29 de agosto de 2017

Frase do dia

Um ser humano tem o direito de viver com dignidade, igualdade e segurança. (Sérgio Vieira de Melo)

Cena de assalto

Relato de um morador que presenciou a cena, ocorrida num dos quiosques da orla de Itacuruçá durante o show do Estação Rio. “De repente, um bandido encostou uma arma no peito de um dos frequentadores do quiosque e disse a frase típica: “perdeu… perdeu, mermão”. Ato contínuo tomou-lhe carteira e celular se embrenhando imediatamente na multidão”.

Cena de assalto II

Ainda no “Estação Rio”. “Sou moradora de Itacuruçá há mais de trinta anos e ontem fui no evento Estação Rio com meus esposo e um “mini arrastão” se formou e levaram o celular e carteira dele, a bolsa de uma senhora que ainda tentou segurar mas a pessoa saiu correndo e o celular de um casal. Fomos até os policiais que estavam no evento, mas afastados, e então eles deram uma volta na multidão e nada foi resolvido. Prejuízo ficou com a gente que perdeu nossos bens. Na minha opinião, um evento desse porte teria que ter o quádruplo de policiamento que eu vi. O que resta é a revolta! (Cristina Oliver, via facebook)

Cautela e caldo de galinha

No mini apagão da Enel no início da noite de domingo, o palco e toda a região do show continuaram iluminados, consequência da cautela dos organizadpores em trazerem geradores de energia e certeza de que é impossível confiar na Enel.

Pode ser

Boatos e rumores circulam no município afirmando que o próximo Estação Rio a ser realizado em Mangaratiba será na Praia do Saco.

Polícia atuante

Operação da Polícia Militar recuperou motos roubadas do depósito público de Mangaratiba e prendeu suspeitos dos roubos. Os policiais que participaram da operação agradecem o apoio da população com as denúncias. Os veículos recuperados foram as motos: KVI 8581 Honda Bros preta; LQC 4681 Honda Bros preta; KOW 7498 Yamaha Fazer vermelha; KXO 4607 Honda CB300 preta; LTX 3472 Yamaha Fazer roxa; HCT 2943 Honda Bros azul. Os acusados e os veículos foram conduzidos à 165 DP onde foram tomadas as medidas cabíveis.

Utilidade pública

A Fundação Mário Peixoto informa que encontram-se abertas as inscrições para as aulas de Música – Teoria musical, Flauta doce, Violão e Canto, que serão realizadas no Centro Cultural Professor Cary Cavalcanti. Todas as aulas são gratuitas!

Coisas do Brasil

O presidente Michel Temer vai à China nesta terça-feira, permitindo ao presidente da Câmara,Rodrigo Maia, assumir a Presidência da República pela sexta vez no ano. Como Temer levará em seu avião para a Ásia o 1º vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho, o comando da Casa caberá ao maranhense André Fufuca, 2º vice-presidente – ele deverá ficar no cargo até o dia 5 de setembro. Aos 28 anos, André Luiz Carvalho Ribeiro é parlamentar de primeira viagem em Brasília e adotou como sobrenome o apelido do pai, Francisco Ribeiro Dantas Filho, o Fufuca Dantas, atual prefeito de Alto Alegre do Pindaré (MA). Fufuca é um apelido derivado de Francisco. Assim, a câmara federal será comandada, por uma semana, pelo “Fufuquinha”.

Autor: Prof. Lauro

Psicólogo, Professor Universitário, aposentado, e escritor, 72 anos, divorciado, três filhas e seis netos. Com residência de temporada em Itacuruçá desde 1950 e definitiva a partir da aposentadoria em 2001.

Uma consideração sobre “29 de agosto de 2017”

  1. Bom dia, Prof. Lauro.

    Defendo a posição jurídica de que, eventos realizados em locais abertos, como este ocorrido domingo no Distrito de Itacuruça, pode atrair a obrigação do Estado em manter um policiamento ostensivo adequado, gerando responsabilidade civil na hipótese de um surto de assaltos como relatado por várias pessoas nas redes sociais. Até mesmo porque o Poder Público é cientificado com antecedência para adotar as medidas de segurança cabíveis preventivamente.

    Entretanto, sei que esta seria uma tese com baixa probabilidade de acolhimento hoje pela Justiça, caso alguém ingresse com uma ação pedindo a reparação de danos em face do Estado. Seria uma demanda mais para quem é corajoso em defender uma posição que acredita ser justa e tentar a formação de jurisprudências favoráveis à sociedade contra a omissão estatal.

    Para quem estiver realmente indignado, tiver prova dos fatos ilícitos sofridos, fizer jus à gratuidade de justiça e arrumar um advogado disposto a investir uma parcela do tempo dedicando-se à noite causa, fica aí a dica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: