves presidente da República.

    Em termos de estratégia, os governistas erraram feio pois não sabem como trabalhar na oposição e querem estar sempre na situação. Isto porque, se fizessem presidente da Câmara o representante da bancada do candidato do PSDB (o mesmo edil que havia impetrado o habeas corpus), teriam a chance de testar quem hoje é adversário deles e levarem a população a avaliar o novo governo até a data das eleições suplementares…

    De qualquer modo, tivemos ontem mais uma prova da necessidade de renovar a política de Mangaratiba no Legislativo. Pois, mesmo elegendo um prefeito do bem em 28/10, como acredito que deverá acontecer, infelizmente ainda teremos muitos vereadores ali que não representam os anseios da maioria da população local. E aí, como em 2020, não haverá mais coligações, fica a dica para que as pessoas honestas e comprissadas com a mudança se junten num só partido decente para mudarem esse quadro político do Município.

    Ótima quarta-feira a todos!

  2. Alguém sabe me explicar, porque o impetrante que queria a eleição, se omitiu em votar? E como fica a situação dos suplentes, desses vereadores com mandato de prisão? Será que ficam mesmo até o final de 2020? Obrigada. Bom dia

    1. Bom dia, Sandro e demais leitores/comentaristas,

      Eu estava presente na sessão e vi o vereador justificando o seu voto. No vídeo correspondente do YouTube você pode acompanhar a eleição partir dos 21º minuto. Mais precisamente aos 22:30

      Ali ele alega que só iria votar em quem lhe pediu o voto. E, se você observar, ninguém até então havia se posicionado como candidato ao cargo de presidente. Só então é que os vereadores Rodrigo Bondim e Wlad da Pesca manifestaram o voto em si mesmos.

    2. Quanto aos suplentes, como há somente dois vereadores presos e um deles já era o governante interino e o seu suplente tinha tomado posse, entram apenas aquele que deve substituir o ver. Edinho e também o que ficará no lugar do nov presidente que, na mesma data, tomou posse como prefeito.

      Resumindo:

      Do vereador Vitinho, já havia entrado o Humberto Costa, eleito pela composição PDT / PPS com 373 votos.

      Do vereador Edinho, deveria entrar o Rogério da Máquina da composição PTC / PTB / PRP / PMB, com 432 votos. Porém, pelo que se tem comentado nos bastidores, o mesmo é candidato nas eleições gerais e não teria o interesse de assumir a cadeira. Por isso, deve tomar posse amanhã o outro suplente que é o Beto Durica, da mesma composição, eleito com 213 votos.

      Já o suplente do vereador Charlies, que estará assumindo temporariamente a Chefia do Executivo, será o Chicão da Ilha da composição PSC / PTN / PT do B / SD e que teve 612 votos.

      Fonte da pesquisa: https://apuracao.gazetadopovo.com.br/resultados-eleicoes-2016-primeiro-turno/mangaratiba-rj/vereador/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: