Sobre Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 70 anos, divorciado, três filhas e cinco netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

07 de março de 2019


Frase do dia

Eu não quero esquecer essa legião que se entregou, por um novo dia. (Parada obrigatória pra pensar – Gonzaguinha)

Hora de pensar

No Rio de Janeiro, a Mangueira foi campeã do carnaval. Em São Paulo, a Mancha Verde. Nas duas maiores capitais do país, no entanto, tanto para as agremiações vencedoras, quanto para as que perderam ou até foram rebaixadas, hoje é dia de refletir sobre os erros e acertos do carnaval de 2019 e estabelecer projetos e metas para o de 2020. Pois, hoje também deve ser o momento inicial de Mangaratiba pensar e repensar o que deu certo e o que deu errado neste carnaval 2019 no município, já com vistas a 2020.

Hora de pensar II

O Carnaval não é apenas um bom feriado para viajar e esquecer os problemas, livre do estresse do trabalho e das responsabilidades de nosso cotidiano. O feriado também é um dos mais impactantes do país, responsável por movimentar boa parte da economia em setores como turismo e negócios, influenciando positivamente no cenário econômico geral do país pelo resto do ano. Aqui em Mangaratiba, o período de carnaval sempre foi considerado o ápice da temporada de verão. Neste ano de 2019, no entanto, o balanço final de comerciantes e empreendedores dos diversos setores ligados ao turismo foi, sem dúvida, muito abaixo do esperado. A responsabilidade por esse resultado pode ser creditada a diversos fatores, desde a queda geral do poder aquisitivo da população, passando pelos preços exorbitantes praticados em alguns comércios locais, até à falta de participação efetiva do poder público no incentivo à presença de turistas.

Hora de pensar III

À exceção do bloco do carvão, de Itacuruçá, extremamente contaminado nos últimos anos por criminosos e arruaceiros. todos os demais blocos do distrito bem que poderiam ter saído. A cautela em suspender o Carnamar, por conta das chuvas que ocorreram quinze dias antes, também se mostrou uma providência pouco efetiva, vez que o tempo firmou e o evento poderia ter acontecido. Moradores sentiram falta, também, de uma simples e espartana decoração das ruas, indicando a passagem dos tempos de folia, ou de, ao menos, uma estrutura simples, na forma de um palanque, talvez com atrações locais, capaz de atrair moradores e turistas para algumas horas de diversão, bem como o incentivo à diversão infantil ou da terceira idade.

Mangaratiba e seu futuro

Esse município caminha para ser uma futura Sepetiba; Coroa grande ou Ilha da madeira. O município inteiro agoniza, as praias cada vez mas sujas. São anos de problemas se acumulando, sem contar que o próprio morador não ajuda (criticar sabem), aluguéis não condize mais com a realidade da cidade. Ninguém quer pagar 1.200 reais num kitinet apertado aqui. Com esses mesmos 1.200 a pessoa paga por uma verdadeira casa com tudo em bairros de Angra; Cabo frio ou até mesmo no Recreio. A população tem que acordar para a realidade de Mangaratiba, senão ficará igual a Coroa grande. que teve essa mesma doença há alguns anos e hoje agoniza com sua realidade (fora o carnaval ninguém vai), aluguéis que antes eram comparados com os nossos, hoje você aluga até 300 reais uma casa e mesmo assim muitos não querem, pois a praia não ajuda. E aqui está ficando igual. Cidades como Paraty e região dos lagos estão mais em conta que Mangaratiba e muitos que aqui vinham não vem mais. Perceberam quantas casas vazias ficaram esse ano? Ou seja, o conjunto de problemas moradores e serviços públicos estão matando essa cidade. Vamos acordar gente, senão nosso futuro será outra Sepetiba. (Por Wallace Barbosa)

Hora de pensar IV

A melhor definição de “Política” é de ser a arte de conciliar opostos. No caso de Mangaratiba, esse trabalho de conciliação de interesses deve (ou deveria) ser prioridade absoluta para os nossos representantes, vez que, sendo o período do carnaval o ápice da temporada de verão, estarão em jogo posições opostas, tais como comerciantes, que querem e precisam vender; moradores, que querem o direito à tranquilidade dos dias de folga; jovens, que reclamam o direito à diversão; consumidores, que não gostam de se sentirem literalmente “assaltados” pelos preços praticados. Pois, a partir de hoje, o poder público municipal e nossos políticos, passam a contar com pouco mais de trezentos e cinquenta dias para encontrar a solução para essa equação.

Operação

Pode parecer inusitado, mas uma simples e criativa brincadeira de carnaval mostrou a importância da fiscalização oficial quanto ao beber e dirigir. O fato foi que, muitos motoristas, ao avistarem de longe esse balão de uma “operação Lei Seca” fake, sem ler o que efetivamente estava escrito, fizeram meia volta e tomaram outro caminho.

Campanha da fraternidade 2019         

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil abriu oficialmente na quarta-feira de cinzas, a Campanha da Fraternidade 2019 com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Isaías 1,27). Nesta Campanha, a ser desenvolvida mais intensamente no período da Quaresma, a Igreja Católica buscará chamar a atenção dos cristãos para o tema das políticas públicas, ações e programas desenvolvidos pelo Estado para garantir e colocar em prática direitos que são previstos na Constituição Federal e em outras leis.

Anúncios

06 de março de 2019


Frase do dia

Carnaval, desengano. Deixei a dor em casa me esperando e brinquei e gritei e fui, vestido de rei, quarta-feira sempre desce o pano. (Sonho de um carnaval – Chico Buarque)

Tiros em Muriqui

No final da tarde de sábado de carnaval, correram informações nas redes sociais sobre um possível tiroteio em Muriqui. Na segunda-feira, um segundo baleado no distrito foi removido em estado grave para Angra dos Reis. Na manhã de terça-feira, dispararam três tiros na cabeça de um rapaz de Barra do Piraí que veio a óbito na orla.

Minério

Outra notícia triste sobre o carnaval em Muriqui foi o acidente envolvendo o trem de minério e um motociclista, nas proximidades do pontilhão.

Reflexão

Difícil é engolir as palavras, os sentimentos de indignação e perplexidade, diante de uma avalanche de mentiras, engodos e distorções da realidade. Que acabe logo esse carnaval que realmente foi diferente dos demais. Estamos em Muriqui com mais ocorrências que em outras temporadas. E isso, menos lotado que em anos anteriores. Mesmo que impere o silêncio quando é conveniente para alguns, o abandono é evidente, principalmente no quesito segurança em geral. Município encardido, ruas escuras, fedentina, liberação total na orla que mesmo sem estacionamento durante o dia, não impede que nas transversais, os malditos carros de som, que ali estacionam se desloquem à noite para orla para promover a zona de sempre. Venda de tudo por camelôs “autorizados” por papelzinho assinados por autoridades e outros que nem papelzinho possuem. Tiros de dia com a orla repleta de crianças,no outro dia tiros ao amanhecer com vítima em estado grave e hoje, vítima fatal também ao amanhecer. Mas, irão dizer: “isso é normal, em tal lugar também é assim.” Ou “segurança é com o estado”, “Não temos contingente de guardas municipais para circular evitando que os excessos que ocorrem durante o dia, explodam na madrugada.”Bom, não é natural que passivamente nos acostumemos com tudo, sempre comparando o pior que acontece em outros lugares, para justificar o abandono que vivemos aqui, como se a trajetória nojenta de outros locais tenha que ser absorvida e assimilada por nós. Só pergunto: “Algum dos governantes, eleitos ou nomeados, frequentaram a cidade e deram um giro pelo município para constatarem o resultado de suas ações?” Creio que isso basta para que eu possa dobrar mais uma vez, os sinos por todos nós! (Leila Castro, via facebook)

Para raios

Quer dizer que uma pessoa entra na frente de um trem onde o maquinista para tentar não atropelado transeunte, freia bruscamente e causa esse acidente. Aí vem os oportunistas políticos e colocam a culpa no prefeito. Moral da história, se cair um meteoro em Mangaratiba também será culpa do prefeito? Faça-me um favor, deixa de ser imbecil. (De um internauta em rede social)

Tentando colocar ordem na casa

Uma verdade deve ser dita. Os integrantes da Guarda Municipal e das equipes de fiscalização da prefeitura tiveram, nesse carnaval, trabalho triplicado, apesar das equipes reduzidas. Estiveram sob suas responsabilidades, coibir churrasqueiras, acampamentos, estacionamento, linha de cerol dentre outros. Muitos carros foram  multados e rebocados por conta de estacionado em local proibido. De outra parte, pelo menos em Itacuruçá, não se constatou a presença de carros de som “azucrinando” a população com funks proibidões.

Já em Muriqui

Assim se manifesta uma moradora do terceiro distrito: “Está realmente muito complicado. Além de todas as desgraças e crimes que aconteceram na cidade, quem mora na orla não tem um minuto de Paz! Na madrugada de ontem para hoje era um carro de som altíssimo com músicas horríveis até de manhã. Não são nem oito da noite e já começaram novamente. Estou dentro do meu quarto com tudo fechado e ar ligado, e não consigo assistir à televisão de tão alto que está o som. Ao som de proibidão. Estou me sentindo em uma comunidade. Porém, aqui é pago IPTU, Luz, água. Mijam no meu portão, colocam motos e carros na minha garagem, mataram um cara na minha porta. Insuportável é triste demais! Faço um apelo aos donos de imóveis. Caso vocês continuem alugando de forma irresponsável, para número irrestrito de pessoas, sem nenhuma burocracia, e sem se preocupar com os vizinhos. Seu imóvel irá desvalorizar, e muito. Se vocês não pensam no próximo, pelo menos pense no bolso. E aos comerciantes, gostaria de suplicar que vocês fossem os primeiros a nos respeitar e não deixar esse tipo de música nessa altura, não compactuar com a falta de civilidade e para ajudar quem dá valor à vocês o ano todo. Enfim, é uma súplica de uma moradora que ama isso aqui, mas que em dois anos morando passa o primeiro carnaval aqui, se perguntando o que está virando a cidade? Fiquem com Deus!” (Carlinha Senna – na página Muriqui Costa Verde)

Casa vazia

Inegável, a constatação de que o carnaval deste ano de 2019 trouxe ao município muito menos visitantes que os dos anos anteriores. De acordo com alguns observadores, alguns domingos de sol forte de janeiro passado atraíram muito mais gente do que os quatro dias de folia. O resultado foi que muitos imóveis disponíveis para aluguel permaneceram fechados, meios de hospedagem como hotéis e pousadas não alcançaram lotação significativa, quiosques e restaurantes nem chegaram perto de comercializar o esperado e, até mesmo as padarias venderam mais pães e mortadela do que quaisquer outros produtos.

Hemeroteca

A Colônia de pescadores já foi “padrão nacional” – Jornal A Voz do Mar 1936

02 de março de 2019


Frase do dia

Tire o seu sorriso do caminho que eu quero passar com a minha dor. (Nelson Cavaquinho)

Nota de falecimento

Informação chegada ao blog na manhã deste sábado noticia que faleceu, na noite de ontem, de infarto enquanto dirigia, o aposentado policial rodoviário federal Nicolau, de Itacuruçá. Não se tem informação, até o momento, quanto ao velório e sepultamento.

De idiotas e sociopatas

Nem é preciso citar os personagens para repudiar, com veemência, as atitudes de todos os imbecis que utilizaram as redes sociais para “vomitar bilis” sobre um fato absolutamente lamentável que é a morte de uma criança de sete anos. De outra parte, também não se justifica, e mostra a mesma insensibilidade, os que se aproveitam da tragédia para defender posições outras que não sejam o simples direito de um avô chorar a morte de um neto.

Cem dias

Amigos de Mangaratiba! Hoje completamos 100 dias de governo. 100 dias de muitas lutas e muito trabalho. Primeiro quero pedir desculpas a cada um de vocês por ainda não termos conseguido imprimir em nossa cidade a marca da mudança que tanto gostaríamos. Mas também preciso pedir a compreensão de todos, porque as dificuldades que enfrentamos não são fáceis de encarar. Pegamos uma prefeitura falida, cheia de dívidas, sucateada, desorganizada e tratada com total descaso. Tivemos contratempos de chuvas, alagamentos e quedas de barreiras. Mas embora as coisas não tenham saído como nós sonhamos, sabemos que Deus põe à prova somente os escolhidos para as maiores missões. Não esmorecemos em nossas tarefas e, pouco a pouco, estamos conseguindo colocar tudo em ordem. Temos convicção de que mal começamos nosso trabalho, mas ainda temos quase dois anos pela frente e por isso temos fé que nosso compromisso de trazer um novo tempo para Mangaratiba ainda será alcançado. O que pedimos é que vocês continuem acreditando em nós. Pois somente juntos conseguiremos mudar o atual estado das coisas. Esses 100 dias não são apenas meus, da minha equipe que tanto tem se esforçado e a qual sou tão agradecido, ou dos servidores que mantém a cidade funcionando, mas de cada um dos moradores, veranistas e turistas que vivem, frequentam e amam Mangaratiba. Vamos em frente, trazer um novo tempo para nossa cidade! Que Deus nos abençoe a todos! (Alan Bombeiro –prefeito)

Racismo impregnado

“O réu não possui o estereótipo padrão de bandido, possui pele, olhos e cabelos claros, não estando sujeito a ser facilmente confundido”. A afirmação é da juíza Lissandra Reis Ceccon, da 5ª Vara Criminal de Campinas, na sentença na qual condenou Klayner Renan Sousa Masferrer a 30 anos de prisão por latrocínio. A magistrada mencionou a pele, olhos e cabelos claros do acusado ao argumentar que ele foi reconhecido por testemunhas. A decisão é de julho de 2016, mas ganhou repercussão nos últimos dias nas redes sociais. (Jornal Extra)

Mitos e meias verdades

Sobre a reforma da previdência diversas informações estão sendo passadas à opinião pública de forma a criar “impressões” capazes de favorecer o apoio. Uma delas é dizer que os privilégios dos aposentados no setor público são chocantes, quando comparados àqueles do setor privado. Segundo dizem, o valor médio de aposentadoria no Poder Judiciário, por exemplo, chega a R$27 mil mensais e no Legislativo a média passa os R$28 mil. A comparação resume-se a dizer que 66,5% dos aposentados do setor privado recebem proventos de até um salário mínimo por mês. A informação deixa de referenciar que aa quase totalidade dos servidores do legislativo e do judiciário submeteram-se a concursos públicos, disputando vagas na proporção de duzentos ou mais candidatos por vaga, após muitos anos de formação educacional nos bancos escolares, nas faculdades, em mestrados e doutorados e alcançam tais remunerações após vinte e cinco ou trinta anos de serviço. Do outro lado, os trabalhadores da iniciativa privada que ganham um salário mínimo de benefício, na maioria absoluta das vezes, mal completaram o ensino fundamental.

Hemeroteca – carnaval de 1935 – Jornal A noite

01 de março de 2019


Frase do dia

Feliz o homem que deixa um bom nome. (Ditado Judaico)

Nota de pesar

A Prefeitura de Mangaratiba comunica, com pesar, o falecimento do servidor Elizeu Santos. Elizeu era fotógrafo, trabalhava na Secretaria de Comunicação e faleceu vítima de uma parada cardíaca na madrugada dessa quinta-feira. Um ser humano iluminado que cativava a todos com seu sorriso e bom humor. A cidade acorda hoje chorando a perda de um profissional exemplar, pai dedicado e amigo fiel. Além de sua carreira brilhante como fotógrafo particular dedicou sua profissão ao poder público. Elizeu registrava as principais realizações da prefeitura desde 2005. Ao longo desses 14 anos apenas momentos felizes e flashes de alegria. Hoje a foto amanheceu preta e branca, mas ele estará vivo na memória de cada um. O velório e sepultamento foram realizados no cemitério de Itacuruçá.

Leptospirose

Apesar de ter sido tratado durante vários dias como vítima de dengue, os últimos exames realizados pelo falecido fotógrafo Elizeu Santos, que estava internado no HMVSB, apontam que ele havia contraído leptospirose, o que teria acontecido, provavelmente, por ocasião das chuvas torrenciais que derrubaram parte da estrada RJ14 e cujo lamaçal também atingiu sua residência, vez que ele morava na região.

Leptospirose II

A leptospirose é uma doença infecciosa causada por uma bactéria chamada leptospira presente na urina de ratos e outros animais, transmitida ao homem principalmente nas enchentes. Em situações de enchentes e inundações, a urina dos ratos, presente em esgotos e bueiros, mistura-se à enxurrada e à lama das enchentes. Qualquer pessoa que tiver contato com a água das chuvas ou lama contaminadas poderá se infectar. As leptospiras presentes na água penetram no corpo humano pela pele, principalmente se houver algum arranhão ou ferimento. Os mais frequentes sintomas são parecidos com os de outras doenças, como a gripe e a dengue. Os principais são: febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, principalmente nas panturrilhas (batata-da-perna), podendo também ocorrer vômitos, diarreia e tosse. Nas formas mais graves geralmente aparece icterícia (coloração amarelada da pele e dos olhos) e há a necessidade de cuidados especiais em caráter de internação hospitalar. O doente pode apresentar também hemorragias, meningite, insuficiência renal, hepática e respiratória, que podem levar à morte. (Fonte: Ministério da Saúde)

Leptospirose III

A prevenção da Leptospirose ocorre por meio de medidas como: Obras de saneamento básico (drenagem de águas paradas suspeitas de contaminação, rede de coleta e abastecimento de água, construção e manutenção de galerias de esgoto e águas pluviais, coleta e tratamento de lixo e esgotos, desassoreamento, limpeza e canalização de córregos), melhorias nas habitações humanas e o controle de roedores. É importante evitar o contato com água ou lama de enchentes e impedir que crianças nadem ou brinquem nessas águas. Pessoas que trabalham na limpeza de lama, entulhos e desentupimento de esgoto devem usar botas e luvas de borracha (ou sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés). A água sanitária mata as leptospiras e deve ser utilizada para desinfetar reservatórios de água: um litro de água sanitária para cada 1.000 litros de água do reservatório. Para limpeza e desinfecção de locais e objetos que entraram em contato com água ou lama contaminada, a orientação é diluir 2 xícaras de chá (400ml) de água sanitária para um balde de 20 litros de água, deixando agir por 15 minutos. Também o controle de roedores, com o acondicionamento e destino adequado do lixo, armazenamento apropriado de alimentos, desinfecção e vedação de caixas d´água, vedação de frestas e aberturas em portas e paredes, etc. O uso de raticidas (desratização) deve ser feito por técnicos devidamente capacitados. (Fonte: Ministério da Saúde)

Dizem por aí

Fiquei sabendo que o Hino Nacional foi só o início. Em breve, também teremos nas escolas, tabuada, caligrafia, conjugação de verbos, ditado, contas de somar, diminuir, multiplicar e dividir. Não demora muito, será a vez das equações e, supremo terror, das redações.

Hemeroteca

A Marambaia, depois dos Breves e antes da Marinha – Jornal “A Noite” – 1933

28 de fevereiro de 2019


Frase do dia

Eu tô só vendo, sabendo, sentindo, escutando e não posso falar. Tô me guardando pra quando o carnaval chegar. (Chico Buarque)

Pêsames

Notícia divulgada na manhã de hoje através das redes sociais informa o falecimento precoce do fotógrafo Eliseu Lima Santos, atuante e conhecido profissional de Mangaratiba.

Atropelamento

Aconteceu no início da tarde de ontem, na rodovia Rio Santos, na altura do posto Capixaba, após a descida do túnel entre Muriqui e Itacuruçá, o atropelamento com morte de um senhor que, pelas primeiras informações, vendia laranjas e iria entregar seus produtos na lanchonete do posto de gasolina. A demora nas providências de perícia e remoção do corpo fizeram que o mesmo ficasse exposto no local durante toda a tarde e início da noite.

Audiência da Enel

Manifestação do vereador Humberto Costa a respeito da audiência realizada na câmara municipal de Mangaratiba na última terça-feira com a presença de dirigentes da concessionária de energia Enel. “Em resposta ao nosso ofício, sobre os crescentes aumentos nas contas de energia. A empresa ENEL, através de seus representantes, esteve na câmara municipal de Mangaratiba, nos esclarecendo sobre alguns pontos que tanto nos aflige. Apesar de tantos dados técnicos e gráficos, o que basicamente nos foi dito, é que o aumento se deve à vários fatores. Tais como, furto de energia, impostos embutidos na conta, regulamentações da ANEEL, e outras variantes. Eu, como vereador e consumidor, não me dou por satisfeito com tais respostas. Estaremos, eu e os outros vereadores, pedindo uma audiência pública, para que dê forma efetiva, possamos reaver os nossos direitos de consumidores.” (Humberto Costa – vereador)

Olho vivo

Há informações, especialmente entre comerciantes do município, que está havendo “derrame” de notas de dinheiro falso no comércio local. Ao contrário do que se poderia imaginar, não são só as notas altas de cinquenta e cem reais as falsificadas, mas até mesmo notas de dez e vinte reais.

A hora do divórcio

Parece “karma”, mas pela enésima vez nos últimos trinta anos, correm notícias do iminente “divórcio” entre o prefeito Alan Bombeiro e seu vice, Chicão da Ilha. Ao que consta, diversos indicados pelo vice prefeito para ocupar cargos e posições na administração pública estão sendo exonerados. A conferir.

Mar de lama

O ex-governador Sérgio Cabral, em suas confissões ou delações, promete revelar a verdadeira face da política nos 92 municípios do estado, enquanto esteve no poder. Cada município terá sua história contada por Cabral, com seus repasses de valores obtidos com verba da corrupção no estado. Tem gente na região que já contratou um caminhão de rivotril para atender aos ex-prefeitos e candidatos que tiveram seu apoio. Na verdade Cabral está pagando a esses personagens com a mesma moeda daqueles que o delataram. A maioria desses prefeitos e ex-prefeitos, depois da prisão de Cabral, o abandonaram e achavam que ele estava morto. Pois estavam errados: Cabral ainda pode fazer um estrago muito grande na vida daqueles que com ele participou de todas as trapaças que levaram o estado do Rio a falência. Na verdade essas declarações de Cabral ao MPF deverá ganhar força quando ele for depor na PGR em Brasília. É porque é provável que em sua delação tenha pessoas com foro privilegiado. Vamos aguardar depois da folia.

Hemeroteca

No início dos anos sessenta, do século passado, o jornal Última Hora publicava, entre janeiro e março, as três notícias abaixo. Além da referência em homenagem ao “eterno guarda-vidas” de Itacuruçá, o Genilton Marçal, também vale o registro de que o então prefeito não era nem se achava o “dono da bola” pois, para contratar um simples guarda-vidas, numa época em que nem se cogitava em obrigatoriedade de concursos públicos, pediu autorização à câmara municipal.

27 de fevereiro de 2019


Frase do dia

Nunca ande apenas pelo caminho traçado, pois ele conduz somente até onde outros já foram. (Alexander Graham Bell)

Tudo como d’antes

A reunião realizada no dia de ontem na Câmara Municipal de Mangaratiba, com representantes da ENEL a respeito dos problemas de fornecimento de energia elétrica no município mostrou-se pouco satisfatória. Algumas perguntas formuladas tiveram respostas genéricas. Ficou no ar a impressão de que a empresa apenas atendeu ao convite da câmara, mas sem maiores intenções de se comprometer com qualquer plano futuro de melhoria. Há informações de que o presidente da câmara, vereador Charles Graçano, irá propor a realização de outra audiência pública em breve.

Defeso do camarão

Informa a secretaria de agricultura e pesca que, a partir da próxima sexta-feira, até o dia 31 de maio de 2019, inicia-se o período do defeso do camarão, sendo totalmente proibida a pesca de algumas espécies. Segundo a secretaria, a média da captura de camarão no município fica em torno de 100 toneladas por ano.

Pátria, palavra esquecida

Na minha época de escola que foi no governo militar, nós cantávamos o hino nacional, aprendíamos outros hinos como o da bandeira, da independência, os hinos da marinha lindíssimo, do exército, da aeronáutica. Várias escolas tinham aulas de música e corais que faziam encontros. Cantar o hino nacional nas escolas vai ensinar os estudantes a voltar a ter patriotismo. (Hilda Martins, via facebook)

A propósito

Cantar o hino nacional das escolas, pelo menos uma vez na semana, é lei federal antiga, aliás, tornada obrigatório em 2009, no governo Lula e cujo ministro da Educação era o Fernando Haddad.

Sem noção

Alguns meios de comunicação estão tratando a sério, uma possível “fake news” que circula nas redes sociais informando que o presidente Jair Bolsonaro estaria convocando todos os homens entre dezoito e sessenta anos para um treinamento obrigatório e incomunicável, entre os dias 1 e 6 de março, prevendo um possível conflito com a Venezuela. O que deixaram de perceber é que se trata de uma enorme “gozação” quanto a uma possível desculpa masculina para “desaparecer” durante o carnaval e só voltar para casa na quarta-feira de cinzas..

Antes e depois – hemeroteca

Até o ano de 1949, Muriqui era uma vila pertencente a Itacuruçá. Em 1938, o jornal “O Malho”, indicava a praia de Itacurussá como um lugar atraente para as pessoas que gostavam de natureza. A imagem fotográfica captada, no entanto, era da praia de Muriqui.

Antes e depois – hemeroteca II

Já após a criação do distrito de Muriqui, e com a grande presença de “veranistas endinheirados” em Itacuruçá, o distrito passou a ser desaconselhado como destino turístico para quem queria fugir da agitação do Rio de Janeiro, como mostra o artigo da revista “O Cruzeiro” de 1958.

26 de fevereiro de 2019


Frase do dia

Quem esquece de onde veio, não faz ideia de para onde vai. (Bráulio Bessa)

Carnaval 2019

A Prefeitura de Mangaratiba esclarece que não realizará a festa oficial de Carnaval neste ano de 2019. A preparação das festividades foi interrompida após avaliação das despesas do município, em conjunto com a Secretaria de Turismo e o Prefeito. Desde o início da preparação das festividades, o Prefeito determinou à Secretaria de Turismo que os custos da festa deveriam passar pelo clive da disponibilidade financeira, de forma que a decisão pela realização da festa não comprometesse as finanças do Município e a rotina de investimentos. Dessa forma, definiu-se uma série de condições para a realização da festa, como a redução dos custos e a busca de parcerias. Entendendo que o momento, econômico e político, exige cautela e responsabilidade e considerando a inviabilidade da realização do carnaval oficial de Mangaratiba sem as parcerias previstas, o Prefeito, junto com o Secretário de Turismo, decidiram pelo cancelamento da festa oficial, mantendo, portanto, o apoio aos blocos de rua com a Guarda Municipal e a logística de Trânsito. Todavia, a Prefeitura se compromete a viabilizar, ao correr do ano, outras festividades culturais de grande porte e relevância, considerando sempre a situação econômica do Município. Reconhecemos que a festa gratuita preparada pela Prefeitura é tradição há alguns anos e muito aguardada pela comunidade, por isso, a Prefeitura pede desculpas aos mangaratibenses e aos colaboradores e conta com a compreensão da população, já que esta medida está sendo tomada para não comprometer os serviços essenciais do município, procurando assim manter em dia o compromisso com a população. (Nota oficial da Prefeitura de Mangaratiba)

A propósito

Já no município vizinho de Itaguaí, os antigos carnavais serão relembrados em evento que acontecerá no fim da tarde e noite desta quarta-feira.

Orla de Muriqui

A proibição para estacionamento na orla de Muriqui, nos fins de semana, me agradou bastante. Claro que é o ponto de vista de moradora e não de comerciante ou visitantes, por isso, peço até que me desculpem se minha opinião desagradar aos outros segmentos da população. Mas, como nem tudo é perfeito, existem falhas que agora, já tão perto do carnaval, será impossível de se reorganizar. As motos na contramão, os famigerados pontos de funk e a falta que uma ronda policial faz, é inaceitável. De sábado para domingo, por volta das 4:00 hs da manhã, presenciei um linchamento absurdo que acordou todos aqui em casa, inclusive as crianças. E convenhamos, é um espetáculo de selvageria apocalíptica! O cidadão que não é adepto desta prática de “justiça” pelas próprias mãos, fica impotente em tentar evitar que um “possível” ladrão seja morto e que no lugar dele, brote uns 10 assassinos. Extermina-se um possível “fora da lei” e gera outros 10 “fora das leis”. Gritamos, ligamos para PM, DPO e nada de termos o respaldo para que isso fosse evitado. Ninguém atende os chamados! Claro que os gritos contribuíram para que outras pessoas tentassem ajudar, sob o risco de serem agredidas ou se transformasse em confusão generalizada, pois na mesma proporção que nossos gritos incentivaram outros a sair da passividade de espectador da barbárie, também irou os “justiceiros” que intensificaram o linchamento em nome da “moral e dos bons costumes”. Enfim, o rapaz foi retirado dali por almas mais sensatas e socorrido (assim espero). Gostaria de deixar este alerta de que o furdunço, vem sempre no horário em que a presença das instituições que deveriam garantir nossa paz se faz necessária e que nunca estão disponíveis. Ah! E as fiscalizações diurnas? Se ocorreu, esqueceram do trecho em que moro, pois mesas, cadeiras, sujeira e invasão de espaço, continuaram. E para aqueles que dirão: “Tá com peninha do suposto ladrão, leva para casa!” Respondo:” Tá com peninha dos possíveis assassinos, leva para casa e dê farinha láctea para eles ficarem bem fortinhos e justiçarem mais adiante, a primeira criança que pular um muro para pegar uma bola.” (Leila Castro, via facebook)

Chuvas de verão

A chuva que caiu forte, no fim da tarde de ontem, não chegou a durar meia hora na maioria dos distritos, entretanto, causou muitos estragos na Serra do Piloto, como se pode constatar nas imagens abaixo, divulgadas pela página Portal Mangaratiba.

Serra do Piloto

Não é de hoje – Hemeroteca

A notícia printada a seguir é do extinto jornal “O Paíz”. O ano, 1922, há quase um século.