04 de fevereiro de 2018

Frase do dia

Quem acha que a educação é cara, não sabe o custo da ignorância. (Claudio Manoel de Castro)

Febre amarela

Confirmada a informação publicada ontem aqui no blog, morreu um homem chamado José Martins com febre amarela da Serra do Piloto. Na quinta feira ele foi internado no hospital de Mangaratiba, piorou e foi levado para o hospital da Posse, mas veio a óbito e foi sepultado pela manhã. O filho está internado no mesmo hospital em estado grave, também com febre amarela. Há notícias de que já estaria fora de perigo. Os dois começaram a ficar com o corpo mole dor de cabeça vômito e dor no abdômen com a barriga estufada e depois os pés começaram a inchar.

Febre amarela II

A verdade sobre os possíveis casos de febre amarela em Mangaratiba. Dois senhores, moradores de Mangaratiba, Serra do piloto, chegaram ao hospital com sintomas que levariam à suspeita desta doença.  Os dois foram transferidos para o hospital dos servidores no Rio de Janeiro, o mais velho, pai do outro, veio a óbito e aguardamos análise oficial das autoridades para confirmar o diagnóstico e a causa da morte. O filho, graças a Deus vem apresentando melhora progressiva e acreditamos que ficará bem.  A secretária de saúde está acompanhando de perto toda a situação e as notícias com relação ao paciente são boas. Fora estes, não há mais nenhuma suspeita no município até o momento, mas precisamos continuar com a campanha de vacinação.(Cristina Magalhães, via facebook)

Febre amarela III

Calendário de vacinação em Mangaratiba. Devido à diminuição do fluxo de procura, após o dia D, no último sábado, a secretaria municipal de saúde, estabeleceu este calendário de atendimento, considerando que grande parte da população já foi vacinada, pois cada frasco da vacina possui 10 doses e após aberta, só pode ser utilizada em no máximo seis horas. após isso, perde a eficácia e precisa ser descartada! Na serra do piloto, a vacinação acontece todos os dias, inclusive com visita domiciliar.

Calendário Febre Amarela

Febre amarela IV

Segundo informações da Secretaria de Saúde de Angra dos Reis, na madrugada desse sábado, o Laboratório Central Noel Nutels confirmou que a causa da morte de um paciente morador da Ilha Grande, que estava internado no HGJ, foi febre amarela, sendo este o primeiro caso confirmado em humanos no município. O mesmo laboratório confirmou a morte de um macaco pela mesma doença, situação que comprova a circulação do vírus em Angra dos Reis. De acordo com números da Secretaria de Saúde de Angra dos Reis, 60.329 pessoas foram vacinadas em pouco mais de duas semanas contra a Febre Amarela, mas o objetivo é vacinar 159 mil.

Carnaval, o que disse o prefeito

Seguro obrigatório

Auditoria do Tribunal de Contas da União vai investigar esquema de fraudes de mais de R$5 bilhões no seguro obrigatório DPVAT, administrado pela Seguradora Líder, ao longo de dez anos. Tem todos os ingredientes de um caso de polícia: haveria aumento da despesa da Líder para justificar a fixação de valor maior do imposto no ano seguinte, além de pagamentos irregulares de sinistros e a advogados. A Seguradora Líder recebe 2% da arrecadação com o DPVAT, seguro obrigatório de todos os veículos como condição para circular. Após a operação Tempo de Despertar, da PF, e uma auditoria inicial no DPVAT, o valor caiu 35% e gerou economia de R$3 bilhões em 2017. A investigação do TCU visa identificar falhas que “viabilizaram fraudes” e a atuação da Superintendência de Seguros Privados. Auditoria inicial identificou R$946 milhões pagos a advogados, apesar do êxito “muito baixo”, e a despesa era usada para aumentar o DPVAT. (Fonte: Diário do Poder)

 

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

8 comentários em “04 de fevereiro de 2018”

  1. Atenção…
    informações de fontes seguras, afirmam q os Quisques está liberados com música Gospel, Guaraná, leitura bíblica e apenas com vestimentas longas…
    Kkkkkkkkkk

  2. Bom dia!

    Esses casos de febre amarela que estão acontecendo (ou não) no município e não estão sendo divulgados esta me lembrando os casos de hepatites que a pouco tempo através aconteceu no município.
    As autoridades competentes na época tentaram de todas as maneiras mascarar a realidade da contaminação que estava ocorrendo no município, várias pessoas foram contaminadas até que se tomassem uma atitude concreta.

    Hoje, vejo o mesmo processo sendo construído, não colocam uma nota esclarecedora nos meios de comunicações para orientar e tranqüilizar a população.

    A secretaria de saúde não se manifesta através de uma comunicação concreta sobre os fatos, estão esperando o que? Acontecer como na época da hepatite, quando várias pessoas foram contaminadas! Enfim, mais uma vez ninguém se coloca com responsabilidade diante desse problema muito sério, os responsaveis pela saúde no município não se manifesta para tranquilizar a população em relação aos casos já ocorridos.

    Iremos receber uma grande quantidade de pessoas nos próximos dias, oriundos de todas as diferentes localidades e todos sem uma orientação e explicação sobre o que esta ocorrendo.
    Fico me perguntando; O cargo de secretário de saúde é só para estatos?

      1. Kkkk, tais manifestações e comentários podem ser uma espécie de recalque.

        01 Obs: Prefiro não citar as sugestões a seu respeito, pois podem ser desagradáveis.
        02 Obs: Procura o que fazer e tenta me esqueçer.

  3. Em tempo!

    Penso que, independentemente dos recursos públicos recebidos pelo Carnaval, o samba está morrendo a cada ano junto com o rock, perdendo adeptos para o funk (e também para o golpel).

    Infelizmente, o nosso povo já não entoa mais poéticas canções seculares. Mesmo nesta época de Carnaval, em que pese a programação da TV Globo ainda transmitir os desfiles na Avenida, o que escuto nos carros de som circulando por Muriqui são os chamados “proibidões”. Isto é, músicas que fazem apologia e/ao crime ou tratam as mulheres como meros objetos sexuais, demonstrando um emburrecimento da população brasileira.

    Sendo assim, creio que no próprio Carnaval de Mangaratiba, o pouco que restou do verdadeiro samba deverá sobreviver em alguns guetos como nos anos mais recentes, com um pequeno público de apreciadores da música de qualidade.

    1. “músicas que fazem apologia e/ao crime ou tratam as mulheres como meros objetos sexuais, demonstrando um emburrecimento da população brasileira.”

      OBS: Emburrecimento sim, mas grande parte das próprias mulheres que se deixam levar por esse tipo de coisa, infelizmente tem mulher que gosta da situação e que são adeptas a essas baixarias, infelizmente…

  4. Bom dia, Prof. Lauro e leitores.

    Embora eu não seja partidário do atual prefeito e entenda que a Prefeitura não tenha o poder de proibir todas as manifestações do Carnaval em outros pontos do Município fora da orla, considero que devemos seguir a linha do bom senso, acolhendo o que o mandatário falou a título de orientação.

    Qualquer debate sobre haver ou não recursos para a festa deve se restringir à esfera política e aí lamento muito que a falta de transparência neste Município, quanto à elaboração e aprovação das nossas leis locais, tenha excluído a participação de cidadãos que, ocasionalmente, gostariam de defender mais recursos para o Carnaval. E eu, particularmente, prefiro que se gaste de verdade com saúde e com educação do que com eventos festivos que, sinceramente, pouco (ou nada) têm acrescentado à Mangaratiba no sentido de desenvolvermos um turismo de qualidade como muitos de nós desejamos.

    Todavia, esse é um momento de se permitir a realização ordeira da festa que precisa se restringir mesmo à orla, com exceção dos eventos em ambientes particulares como residências, clubes, associações de moradores, entidades religiosas, etc. daí realmente ser necessário termos a consciência de que toda a concentração de pessoas em vias públicas deve ser mesmo direcionada para a orla e acho até aconselhável que, devido ao descontrole da violência e da falta de estrutura, as pessoas evitem de pular Carnaval. Principalmente no horário noturno.

    De qualquer modo, não será por causa dessas restrições que os carnavalescos tradicionais deixarão “o samba morrer” como canta a Alcione há mais de 40 anos. Todos podem se adaptar e será melhor assim.

    Ótimo domingo a todos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: