12 de maio de 2021

Nunca fales dos homens para os criticar ou elogiar, e menos ainda para fazer comparações entre um e outro. (Epiteto)

Sem saída

Até o último dia do mês de abril, eram três equipamentos ATM do banco 24 horas em Itacuruçá. O mês de maio começou com a notícia de que as duas máquinas instaladas na padaria da praia seriam desativadas. Logo a seguir, no último final de semana, ladrões tentaram explodir (sem sucesso) o terceiro equipamento, instalado numa padaria do Cerrado. Num primeiro momento, a empresa até tentou reparar os danos, mas, segundo moradores das proximidades, logo desistiram e recolheram a máquina. Não se sabe, até o momento, se a retirada foi feita para substituir o ATM ou se é uma retirada definitiva. A única certeza é que retirar dinheiro, agora, só em Itaguai ou em Mangaratiba.

Vacina em números

O Brasil ultrapassou o Reino Unido no total de doses aplicadas de vacinas contra covid-19 e agora assumiu a quarta posição no ranking de países que mais aplicam imunizantes contra coronavírus. Os britânicos administraram menos de 52 milhões de doses até agora, enquanto o Brasil já se aproxima dos 53 milhões, de acordo com dados da plataforma independente de monitoramento vacinabrasil.org, desenvolvida e mantida pela Rice University, de Houston, nos Estados Unidos. O Brasil está atrás apenas de China, EUA e Índia, maiores produtores de vacina. (A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder)

Pesquisa

Levantamento nacional realizado pelo Paraná Pesquisas mostra que as Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) são a instituição em que o povo brasileiro mais confia, com 32,6%, enquanto Senado Federal e Câmara dos Deputados são aquelas que só inspiram confiança em 2,8% e 2,6% dos entrevistados. O Paraná Pesquisas verificou que o Supremo Tribunal Federal está em segundo lugar, com 18,2%, entre as instituições mais confiáveis enquanto a Presidência da República está em terceiro, com 14,8%. O Ministério público Federal se situa em 4º lugar na confiança dos brasileiros. O levantamento indicou que é muito baixo o conceito que os brasileiros fazem do Congresso Nacional, colocando-o na “lanterna” ou “zona de rebaixamento”, como se diz na linguagem do futebol. (Fonte: Diário do Poder)

A revolta da chibata

No início do Século 20 a Marinha brasileira reproduzia, com os militares subalternos, o que acontecia dentro das senzalas no século anterior. Nos navios das forças armadas era proibido entrar com bebidas, mulheres e até com certos tipos de cigarros. Se um dos homens fosse pego burlando as regras levava 25 chibatadas. A grande maioria dos marujos do chão do navio era formada por negros e nordestinos. A alimentação era horrível, basicamente o prato dos homens era formado por restos de carnes, arroz e feijão de qualidade ruim e muitas vezes com larvas e azedos. Um dia, Marcelino subiu ao navio com duas garrafas de cachaça. Ele foi delatado por um dos oficiais (todos os oficiais eram brancos). Ao saber do que tinha ocorrido Marcelino, cuja alcunha era Baiano, tentou dar uma navalhada no colega. Um homem negro e nordestino tentando navalhar um jovem oficial branco não era admitido na Marinha brasileira. Então, o capitão do navio resolveu dar um castigo exemplar para Marcelino. Mandou enfileirar todos os marujos e deu a ordem para darem 250 chibatadas nas costas do marujo. Isso mesmo, 250 chibatadas. 10 vezes a mais do que era permitido no regimento interno. Claro que Marcelino não aguentou a intensidade do castigo. Caiu morto no chão. Dias depois, um homem chamado João Candido junto a outros marujos, organizaram a maior revolta da história das forças armadas brasileiras. Ele e seus companheiros tomaram vários navios de guerra e apontaram seus canhões para a capital do país.

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

6 comentários em “12 de maio de 2021”

  1. Professor
    Esta sua prática de só publicar os comentários quando melhor lhe aprouver remete ao féretro da coluna (ainda bem ) do indefectível Lacerda, e a migração da Leila para o Face.
    Reivindico como o último dos comentaristas/leitores maior dinâmica da caríssima coluna.
    Ou mande Zé Antônio me avisar do horário…
    Beijos.

  2. Professor
    Encontro pessoas ,antigas às vezes, que viveram a nauseabunda ditadura defendendo a “Intervenção militar com B no poder”.
    Não posso acreditar em tanta imbecilidade histórica.
    400 massacrados (bobagem diante da pandemia) .
    Fechamento do Congresso.
    Censura à imprensa.
    Desvios(roubos)escondidos e ufanismo ridículo..
    Que mais que tu quer?
    É O SEU CASO???????

  3. Professor
    O senhor está do lado da morte ou da vida?
    Eu estou do lado da morte por inevitável,
    Mas por enquanto gostaria de ficar mais um pouquinho aqui,
    Bolsonaro não quer deixar.
    Economia primeiro.
    Mas eu ganho e gasto direitinho.
    Melhor deixar eu vivo?

  4. Professor.
    Vosmicê era Charlinhista apesar de todas as evidências de roubismo explícito.
    Sempre achei a primeira dama Andréa muito insinuante.
    Assim como acho Michele Bolsonaro um petisco.
    Seria um caso gastronômico?
    Louvo seu gosto….
    Ps.: mas as primeiras bolsonarentas eram ainda mais apetitosas ,apesar de terem uma propensão imobiliária ainda mais aguçada.Uma era miss.
    Nosso presidente tem uma tesão invejável:
    Tá fudendo o Brasil…

  5. Nunca fales dos homens para os criticar ou elogiar, e menos ainda para fazer comparações entre um e outro. (Epiteto)
    Até para medir precisamos comparar: metro,centímetro,etc…
    Tivemos certa época Clinton lá e FHC aqui.
    Noutra Trump lá e Bolsonaro aqui.
    Não compare com força para não vomitar.
    Obs.: Cabô vacina…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: