11 de julho de 2018

Frase do dia

O homem verdadeiramente prudente não diz tudo quanto pensa, mas pensa tudo quanto diz. (Aristoteles)

Nota

Alguns leitores do blog têm reclamado da ausência de postagens desde o último dia 5 de julho. Houveram postagens sim, exceto nos dias 6 e 7 de julho, em virtude de uma viagem particular do redator do blog.

Eneel

Moradores de alguns distritos de Mangaratiba não puderam assistir ao jogo entre França e Bélgica no dia de ontem por falta de fornecimento de energia entre quatro e cinco horas da tarde. A Empresa não é belga nem francesa. A Enel Brasil Investimentos Sudeste S.A. é o braço da elétrica italiana Enel.

O imponderável

A desclassificação do Brasil para a disputa das finais da copa do mundo de futebol trás à tona os “desígnios do destino”, como por exemplo quem serão os verdadeiros campeões de 2018: França versus Inglaterra ou os Javalis selvagens da Tailândia?

Javalis selvagens

A Copa do Mundo da esperança tem um campeão. O time de futebol amador tailandês Moo Pa, ou Javalis Selvagens, que foi resgatado com vida do complexo de cavernas de Tham Luang, em Bangkok, na Tailândia, após ter entrado no local no dia 23 de junho, para uma trilha no intervalo de um treino. O treinador assistente Ekkapol Chantawong, de 25 anos, decidiu levar 12 rapazes da equipe, de 11 a 16 anos, para uma curta caminhada. Eles já conheciam a região, mas foram surpreendidos por uma tempestade, que inundou os túneis do complexo de cavernas. O volume de água foi grande e deixou o time preso, praticamente sem comida e na escuridão. Foram dias de drama e o mundo se uniu, pelas internet, numa corrente pelos jovens “javalis”. Os pequeninos foram convidados pela Fifa para ver a final da Copa do Mundo, na Rússia, mas não poderão ir por questões de saúde, já que precisam se recuperar com calma dos dias dentro da caverna. Há toda uma cautela sobre o contato dos garotos com a luz e existe até a chance de eles sequer poderem ver a decisão do Mundial pela televisão.

Impeachment do Crivella

A câmara de vereadores do Rio de Janeiro interrompeu o recesso deste mês de julho para realizar uma sessão extraordinária que discutirá os pedidos de impeachment do prefeito. Ao todo, Crivella teve protocolados dois pedidos de impedimento registrados na Casa e um no Tribunal de Justiça. Parlamentares comentam que a sessão pode ocorrer amanhã, quinta-feira, às 14h. Na avaliação de alguns vereadores que votaram pela abertura da discussão do impeachment de Crivella, a assembleia não definirá o impedimento do prefeito. De acordo com o decreto 201/1967, o rito de cassação de mandato do prefeito pela Câmara obedece a sete passos para ser concluído em até 90 dias. Caso não haja julgamento até o fim deste período, o processo é arquivado. A cassação do prefeito precisa ser decidida por dois terços da Câmara, ou 34 dos 51 integrantes do legislativo municipal. (Fonte: Globo.com)

Lula na caverna (ou na cadeia)

A presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministra Laurita Vaz, decidiu negar um habeas corpus protocolado em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O pedido de liberdade não foi feito pela defesa de Lula e é um dos 146 que chegaram ao tribunal após as recentes decisões conflitantes que determinaram a soltura e a manutenção da prisão de Lula. Na decisão, a ministra entendeu que a decisão do juiz plantonista Rogério Favreto, que estava no plantão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, no último fim de semana, desrespeitou a decisões anteriores que mantiveram a prisão do ex-presidente. “Causa perplexidade e intolerável insegurança jurídica decisão tomada de inopino, por autoridade manifestamente incompetente, em situação precária de Plantão judiciário, forçando a reabertura de discussão encerrada em instâncias superiores, por meio de insustentável premissa”, assinalou a ministra. Para ela, o argumento de que Lula é pré-candidato à Presidência da República não é fato jurídico para justificar a concessão de liberdade pelo desembargador Favreto. A questão foi levantada por deputados do PT que recorreram ao plantão judicial.

Ponto com nó

Dizem os mais antigos, que os verdadeiros espertos “não dão ponto sem nó”. Apuração jornalistica da Folha de São Paulo moistra que Os autores do pedido de libertação do ex-presidente Lula já previam uma derrota, mas articularam uma ação minuciosa para desgastar a Justiça e tentar converter em ganho político qualquer decisão contra o petista. Os deputados Paulo Pimenta, Wadih Damous e Paulo Teixeira, todos do PT, elaboraram estratégia para que o pedido de habeas corpus fosse analisado necessariamente pelo desembargador Rogério Favreto, crítico a Sergio Moro no Tribunal Regional Federal da 4ª Região e o plantonista da corte entre os dias 4 e 18 de julho. O cálculo dos petistas foi premeditado: no início da semana passada, um amigo avisou Pimenta de que a escala de plantões havia sido publicada no site do TRF-4 e que Favreto, amigo de longa data do deputado, seria o responsável pelo tribunal no segundo fim de semana deste mês. Pimenta então procurou Damous, ex-presidente da OAB do Rio, e disse que era preciso elaborar uma medida que pudesse cair nas mãos do magistrado. Na quarta-feira, decidiu-se pelo habeas corpus em reunião na sala da liderança do PT na Câmara. A defesa formal do ex-presidente foi sondada e não reagiu bem. Os advogados queriam que o recurso fosse feito de outra maneira, em outra data, visando menos o ganho político, e mais o judicial. Os parlamentares petistas decidiram, então, tocar a proposta sem o aval dos defensores de Lula e impetraram o recurso no TRF-4 após o início do plantão de Favreto. Agora, o caminho será investir na imagem de vitimização de Lula para que sua força política seja refletida nas pesquisas e, principalmente, repassada a um candidato petista quando ele for declarado inelegível pela Justiça Eleitoral. (Fonte: Diário do poder)

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: