13/14 de junho de 2017

Frase do dia

Quem não pode fazer grande coisa, faça ao menos o que estiver na medida de suas forças; certamente não ficará sem recompensa. (Santo Antônio de Pádua)

Perdas e derrotas

Há alguns anos, o mês de junho no distrito e no município significavam seguidas festas juninas que tinham como ápice a festa de Sâo Pedro, no final deste mês e a festa de Santana, no final do mês de julho. Seguidas administrações municipais trabalharam de tal maneira contra essas tradições locais, que neste ano de 2017, não há previsão de nenhuma dessas tradicionais festividades. Neste ano, no máximo, teremos um arremedo de comemoração junina ocorrendo a cada final de semana em algum distrito.

A maldição da Costeira

No início da noite de segunda-feira, mais um ônibus da linha Itaguaí x Muriqui foi alvo de assalto a seus passageiros. Os moradores que dependem desse transporte público já estão articulando medidas de proteção, tais como não carregar grandes quantias em dinheiro e substituir seus telefones celulares m,ais caros por modelos “xing-ling”, que mal fazem e recebem ligações.

Surpresa. Você sabia?

Como forma de incentivar atitudes conscientes, a concessionária de energia Enel, premia seus clientes que compartilham da responsabilidade socioambiental, oferecendo bônus na conta de luz para aqueles que levam materiais recicláveis a postos de coleta da empresa. O projeto é uma iniciativa capaz de mudar hábitos e colocar os cidadãos no centro de uma transformação positiva para toda a sociedade. Por conta disso, tais projetos são um dos programas de sustentabilidade mais premiados do setor elétrico no mundo. Criado em janeiro de 2007, a empresa passou a conceder descontos na conta de luz na troca por materiais como papel, vidro, metais, óleo de cozinha e alumínio, por exemplo. Em 2008, outra empresa do grupo Enel no país – a distribuidora de energia elétrica Ampla, replicou a iniciativa, por meio do Ecoampla, aumentando ainda mais o número de beneficiados. Juntos, os dois programas somam mais de 24 mil toneladas de material arrecadado, R$ 3,65 milhões em bônus para os clientes e uma economia de energia em torno de 62.000 mWh.

Segue

Em mais de uma centena de postos de coleta, as pessoas podem entregar os resíduos, que são destinados para reciclagem. Depois de pesados, eles são convertidos em descontos na próxima fatura de luz, de acordo com o valor de mercado de cada material. Por meio da reciclagem, o Ecoelce e o EcoAmpla reduzem a emissão de gases do efeito estufa e contribuem diretamente para o combate às mudanças climáticas. Além disso, os programas contribuem para o aumento da renda das famílias, valorizam a cidadania e ainda ajudam a reduzir o número de clientes inadimplentes. Para participar, basta levar seu lixo reciclável, já separado por tipo ao posto de coleta mais próximo e se cadastrar com sua conta de luz. Lá os resíduos serão pesados, o valor do bônus será calculado e emitido um comprovante para o cliente. Você poderá realizar quantas trocas quiser durante o mês e o bônus será creditado na próxima conta de luz a ser emitida.

Mas, e aí?

A reportagem do RJ-Tv primeira edição, que levantou esse assunto, só não apontou onde, no município ce Mangaratiba, esses resíduos recicláveis podem ser entregues. Afinal, saberiam os nossos gestores públicos onde deveríamos entregar tais materiais?

Troca de guarda

O sindicato dos servidores públicos municipais de Mangaratiba empossou, no início deste mês de junho, sua nova direção. Diz o novo presidente: “Apesar de não termos ainda celebrado uma cerimônia de posse, por razões financeiras, já começamos os trabalhos em defesa do funcionalismo sendo que uma das questões prioritárias a ser resolvida é o reajuste anual dos servidoresque deveria ter sido dado no começo do ano e até agora não aconteceu. Pois, como é de conhecimento geral, ambos os Poderes do Município (Legislativo e Executivo) vêm descumprindo o artigo 37, inciso X, da Constituição Federal, estando os seus servidores estatutários com reais prejuízos salariais, em razão da defasagem pela não aplicação correta de índices inflacionários, referentes aos anos de 2014 até maio de 2017.

Segue

Como já foi colocado, até o presente momento, não foi encaminhada à Câmara Municipal nenhum projeto de lei estabelecendo o índice para o exercício de 2017 quanto ao reajuste dos servidores públicos, efetivos e comissionados, do Poder Executivo, Autarquias e Fundações Públicas municipais. E isso torna indiscutível a violação da Lei Municipal n.º 988/2015. Outro assunto que estamos acompanhando é o enquadramento da Guarda Municipal no Grupo Funcional Técnico do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações, para fins de adequação à exigência de escolaridade de nível médio completo quanto à investidura no cargo de guarda municipal, conforme foi estabelecido para todos os municípios. Mais do que nunca precisamos construir um sindicato forte em nossa Mangaratiba. Para isso é indispensável que você, servidor público, tome a iniciativa de se filiar fazendo parte dessa luta em defesa dos direitos da categoria. (Braz Marcos da Silva Marques, Presidente do SISPMUM)

Anúncios

Uma resposta em “13/14 de junho de 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s