18/19 de maio de 2020

Frase do dia

Sei que nada será como está, amanhã ou depois de amanhã. (Milton Nascimento)

Especial

Em virtude de entrevista concedida ao blog na manhã de hoje pelo prefeito Alan Bombeiro, apresentamos  uma postagem especial sobre os assuntos abordados.

Panorama geral

O primeiro assunto disse respeito à existência ou não de estudos quanto à retomada da vida normal no município, após essa crise mundial de saúde. Disse o prefeito que, no atual momento, a primeira e principal preocupação é com a vida e saúde de todos, com o enfrentamento dos desafios, para impedir ou ao menos minimizar a entrada da pandemia em Mangaratiba. Quanto ao turismo, nossa principal atividade econômica, há que se pensar seriamente na busca de um novo perfil do turista que nos visita. Lembrou ele que há diferenças significativas entre o típico turista de Itacuruçá e Muriqui, em relação aos que procuram os hotéis de luxo e Conceição de Jacareí. Os turistas estrangeiros certamente levarão muito mais tempo para voltar a frequentar a região. Há, portanto, que se buscar desenvolver outras vertentes, como o turismo de natureza, as trilhas, as visitas a cachoeiras e parques ecológicos. Como curiosidade, destacou que muitas pessoas estão admiradas com o ressurgimento de praias e cachoeiras de águas límpidas, como já não se via há muito tempo, sinal do quanto temos maltratado nossa natureza nas últimas décadas. É, em suas palavras, o momento ideal para um projeto de futuro do turismo no qual consigamos retomar os áureos tempos em que fomos o terceiro destino turístico mais procurado do Rio de Janeiro, perdendo apenas para o Corcovado e o Pão de açúcar.

Comércio e serviços

Na esteira do primeiro assunto, abordamos a questão de que Mangaratiba se caracteriza pelo comércio e serviços voltados para o turismo. A situação atual, com dois meses de medidas restritivas, é que quiosques, restaurantes, pousadas, hotéis, barqueiros que fazem pesca amadora e transporte de turistas estão à míngua ou quase falindo. Respondeu o prefeito que está se esforçando, especialmente junto a empresas com interesse na região e instituições financeiras, para que sejam encontrados meios e modos de facilitar linhas de crédito para pequenos empreendedores. O processo de recuperação certamente será lento, mas todos os esforços possíveis serão empregados.

Educação

O ano escolar, no molde tradicional de duzentos dias letivos já está completamente comprometido. Questionado a respeito da existência de estudos e planejamento sobre como ficará a situação dos estudantes, em particular os que estarão concorrendo ao Enem no fim do ano, respondeu o prefeito que, de maneira geral, a retomada de todo o processo educativo municipal deverá seguir as orientações e normativas emanadas do governo federal, através do ministério da Educação. Acrescente-se que a Prefeitura de Mangaratiba, através da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer, acaba de prorrogar a suspensão das aulas por mais trinta dias, conforme a portaria 473 de 12 de maio de 2020 do Ministério da Educação, cuja abrangência é nacional.

Educação II

Lembrando que Mangaratiba foi a primeira cidade brasileira a pleitear a utilização da verba do Fundeb destinada à alimentação escolar para montar cestas básicas para distribuição aos alunos da rede, informou o prefeito Alan Bombeiro que a distribuição de alimentos continua para os estudantes, na base de um kit alimentação por aluno. Assim, famílias que têm dois ou mais dependentes estudantes, recebem e receberão tantos kits quanto forem os filhos matriculados na rede municipal de ensino. Acrescentou, ainda, uma novidade, relacionada à questão da perda de conteúdo educativo informando que, considerando a impossibilidade local em contar com soluções como aulas online e uso da internet, vez que grande parte dos estudantes e famílias não tem acesso a esse tipo de solução tecnológica, junto com o kit alimentação também está sendo enviado aos alunos um kit de estudos simplificado, composto de material de exercícios e leitura que servirão, pelo menos, para que os estudantes não percam contato com o processo de aquisição de conhecimentos, mas sem nenhum tipo de cobrança de conteúdo.

Saúde

No que diz respeito à saúde, afirmou o prefeito que várias equipes foram mobilizadas para a aplicação da vacina regular contra a gripe no sistema “de casa em casa”. O esforço deveu-se à principal diretriz estabelecida para toda a atuação do poder público durante essa pandemia, que o amor ao próximo é o essencial. Haverá, sim, solução para os casos daqueles que eventualmente ficaram sem receber a vacina contra a gripe H1N1, mas não podemos perder de vista que todos os servidores diretamente envolvidos no atendimento à saúde já estão trabalhando praticamente além do limite. Assegurou que entre os infectados pelo Covid19, mais de trinta são servidores da área da saúde. Demonstrou forte indignação com relação às atitudes de pessoas que por simples interesse político de fazer oposição estão atacando médicos e enfermeiros, sem ao menos terem a piedade de levar em conta como anda a vida pessoal de cada um deles, se estão doentes ou não, como estão vivendo esses tempos difíceis com suas famílias.

Assistência Social

Apesar de algumas pessoas terem criticado o voucher de 72 reais, nem todos os beneficiários compareceram para receber. Do mesmo modo, muitas famílias de estudantes não retiraram os kits-alimentação a que teriam direito. Disse o prefeito que o trabalho nas duas áreas foi minucioso, com a devida identificação daqueles que têm direito e, nessa medida, tanto o voucher quanto o kit continuam à disposição desses munícipes. No entanto, considerando que muitos não foram buscar porque se julgaram não tão necessitados quanto outros, a prefeitura deverá disponibilizar linhas de comunicação, por zap ou telefone, para que esses informem que não pretendem receber o benefício e que o mesmo pode ser doado a outra pessoa ou família. Outra sugestão apresentada é que, aqueles que quiserem abrir mão do voucher ou do kit, compareçam, recebam e doem para alguém mais necessitado.

Bloqueio

Nas entradas dos distritos já existem barreiras controlando a entrada de pessoas que não sejam moradoras ou que venham a trabalho. Alguns moradores observam, no entanto, que diversos veículos passam nas barreiras sem serem incomodados. O prefeito esclareceu que  o poder público tem conhecimento dessa situação e foi além, acrescentando que, nos fins de semana, o monitoramento indica que Mangaratiba mal consegue atingir 30% de isolamento social. As causas são muitas, como, por exemplo, pessoas que têm residência de veraneio no município e vem passar fins de semana e até fazer festas. Nada que o poder público possa nesse momento impedir, posto que, nas entradas, apresentam documentos comprobatórios de que seriam moradores. Outro limite é que, enquanto as entradas dos distritos podem ser monitoradas, nada se pode fazer com relação àqueles que chegam pelo mar, saindo de outros municípios e aportando em marinas ou clubes náuticos.

Vale o registro

Hoje foi um dia especial. O chamado “mídia day”. Profissionais de imprensa da nossa região estiveram no gabinete do prefeito Alan Bombeiro para falar das ações de combate e prevenção ao COVID-19. Esta relação é importante para combater as notícias falsas. Pessoas más divulgam notícias mentirosas para confundir a população. Quando vemos personagens com compromisso com a verdade nos dá mais força e certeza de que estamos no caminho certo. Um forte abraço para o amigo Professor Lauro, do blogue ‘Noticias de Itacuruçá’, Alexandre Jaguanun, da TV Jaguanun, Marcelo e Welington do jornal Atual, Luís Calderini do Seropédica Online e Reinaldo e Miriam do Jornal de Mangaratiba. Foram mais de quatro horas de esclarecimentos e estreitamento da relação. A mídia independente ainda tem o poder de levar a veracidade à população e ajudar na comunicação direta. Como profissional de comunicação agradeço ao Prefeito Alan Bombeiro pelo reconhecimento da importância da imprensa na nossa cidade. (Robertinho Castilho, via facebook)

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: