26 de fevereiro de 2019

Frase do dia

Quem esquece de onde veio, não faz ideia de para onde vai. (Bráulio Bessa)

Carnaval 2019

A Prefeitura de Mangaratiba esclarece que não realizará a festa oficial de Carnaval neste ano de 2019. A preparação das festividades foi interrompida após avaliação das despesas do município, em conjunto com a Secretaria de Turismo e o Prefeito. Desde o início da preparação das festividades, o Prefeito determinou à Secretaria de Turismo que os custos da festa deveriam passar pelo clive da disponibilidade financeira, de forma que a decisão pela realização da festa não comprometesse as finanças do Município e a rotina de investimentos. Dessa forma, definiu-se uma série de condições para a realização da festa, como a redução dos custos e a busca de parcerias. Entendendo que o momento, econômico e político, exige cautela e responsabilidade e considerando a inviabilidade da realização do carnaval oficial de Mangaratiba sem as parcerias previstas, o Prefeito, junto com o Secretário de Turismo, decidiram pelo cancelamento da festa oficial, mantendo, portanto, o apoio aos blocos de rua com a Guarda Municipal e a logística de Trânsito. Todavia, a Prefeitura se compromete a viabilizar, ao correr do ano, outras festividades culturais de grande porte e relevância, considerando sempre a situação econômica do Município. Reconhecemos que a festa gratuita preparada pela Prefeitura é tradição há alguns anos e muito aguardada pela comunidade, por isso, a Prefeitura pede desculpas aos mangaratibenses e aos colaboradores e conta com a compreensão da população, já que esta medida está sendo tomada para não comprometer os serviços essenciais do município, procurando assim manter em dia o compromisso com a população. (Nota oficial da Prefeitura de Mangaratiba)

A propósito

Já no município vizinho de Itaguaí, os antigos carnavais serão relembrados em evento que acontecerá no fim da tarde e noite desta quarta-feira.

Orla de Muriqui

A proibição para estacionamento na orla de Muriqui, nos fins de semana, me agradou bastante. Claro que é o ponto de vista de moradora e não de comerciante ou visitantes, por isso, peço até que me desculpem se minha opinião desagradar aos outros segmentos da população. Mas, como nem tudo é perfeito, existem falhas que agora, já tão perto do carnaval, será impossível de se reorganizar. As motos na contramão, os famigerados pontos de funk e a falta que uma ronda policial faz, é inaceitável. De sábado para domingo, por volta das 4:00 hs da manhã, presenciei um linchamento absurdo que acordou todos aqui em casa, inclusive as crianças. E convenhamos, é um espetáculo de selvageria apocalíptica! O cidadão que não é adepto desta prática de “justiça” pelas próprias mãos, fica impotente em tentar evitar que um “possível” ladrão seja morto e que no lugar dele, brote uns 10 assassinos. Extermina-se um possível “fora da lei” e gera outros 10 “fora das leis”. Gritamos, ligamos para PM, DPO e nada de termos o respaldo para que isso fosse evitado. Ninguém atende os chamados! Claro que os gritos contribuíram para que outras pessoas tentassem ajudar, sob o risco de serem agredidas ou se transformasse em confusão generalizada, pois na mesma proporção que nossos gritos incentivaram outros a sair da passividade de espectador da barbárie, também irou os “justiceiros” que intensificaram o linchamento em nome da “moral e dos bons costumes”. Enfim, o rapaz foi retirado dali por almas mais sensatas e socorrido (assim espero). Gostaria de deixar este alerta de que o furdunço, vem sempre no horário em que a presença das instituições que deveriam garantir nossa paz se faz necessária e que nunca estão disponíveis. Ah! E as fiscalizações diurnas? Se ocorreu, esqueceram do trecho em que moro, pois mesas, cadeiras, sujeira e invasão de espaço, continuaram. E para aqueles que dirão: “Tá com peninha do suposto ladrão, leva para casa!” Respondo:” Tá com peninha dos possíveis assassinos, leva para casa e dê farinha láctea para eles ficarem bem fortinhos e justiçarem mais adiante, a primeira criança que pular um muro para pegar uma bola.” (Leila Castro, via facebook)

Chuvas de verão

A chuva que caiu forte, no fim da tarde de ontem, não chegou a durar meia hora na maioria dos distritos, entretanto, causou muitos estragos na Serra do Piloto, como se pode constatar nas imagens abaixo, divulgadas pela página Portal Mangaratiba.

Serra do Piloto

Não é de hoje – Hemeroteca

A notícia printada a seguir é do extinto jornal “O Paíz”. O ano, 1922, há quase um século.

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: