01 de abril de 2021

Os pescadores sabem que o mar é perigoso e que a tempestade é terrível, mas nunca julgam esses perigos como razão suficiente para permanecer em terra. (Vincent Van Gogh)

Mimimi

Em vista da reclamação, através das redes sociais quanto à vacinação da atriz Regina Casé, a prefeitura emitiu a seguinte e serena nota oficial:  “A Prefeitura de Mangaratiba esclarece que todos os 4.982 cidadãos vacinados no município até este momento estão dentro dos grupos prioritários delimitados pelo Ministério da Saúde, possuem residência comprovada na cidade e cadastro na rede municipal de saúde. Todo o processo de imunização está sendo feito com total transparência e é acompanhado diariamente pelo Ministério Público, que tem acesso aos CPFs e demais dados de cada pessoa imunizada. Neste momento, a Prefeitura está concluindo a aplicação da 1° dose para pessoas acima de 70 anos (nos distritos aonde a cobertura vacinal ainda não atingiu 100% da população desta faixa-etária) e iniciando paralelamente a vacinação de pessoas que tenham entre 65 e 69 anos. Por fim, a Prefeitura esclarece que não faz distinção entre os cidadãos, sejam eles com notoriedade pública ou não. A regra para ser vacinado é a mesma para todos: estar dentro da faixa etária do público alvo, possuir residência comprovada no município e estar agendado para a vacinação, agendamento este que é feito pelas equipes de Estratégia de Saúde da Família.”

Modelo inglês

Há que se registrar que a organização da vacinação em Mangaratiba segue o modelo do Reino Unido, no qual não se abrem postos de vacinação para os quais diversas pessoas acorrem e formam longas filas que, em alguns lugares, chegam a “virar a noite”. Aqui, a opção pelo agendamento está sendo bastante elogiada por quem já tomou a vacina, vez que sendo com hora marcada, não há aglomeração nem fila de espera. Todo o processo, para cada indivíduo, dura menos de dez minutos.

Boletim covid19

Em dezembro, eram 43 óbitos em Mangaratiba. Em fevereiro, 56. No meio de março 61, ontem, quinze dias depois, já são 74 óbitos com 4 ainda em investigação.

boletim 15 de março-horz

Números

Março terminou, mas, mesmo sem os dados da vacinação de ontem, é possível afirmar que o mês mais mortal da pandemia também comprovou a capacidade de estrutura e logística brasileira para grandes campanhas de imunização. A chegada de insumos para as vacinas levou o Brasil a mais que triplicar o ritmo da vacinação, passando de uma média de 205 mil doses diárias para 694 mil, alta de 238% segundo o vacinabrasil.org. O ritmo atual de vacinação já é melhor que o do elogiado Reino Unido. Só ficamos atrás de EUA, Índia e China no número de aplicações diárias. Em números totais, o Brasil havia aplicado exatas 8.465.403 doses até o dia 28 de fevereiro e fechou o dia de ontem com mais de 22 milhões. O número de doses disponibilizadas aos estados chegou a 35 milhões, das quais 29 milhões já foram distribuídas para aplicação na população. (A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder)

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: