10 de abril de 2018

Frase do dia

Todos estamos matriculados na escola da vida, onde o mestre é o tempo. (Cora Coralina)

Tarrafada

Faltando uma semana para que se completem três anos da prisão (vergonhosa) do ex-prefeito de Mangaratiba Evandro Capixaba, surpreendido de cuecas às seis horas da manhã em casa, tal e qual um exímio pescador, a desembargadora Gizelda Leitão, no dia de ontem, “jogou a tarrafa” e expediu Mandados de Prisão contra os réus: Alberto Ahmed; Leonel Silva Bertino Algebaile; Edison Nogueira; Bruna Seiblerlich de Souza; Luiz Carlos de Oliveira; Helton Jorge Braga; Daniele dos Santos Coellar; Yasmim de Oliveira da Conceição; Eli Vieira Peixoto; Wagner Jesus de Mattos, Rodrigo Barcellos Cabral; Benedito Vieira de Souza Neto; Luiz Antonio de Souza Varella, para fins de execução das penas restritivas de liberdade. Trata-se do processo em que o Ex-prefeito Evandro Capixaba foi condenado e permanece preso.

Tarrafada II

Mangaratiba amanheceu, no dia de ontem, com várias equipes da polícia civil e do Gaeco acessando os endereços dos condenados. Os policiais aguardavam chegar as seis horas da manhã para realizar as prisões, que foram cumpridas com o correr do dia.

A decisão

Considerando que o exame dos autos informa estar esgotada a instância ordinária com o julgamento dos declaratórios opostos pelas defesas, e sendo incabíveis recursos com efeitos suspensivos junto às Cortes Superiores, impõe-se a execução das penas privativas de liberdade impostas no Acórdão unânime proferido pelo II Grupo de Câmaras Criminais. Expedidos os referidos Mandados de Prisão, sejam encaminhados à autoridade policial para o devido cumprimento, adotando-se as providências legais devidas. Dê-se ciência à Procuradoria de Justiça dessa decisão. Rio de Janeiro, 06 de Abril de 2018. Desa. Gizelda Leitão Teixeira Relatora

Segue

O dono do jornal “O Povo”, Alberto Ahmed, foi preso no Rio, na manhã dessa segunda-feira. Em 2016, ele havia sido condenado a 17 anos de prisão e a pagar 800 salários mínimos por publicar falsas edições com editais de licitações da prefeitura de Mangaratiba. Até o momento, a Polícia Civil não informou o local onde Ahmed foi encontrado. Também em 2016, o ex-prefeito da cidade, Evandro Bertino Jorge, conhecido como Evandro Capixaba, foi condenado a 52 anos de prisão, em regime inicialmente fechado, e ao pagamento de 340 salários mínimos por dia. Ele é acusado de articular e participar de fraudes no município. Segundo as investigações, o esquema teria desviado cerca de R$ 10 milhões. O ex-secretário de Comunicação Social da cidade, Roberto Pinto dos Santos, recebeu uma pena de 17 anos de prisão e 160 salários mínimos de multa. Na ocasião, outras 16 pessoas também foram condenadas. (Fonte: Jornal O Dia)

Efeitos imediatos

Evidentemente a “tarrafada” da desembargadora Gizelda Leitão não alcançou todos os envolvidos do processo. Os que foram condenados, por exmplo, a penas que não implicam em restrição da liberdade ficaram de fora. De outra parte, são fortes os indicativos de que o processo envolvendo o atual presidente da câmara, vereador Vitor Tenório e o ex-secretário e cunhado do Capixaba Humberto Vaz, passou a correr em segredo de justiça, vez que já não consta da consulta pública do TJRJ. Não custa lembrar que, no caso do ex-prefeito Capixaba, quando o processo passou a correr em segredo de justiça, assim que levantada a proibição, o ex-prefeito foi preso imediatamente.

Quem diz o que quer…

Na tentativa de estar presente a um momento difícil, especialmente para os moradores da Serra do Piloto, por conta da interdição total da estrada, o prefeito Aarão foi ao local. Decerto sua intenção era a de inspecionar o tamanho dos danos e acalmar a população local. No entanto, questionado de forma direta por uma moradora, ele perdeu seu inegável senso político e ousou dizer que ela só estaria nervosa e insatisfeita porque não teria conseguido um emprego na prefeitura. Imediatamente foi interrompido por um outro morador da área que, com vos firme, chamou-lhe a atenção dizendo: “Não mude de assunto. Não é isso o que estamos tratando aqui, mas a questão desse buraco.”

Enganações

A alegação oficial para a não apresentação do ex-presidente Lula para ser preso na última sexta-feira era a de que ele primeiro iria participar da missa de um ano pelo falecimento da esposa Marisa Letícia. Acontece que dona Marisa morreu em 3 de fevereiro de 2017, e não em abril. O ato religioso também não  havia recebido autorização da Arquidiocese de São Paulo, conforme reclamação e repúdio do cardeal Dom Odilo Sherer. A única interpretação possível é que tenha sido uma grande “armação” para abrir um palanque de despedida política para o ex-presidente.

Experimentando a presidência

A presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, vai assumir a Presidência da República no lugar de Michel Temer na próxima sexta-feira. O presidente está com viagem marcada ao Peru, onde participará da  Cúpula das Américas por dois dias. Os substitutos imediatos na linha sucessória de Temer, Rodrigo Maia, presidente da Câmara, e Eunício Oliveira, presidente do Senado, são candidatos à Presidência e ao Senado. Assim, seguindo as regras eleitorais, se assumissem o governo, se tornariam inelegíveis. Para evitar isso, Maia vai para o Panamá na quinta e Eunício para o Japão. (Fonte: Agência Estado)

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

14 comentários em “10 de abril de 2018”

  1. Um dado da economia nos últimos 20 anos mostra bem a evolução do País no que diz respeito à qualidade de vida das pessoas e ao aceso à alimentação e a bens básicos. O crescimento médio do consumo das famílias em oito anos (1995/2002) do governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi de 2,07% ao ano, contra 4,5% ao ano nos dois mandatos de Lula (2003/2010). E a média de FHC consegue chegar abaixo da metade da de Lula apenas porque é largamente inflada por um pico observado no primeiro ano após o Plano Real, quando o consumo das famílias cresceu 8,6% e voltou a despencar: a média dos sete anos seguintes é pífia: apenas 1,4%.

  2. Foi nos governos petistas que o acesso ao automóvel próprio deixou de ser luxo para se tornar uma possibilidade para quem mora na periferia e passou a chegar mais cedo em casa após a jornada de trabalho. A produção de veículos do Brasil era de 1,8 milhão, ao final do governo FHC, e chegou a 3,7 milhões de carros por ano, no governo Lula.

  3. No campo do emprego, não há sequer como comparar a era FHC e a era petista. Sob governo tucano, o País amargava 12% de desempregados, taxa que caiu para menos de 5% no governo Dilma, até que fosse deflagrada a sabotagem que pavimentou o caminho do impeachment.

  4. Leiam a carta de governadores e senadores para o ex-presidente Lula:

    “Em 8/4/2018

    Estimado presidente Lula,

    Querido amigo,

    Estivemos aqui e sempre estaremos ao seu lado, firmes na luta.

    Infelizmente, a lei de Execução Penal não foi cumprida adequadamente e não pudemos abraçá-lo pessoalmente.

    Mas, por nosso intermédio, milhões de brasileiros e brasileiras estão solidários e sendo a sua voz por um Brasil justo, democrático, soberano e livre.

    Lula livre!!

    Forte e fraterno abraço”

  5. A prisão do Lula está sendo surreal. Inacreditável que melhor presidente que este país já teve possa estar hoje pagando uma pena dentro ainda de um processo que cabe recurso e sem prova concreta. Isso é muito grave! Como disse o governador Rui Costa da Bahia, “nenhum cidadão merece ser condenado por um promotor que seguidas vezes demonstrou suas preferências partidárias e que um juiz posou dezenas de vezes ao lado do seus políticos preferidos condene um ex-presidente da República sem prova alguma”. Ele, junto com os governadores Waldez Góes do Amapá , Tião Viana do Acre, Renan Filho do Alagoas, Camilo Santana do Ceará, Flávio Dino do Maranhão, Ricardo Coutinho da Paraíba, Wellington Dias do Piauí e Paulo Câmara de Pernambuco assinaram carta de apoio a Lula e irão solicitar audiência com a ministra Carmem Lúcia para que o STF se faça valer os direitos previstos em Constituição já que o juiz Sérgio Moro impediu por meio de decisão arbitrária o direito do ex-presidente de receber visitas. Um absurdo.

  6. “Na tentativa de estar presente a um momento difícil, especialmente para os moradores da Serra do Piloto, por conta da interdição total da estrada, o prefeito Aarão foi ao local”

    Depois do prefeito esconder-se tanto tempo do povo, ele resolve aparecer e ainda fala uma asneira sem tamanho pra moradora. Mangaratiba votou nele e merece…

  7. “Faltando uma semana para que se completem três anos da prisão (vergonhosa) do ex-prefeito de Mangaratiba Evandro Capixaba, surpreendido de cuecas às seis horas da manhã em casa, tal e qual um exímio pescador, a desembargadora Gizelda Leitão, no dia de ontem, “jogou a tarrafa” e expediu Mandados de Prisão contra os réus…”

    A prisão do Evandro não foi nada justa. Ele foi vítima de uma cilada golpista e recebeu uma pena desproporcionalmente elevada. Hoje sabemos muito bem quem é o tipinho que se disse ameaçado por ele.

  8. Em breve que verá o sol nascer quadrado, será o ex-prefeito de Mangaratiba e o atual prefeito de Itaguai
    A justiça tarda mas não falha!!

  9. Em tempo!

    Hoje, com a prisão de Cunha, Cabral e Lula, podemos dizer que ninguém está acima da Lei. E cada vez mais veremos autoridades e ex-autoridades ocupantes de cargos elevados sendo presas e respondendo por seus atos.

    Ótima terça-feira a todos!

  10. Boa tarde, Prof. Lauro e leitores.

    Às vezes fico a pensar que a ficha ainda não caiu no meio político brasileiro quanto ao fim dos tempos de impunidade. Muitas pessoas ignoram os eventos da Operação Lava Jato achando que nunca serão surpreendidas em seus atos ilícitos, porém a verdade é que os tempos estão mudando de modo que a tendência daqui por diante é o controle intensificar-se cada vez mais sobre as atividades dos agentes políticos e empresários que contratam com a Administração Pública.

  11. Lula deixa sindicato e participa de missa em memória de Marisa Letícia, que se estivesse viva completaria 68 anos.
    Em nenhum momento foi dito q a missa seria por data de falecimento.
    No atual momento que o Brasil está vivendo, qualquer informação errada só faz piorar as coisas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: