16 de junho de 2017

Frase do dia

Quanto pior o governo, mais fácil a piada. (Bussunda)

E agora, José?

Mesmo caminhando sobre o fio da navalha de uma possível cassação do registro da candidatura, o atual governo municipal passou os últimos seis meses cumprindo as promessas de nomeação de seus seguidores para cargos públicos, como pode-se constatar em diversas edições do Diário Oficial de Mangaratiba. A farra, no entanto, tem dia e hora para acabar, como se pode constatar por esses dois trechos determinados pelo Ministério Público.

Golpe pela Internet

Um internauta recebeu a seguinte mensagem em seu e-mail: “Informamos que seu Cartão de Chaves de Segurança encontra-se expirado, e por medidas de segurança deve ser reativado, deste modo não ocorrendo o problema de bloqueio aos canais de auto-atendimento. Caso a reativação não seja realizada, será cobrado o valor de R$ 87,30 referente ao envio de um novo Cartão de Chaves de Segurança ou emissão de um novo Dispositivo token. Atenção: Este processo obrigatório, caso o nosso sistema não identifique este procedimento, sua conta e seu cartão serão bloqueados imediatamente por questões de segurança. Efetue agora sua Reativação O detalhe inesperado é que ele não tem nem nunca teve conta bancária no Santander.

Tempos bicudos

Por que começo a desconfiar de que a sociedade e a justiça e todo mundo não estão nem aí para esta barbaridade do governo? Para ninguém esquecer: 200 mil servidores, aposentados e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro continuam sem os salários de abril, maio de 2017 e sem o décimo terceiro de 2016. Estamos no mês de junho, metade do ano. (De um internauta)

Tempos bicudos II

A senadora Maria do Carmo Alves apresentou o Projeto de Lei nº 116/2017, que prevê a demissão de servidores públicos concursados, inclusive dos que já passaram e foram aprovados em  estágio probatório. Segundo o Artigo 1º de sua proposta: “Subordinam-se ao regime desta Lei Complementar todos os órgãos e entidades da Administração Pública direta, autárquica e fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.”  Notícia sobre o tema foi publicada na Agência Senado. Maria do Carmo Alves é da base aliada do Temer e votou pelo afastamento da presidenta Dilma Rousseff, sob a alegação de que era preciso criar “um novo Brasil”. Pelo projeto da senadora, os servidores públicos do país terão que passar, semestralmente, por uma “avaliação de desempenho”. Todos os que receberem notas inferiores a 30% em quatro avaliações consecutivas perderão seus cargos, independentemente de se são concursados e estáveis ou não. Também perderá o cargo aquele que tiver desempenho inferior a 50% em cinco das últimas dez avaliações. Detalhe: o chefe imediato do servidor, indicado politicamente, inclusive sem concurso público, é que fará a tal “avaliação”.

Queda de braço

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro definiu em reunião na última quarta-feira que, caso o prefeito Marcelo Crivella mantenha a posição de cortar 50% dos recursos destinados a produção dos desfiles do Grupo Especial, as apresentações no Carnaval de 2018 estarão suspensas. (Band News)

Mister prrefeito

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania aprovou, na última quarta-feira , a Proposta de Emenda à Constituição que garante a estrangeiros residentes no Brasil o direito de votar e ser votado nas eleições municipais. A iniciativa partiu do senador licenciado Aloysio Nunes Ferreira e contou com parecer favorável, com emenda de redação, do senador Antonio Anastasia. A PEC 25/2012 modifica o artigo 12º da Constituição para estender aos estrangeiros com residência permanente no país direitos já garantidos aos cidadãos brasileiros. Atualmente, esse dispositivo só concede os direitos de votar e ser votado aos portugueses com residência permanente no país. A PEC 25/2012 a também muda o artigo 14, que hoje veda o alistamento eleitoral de estrangeiros, com a ressalva para os portugueses, estabelecendo a nacionalidade brasileira como condição de elegibilidade. Pelo texto da proposta, essa possibilidade fica aberta a todos os estrangeiros residentes no país, mas valendo apenas para eleições municipais e dentro do critério de reciprocidade. Depois de passar pela CCJ, a proposta segue para dois turnos de discussão e votação no Plenário do Senado. (Fonte:Agência Senado)

Anúncios

5 respostas em “16 de junho de 2017

  1. Sou a favor de que estrangeiros residentes no país há alguns anos possam facultativamente participar das eleições municipais, o que em nada afetaria a segurança do país. A meu ver,o voto e a candidatura dessas pessoas pode agregar valor à nossa política, dando mais poder decisório a um número maior de moradores de uma determinada cidade. Vale ressaltar que a tendência do mundo é um processo mais amplo de globalização que elimine tratamentos diferenciados em razão da nacionalidade sendo que, em alguns países, mesmo dispensando o princípio da reciprocidade, há brasileiros ocupando cargos eletivos. Logo, mais do que justa essa mudança na Carta Magna defendida pelo ministro e senador licenciado Aloysio Nunes (PSDB).

  2. Queda de braço:
    1.O Município não está quebrado,o Estado é que está .Eduardo Paes emprestou 100 milhões ao Pezão.Lembram ?
    2.12 milhões no orçamento da prefeitura é troquinho,mas vital para viabilizar o desfile.
    3.O retorno em impostos que o Carnaval arrecada conta-se aos BILHÕES.
    4.A importância cultural do Carnaval para o Brasil (RJ em particular) é incomensurável.
    5.O setor de serviços(hotelaria e inúmeros serviços afins) tira o pé do lodo em função do Carnaval.
    6.Melhorar (de R$ 10 para R$20) o repasse diário para as creches é o que o nosso (deles) prefeito comoventemente alega , como se não fosse obrigação mínima.
    7.O quanto de obscurantismo religioso vai nesta decisão burra?
    A continuar assim, brevemente o Brasil será governado por um aiatolá Edir Macedo…
    Obs.:Eu nem gosto de Carnaval.

    • Eduardo, tudo bem???

      Concordo o que você diz sobre o carnaval, retorno, tenho lá minhas dúvidas, mas, o carnaval e não desfile de escola de samba. Isto já foi, quer uma prova?
      Há alguns anos só quem sabe o samba-enredo é quem está envolvido no desfile, fora isto, mais ninguém…Independente de manobra religiosa ou não… Sou a favor de corta 100% de subsídio de escolas de samba, eles faturam o ano todo com os chamados ‘ensaios’ e com verba da tv…O Carnaval de rua precisa muito mais do que eles… Abraço…

      • Tudo bem.
        !2 milhões é micharia para a prefeitura.
        Isto é para dar uma satisfação à crentalhada intolerante que votou nele.
        Este é o verdadeiro nome do jogo.
        Abraço

  3. Queda de braço

    Até que enfim alguém resolveu cortar a mamata dos donos das chamadas ‘escola de samba’.
    Olha não vai fazer falta alguma se não desfilarem, só eles não perceberam que isto se tornou um espetáculo exclusivo deles com dinheiro público. Ainda dar 50% é muito, tinha que cortar tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s