17 de julho de 2018

Frase do dia

Em verdade te digo que esta noite, antes que o galo cante três vezes me negarás. (Mateus 26:34)

Nem tudo são flores

Após alguns dias de “lua de mel” com o poder, o prefeito interino passa a enfrentar o lado espinhoso de ser o principal gestor do município. Dessa vez, por conta da, programada para hoje, manifestação da enfermagem que, há tempos, reivindica direitos. Tentando ser diplomático e, ao mesmo tempo, demonstrando certa irritação com a cobrança, ele respondeu à pressão nos seguintes termos: “Acho uma covardia a Prefeitura pagar cerca de 840 reais ao técnico de enfermagem, não concordo, maldade com esses profissionais tão importantes para a área de saude. Estou a 2 semanas no cargo de Prefeito de Mangaratiba, no dia que assumi a cadeira de Prefeito, recebi 2 técnicos de enfermagem, onde após ouvir as reinvindicações, solicitei ao Financeiro que fizesse um estudo para que eu pudesse conceder o piso salarial dos técnicos, alem disso, marquei de receber alguns representantes da classe, às 10 hs da manha desta terça feira. Tiveram mais de 1 ano e meio para fazer manifestações, não fizeram. Querem que eu em 10 dias resolva o problema? Como? Sem um estudo financeiro? Sem terminar de auditar os contratos? Sem o dinheiro do Declan ser depositado na Prefeitura? Sem saber o impacto que os resíduos pagos pela administração passada vai gerar na folha? Vou administrar com responsabilidade, não vou praticar ações politiqueiras, seria maravilhoso que todos entendessem que Mangaratiba precisa de uma administração séria, quero resolver os problemas, e vou resolver, mas não posso concordar com uma manifestação política nesse momento! Desde o inicio me coloquei à disposição para receber representantes da classe, manifestação se faz necessária pra quando o Prefeito não quer receber ninguém e não quer resolver. Analisem os líderes do movimento e vejam a quem eles são ligados. Qual a real intenção deles? Se a oposição quer o bem da cidade, deveria não atrapalhar!”

Eleições suplementares

Em consulta ao Tribunal Regional Eleitoral a respeito das eleições suplementares em Mangaratiba, o atuante morador Rodrigo Âncora da Luz recebeu a seguinte resposta oficial a respeito do tema específico.

Resposta do TRE

Mas, como assim?

O diário oficial de Mangaratiba do último dia 9 de julho publicou um ato que é, no mínimo, surreal. Nele, o novo presidente da Fundação Mário Peixoto exonera seu antecessor. Tal exoneração deveria ter sido feita pelo prefeito, a autoridade superior a ambos.

FMP

Renegado

O filho do ex-governados Sérgio Cabral, que é deputado federal, Marco Antônio Cabral, escolheu a estratégia de tirar o sobrenome Cabral de sua identificação como político. Agora, já está em campanha para ser reeleito, e se apresenta apenas como Marco Antonio.

O óbvio

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, finalmente “bateu de frente” com o judiciário, que resolveu “cortar-lhe as asas”.

O óbvio

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Uma consideração sobre “17 de julho de 2018”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: