03 de junho de 2019

Frase do dia

“Não se colhem figos de espinheiros, nem uvas de urtigas. Quem é bom, tira coisas boas do tesouro do seu coração. Mas quem é mau tira coisas más do seu tesouro, que é mau” (Lc 6,44-45).

Princípio da prioridade

Na manhã de sábado, mais um barco transportado em carreta, derrubou cabos de energia, telefonia e internet no caminho para a Marina de Itacuruçá. Com o incidente já ocorrido e veículo indo embora sem cuidar dos problemas causados, não restava à administração do distrito nada além do que buscar contato com a concessionária de telefonia para recolocar o cabo em sua posição original, vez que se encontrava arriado a menos de um metro de distância do solo. As horas se passaram e nada da equipe da concessionária de energia aparecer para solucionar o problema. Nesse meio tempo, cerca de três horas, moradores da região constataram enormes dificuldades dos motoristas que cruzavam a via para ultrapassar o obstáculo. Temendo algum acidente, voltaram a acionar o poder público que, imediatamente, enviou uma equipe da guarda municipal de trânsito para, pelo menos, controlar a movimentação de veículos no local até à chegada da concessionária. Passadas algumas horas, e sem nenhuma providência dos responsáveis pelo cabo, acertada decisão da administração municipal foi serrar totalmente o cabo, desobstruindo a via. Provavelmente cerca de trezentos telefones fixos devem ter ficado mudos e, até a noite de ontem, mais de vinte e quatro horas após o episódio, a tal concessionária ainda não apareceu.

Inesperada frente fria

No início da noite de sábado, sem sequer registro preventivo até mesmo nos sites especializados em clima, Mangaratiba foi atingida pela entrada de uma forte frente fria que trouxe muita chuva, rajadas de ventos e até granizo. A ventania atingiu diversos pontos da cidade derrubando muitas árvores e até destelhando casas. Vários pontos da Rio-Santos sofreram interdições parciais, desde o Portobello até Itacuruçá. As equipes dos Bombeiros, PRF e Guarda Municipal atuaram durante toda a noite para a liberação das pistas. Na estrada RJ-14, no trecho entre Ibicuí e Mangaratiba, uma árvore de grande porte derrubou toda rede elétrica e seu corte para desobstrução da rede elétrica demorou até o meio da madrugada. Na região da RJ 14 entre Itacuruçá e Muriqui, as sirenes de alerta ficaram acionadas durante toda a noite. Mal a luz voltou, no fim da madrugada, outra pesada carga de chuva desabou sobre o distrito de Itacuruçá, com outro corte de energia que, dessa vez, durou menos de vinte minutos.

Esclarecimento

Nota divulgada pela direção da UBS de Itacuruçá: “Quero deixar claro que a ambulância é para prestar serviços de socorro e saúdeàa população do nosso distrito e cobertura aos nossos vizinhos munícipes, caso seja assim solicitado, e também aos pacientes acamados, aos que estão necessitando de cuidados técnicos, aos pacientes com doenças graves, aos que necessitam de acolhimento, além do socorro imediato, caso seja solicitada. A mesma é equipada com GPS, e tenho na unidade um livro onde são relatadas todas as saídas, retornos, horários e nome dos pacientes que atendemos. Portanto, não se preocupem com o itinerário que fazemos. É o próprio médico ou enfermeiro que regula essas saídas. Eles são imparciais, o que conta é o estado geral que o paciente se encontra e o atendimento queprecisa receber. O que não vale são fotografias pra denegrir a imagem de quem está verdadeiramente trabalhando. Um dia você também pode precisar.

Turismo na Costa Verde

O cantor e guitarrista Frejat, ex-vocalista do Barão Vermelho, será a principal atração da 16ª edição do Festival de Música e Ecologia da Ilha Grande. O evento vai acontecer na Vila do Abraão, de 5 a 7 de julho. Outro artista já confirmado é Leoni, um dos fundadores do Kid Abelha e que segue em carreira solo. Frejat será a atração na noite de sexta-feira, 5 de julho. Já Leoni vai animar o sábado, 6 de julho. A atração principal de domingo e as bandas locais que vão tocar no evento ainda estão sendo definidas. Quanto ao festival propriamente dito, as inscrições terminam no dia 7 de junho. Os interessados em participar ainda têm alguns dias para se inscrever. O prazo para o cadastro das músicas vai até 7 de junho. Até o momento, de acordo com a TurisAngra, mais de 50 inscrições foram recebidas. A maioria das inscrições é de compositores de fora. Há gente da Bahia, Minas Gerais, São Paulo e de várias cidades do estado do Rio de Janeiro, além, claro, dos artistas de Angra dos Reis. A inscrição é gratuita e a ficha para participar encontra-se disponível para download no site da prefeitura de Angra dos Reis. Cada participante pode inscrever até três músicas no “Tema Livre” e duas no “Tema Ecologia”. As canções devem ser inéditas e originais, tanto na parte musical, como nos versos.

O mundo tem jeito

O navio Logos Hope, que abriga a maior livraria flutuante do mundo, com mais de 5 mil livros a bordo, atracará no Rio de Janeiro no dia 18 de setembro e permanecerá na cidade até o dia 8 de outubro. Ele pertence à GBA Ships, organização sem fins lucrativos registrada na Alemanha, e seu objetivo é levar conhecimento, ajuda e esperança a cada local que visita. Para isso, conta com o trabalho de 400 voluntários de 65 nações. O Logos Hope chegará ao Brasil no dia 23 de agosto, quando atracará em Santos. De lá seguirá para o Rio, onde permanecerá por 20 dias, e então rumará para Vitória, Salvador e Belém. Além de abrir suas portas para a venda de livros a baixo custo, o navio também faz doações literárias a várias entidades, como escolas e abrigos. Atividades artísticas, como teatro e concertos, costumam acontecer a bordo da embarcação. Os voluntários também deixam a embarcação para participar de projetos sociais nas cidades visitadas. Já ajudaram a construir escolas, hospitais e centros esportivos, assim como ofereceram ajuda médica e doações diversas, que vão de filtros de água a lentes para idosos.

Motel Santa Teresinha

Conta o anedotário popular que certa vez, em visita ao Brasil, um empresário português interessou-se pelo grande negócio que lhe pareceu ser explorar o ramo de motéis. Alguns anos depois, passado um tempo, voltou a encontrar seu amigo brasileiro que lhe questionou se estava indo bem na nova atividade. Respondeu que não, pois encontrara grande resistência da sociedade de sua cidade a tal empreendimento. O amigo brasileiro, após muitas perguntas, indagou qual o nome que teria escolhido para o local. O português respondeu de pronto, se dizendo muito devoto: “Claro que dediquei meu empreendimento à minha santa de devoção, santa Teresinha”. Ao que parece, é algo do tipo que o PT estuda para o futuro.

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Uma consideração sobre “03 de junho de 2019”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: