24 de fevereiro de 2020

Frase do dia

Ficam suspensas, até a próxima quarta-feira, todas as críticas e reclamações dos brasileiros, cariocas e mangaratibenses. (Anônimo)

Carnaval – segundo dia

Surpreendente, em todos os sentidos, o carnaval deste ano em relação aos anteriores últimos dez ou quinze anos aqui no município. A não ser nas áreas pré-definidas para a folia, em todos os distritos a população está podendo realizar suas atividades cotidianas. Há que se registrar que, para isso, também colaborou o tempo instável de sexta-feira e sábado. No entanto, o policiamento e a fiscalização da guarda municipal e das equipes de choque de ordem estiveram sempre presentes e visíveis. A fiscalização do choque de ordem, logo pela manhã, abordou diversos ambulantes, inclusive caminhões vendendo gelo, para verificar autorização. Nas ruas, um ou outro mais ousado “flanelinha” tentou faturar com o estacionamento de automóveis. Quanto a isso, sugere um leitor do blog que a guarda municipal utilize um veículo descaracterizado na fiscalização. Decerto irão surpreender alguns, que deixam de oferecer vagas assim que avistam os carros oficiais.

Carnaval – segundo dia II

Em Itacuruçá e provavelmente em todos os distritos, um dos principais focos da fiscalização foi a questão do estacionamento irregular. Em anos anteriores, a guarda municipal apenas multava (multa que nem sempre chegava ao dono do veículo) e o carro continuava fechando alguma garagem ou atrapalhando a circulação. Neste carnaval, com o apoio de caminhões guincho, não apenas foram multados mas muitos recolhidos ao depósito em Mangaratiba, de onde só sairão após todos os registros e pagamento de multas no próximo dia útil.

Carnaval – segundo dia III

Ainda na questão da fiscalização, vale registrar a corretíssima postura de “servidor público” do secretário de segurança e trânsito que, ante essa denúncia de uma moradora, através das redes sociais, não se furtou a responder. Disse ela: “Esse trailer está no ponto final do ônibus de Itacuruça inibindo a passagem dos pedestre. Está desde de quinta feira. Gostaria de saber se é possível isso. Talvez possa está enganada. Desde de já digo nada contra. Somente para contribui com a ordem publica.” Algum tempo depois, a moradora recebeu a seguinte resposta: “Vi, com os agentes de trânsito do local que me informaram que o trailer está engatado no carro da frente, sendo utilizado como habitação temporária. Nesta condição, conforme a Constituição Federal, goza das garantias destinadas ao domicílio. O trailer em si está fora da vaga do ônibus no ponto. Está à frente dela. Está em vaga pública destinada a estacionamento de veículos. À luz da lei de trânsito, no art 181 e incisos, que prevê as proibições de estacionamento e parada, não há infração que possa servir para remover do local por reboque. Espero ter ajudado. Muito obrigado pela informação e preocupação. Att Norberto Marques Costa Secretário.”

Carnamar 2020

Como esperado, aconteceu ontem, a retomada do Carnamar. O evento atraiu inúmeras embarcações de pequeno e médio porte, mas poucos saveiros. A balsa de som efetivamente estava em melhores condições do que em anos anteriores. Vale lembrar que já houve Carnamar sem balsa de som porque a mesma foi interditada pela Marinha por excesso de gambiarras. Não ocorreram incidentes no percurso, mesmo assim, passando a folia, a prefeitura ainda deverá explicações quanto ao gasto de mais de duzentos mil reais no evento.

Ressaca

Uma forte ressaca no início da tarde de ontem atingiu praias de Ubatuba e litoral sul do Rio de Janeiro. O fenômeno natural já havia sido alertado em boletim de mau tempo pela Marinha do Brasil. A ressaca é caracterizada pelo movimento violento de ondas, que provoca uma grande elevação da superfície do mar. Em Mangaratiba, além do centro, a área mais atingida foi a Praia do Saco, onde as ondas avançaram pela orla e até ruas internas. Por conta disso, a Secretaria de Cultura, Turismo e Eventos suspendeu os shows previstos para o local por causa de danos no sistema de energia elétrica da orla. A rede foi desligada por precaução, como medida de segurança. A programação nos demais locais permaneceu normal.

Sem noção

Não é que teve gente, nas redes sociais, querendo culpar o atual prefeito, pela ressaca de ontem?

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: