14 de maio de 2019

Frase do dia

É melhor ser ocasionalmente enganado do que viver permanentemente desconfiado. (B. C. Forbes)

Opinião

Nos dez anos de existência do blog, eventualmente sentimos a necessidade de lembrar que este espaço não se propõe a fazer jornalismo, mas apenas ser um “blog de opinião”. Como o próprio conceito diz, trata-se da opinião, apreciação, concepção, juízo do autor do blog a respeito de algum assunto. Sendo assim, a nosso ver, a crítica da senhora presidente do sindicato dos servidores, especialmente quando diz:  “É lamentável a falta de compromisso com a informação desse blog” ou, em outro trecho: “Espero que tais colocações tenham sido apenas um equívoco e não uma publicação tendenciosa”, em sua manifestação através da área de comentários, desrespeita o nosso direito de pensar diferente.

Modus operandi

Mais um morador de Itacuruçá, residente no bairro da Brasilinha, foi vítima de assalto na noite de ontem e teve seu automóvel, um Honda fit, levado pelo bandido. O modo de agir do meliante foi o mesmo utilizado há cerca de dois meses e na mesma área: um homem sozinho, andando pela rua semi-deserta e mal iluminada Boa Vista, aproximou-se do veículo prestes a entrar na garagem e, sob a mira de uma arma, rendeu o motorista e roubou o carro.

Iluminação pública

A sensação de insegurança, quanto à iluminação pública no distrito e no município é tão significativa que, notou um morador, no domingo à noite, mal passava das vinte horas, em Itacuruçá grande parte do comércio já havia fechado as portas e as ruas estavam desertas.

Jogo pesado

Depois de alguns meses de calmaria, Mangaratiba voltou ao noticiário do estado, dessa vez com a seguinte notícia: “O juiz Marcelo Borges Barbosa, responsável pela Comarca de Mangaratiba, na região da Costa Verde do Estado do Rio de Janeiro, está sendo investigado pela corregedoria do Tribunal de Justiça depois de reintegrar 30 policiais militares expulsos da corporação por formação de quadrilha. De acordo com as investigações, os policiais expulsos entraram na Justiça e procuraram a Comarca de Mangaratiba em busca de uma reintegração na corporação militar. Nenhum dos PMs morava na cidade, mesmo assim o juiz aceitou todos os pedidos. A Defesa de Marcelo Borges nega as acusações. Juízes da corregedoria e funcionários do Tribunal de Justiça estiveram, nesta segunda-feira (13), no Fórum de Mangaratiba e constataram que 1.500 processos estão parados na vara comandada pelo juiz Marcelo Borges Barbosa. No local, os investigadores recolheram documentos e computadores para perícia. Segundo a corregedoria do TJ, os policiais haviam entrado com o pedido de liminar em Mangaratiba mesmo quando os processos já vinham correndo em outros fóruns do estado. De acordo com as investigações, o juiz Marcelo Borges aceitou assumir a análise dos processos fora da abrangência de sua comarca. Na maioria dos casos, os PMs nem precisaram apresentar comprovantes de residência. Ainda segundo a corregedoria, o magistrado chegou a desrespeitar decisões de desembargadores que haviam derrubado as liminares concedidas por ele. Em alguns casos, os policiais conseguiram ser reintegrados aos batalhões um ano depois da expulsão determinada pela instância superior. O corregedor Bernardo Garcez disse que pedirá a abertura de um processo administrativo para que o magistrado seja obrigado a dar as explicações necessárias. O pedido ainda será avaliado já que dois desembargadores pediram para estudar melhor os documentos. Os investigadores ouviram o advogado de defesa do juiz Marcelo Borges. Ele negou as acusações”. (Fonte: G1)

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

3 comentários em “14 de maio de 2019”

  1. Eu tenho um processo há 4 anos no Forum de Mangaratiba que mesmo recebendo inserção de petições, não se movimenta.

  2. Mais uma vez, comprovamos q a nossa justiça também está contaminada. Bolsonaro tem q reformular todo o país e começar pelos três poderes sendo o primeiro, o judiciário q seria o único com.poderes pra consertar os outros dois.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: