02 de junho de 2017

Frase do dia

De um certo ponto em diante, não há mais retorno. Esse é o ponto que deve ser alcançado. (Franz Kafka)

Explicações? Só que não.

A transparência, exigida pela lei 12.527 de 2011, ainda parece não estar em vigor em Mkangaratiba. É o que se deduz da manifestação a seguir. “Foi dada entrada hoje (30/05/17) na Câmara de Vereadores de Mangaratiba mais um requerimento. Processo: 276/2017, ao Exmo. Senhor Presidente da Câmara Municipal de Mangaratiba. Eu, Antônio Carlos B. do Amaral, anteriormente qualificado, venho por meio deste documento, solicitar que me seja concedido prestação de gastos realizados por cada vereador com os cursos realizados fora de nosso município, no período de janeiro a março do corrente ano. Esta solicitação está baseada na Lei de transparência Nº12.527, de 18 de novembro de 2011, art. 8, parágrafo 3, alínea ll, e também no regimento interno desta Câmara art. 113, promulgado em 20 de dezembro de 1999 e publicada em 5 de maio de 2000. Diante do exposto, requer a V. Exa. O deferimento do pedido acima formulado. Reiterando meus protestos de alta estima e consideração.
Mangaratiba, 30 de maio de 2017. Antonio Carlos B. Amaral.

Situação atual

Até o momento, o reclamante não conseguiu acesso às informações solicitadas, que podem caracterizar a regularidade das concessões de viagens ou a irregularidade dessas benesses.

Velhos hábitos

Dentre as empresas que assumiram as linhas da quase extinta Expresso Mangaratiba, o pior serviço continua sendo prestado pela Viação Costeira. Os ônibus são os mesmos, velhos, fumacentos, com sérios defeitos que continuam repetindo os mesmos problemas da irmã siamesa. Ontem, por exemplo, esse ônibus da imagem não conseguiu chegar à rodoviária de Itaguaí. Enguiçou logo depois do Morro do Corte.

Mangaratiba na mídia (de novo)

Com a prisão de Marco Antônio de Luca pela Polícia Federal, nessa quinta-feira, o séquito de Sérgio Cabral na “República de Mangaratiba” está perto de sua bancarrota.Levantamento feito pelo “O Globo”, mostrava que antes da prisão da máfia comandada pelo ex-governador, ao menos 11 pessoas pessoas, entre empresários, gestores públicos e políticos ligados ao governo Cabral, compraram ou alugaram casas no Portobello, onde fica a aprazível Praia de São Braz, a 110 quilômetros do Rio, às margens da BR-101. Na época da pesquisa, a lista era composta por dois secretários estaduais, um municipal, seis empresários, um prefeito e um assessor parlamentar. Passado o furação da Operação Calicute, que levou para cadeia Cabral, sua mulher Adriana Ancelmo e seus assessores mais próximos, acusados de participarem de uma esquema criminoso de corrupção que levou o estado do Rio à falência, apenas dois personagens ainda não foram acordados com os agentes da PF em sua porta: Georges Sadala, ex-dono do serviço “Poupa Tempo”, e Arthur Cesar de Menezes Soares Filho, o “Rei Arthur”, um dos maiores prestadores de serviços do governo fluminense desde a gestão Garotinho como dono da Facility, foi outro frequentador regular do condomínio. (Fonte: O Globo)

E por falar na quadrilha

A juíza Priscila Fernandes Miranda Botelho da Ponte concordou com irregularidades apontadas e ordenou bloqueio de R$ 3,1 bilhões em bens do ex-governador Sérgio Cabral, preso na operação Calicute, além do deputado federal Júlio Lopes, ex-secretário de Transportes de Cabral, e outros envolvidos. De acordo com o Ministério Público, relatório técnico do Tribunal de Contas do Estado revela prejuízo de R$ 3,17 bilhões devido a fraudes nas obras da linha 4 do metrô da capital carioca, que teve custo total de R$ 10,4 bilhões. “Impõem-se as medidas necessárias para assegurar a futura reparação do dano, caso a obrigação venha a se confirmar”, diz o despacho da juíza. Sobre o atual governador, Luiz Fernando Pezão, então vice de Cabral, não houve bloqueio devido a falta de indícios que corroborassem o possível envolvimento dele nas fraudes. Além de Pezão, o ex-secretário de Transportes Carlos Osório também não teve bens bloqueados, pois o cálculo do prejuízo apontado pelo TCE não engloba o aditivo aos contratos assinados pelos dois. (Fonte: Diário do Poder)

Anúncios

2 respostas em “02 de junho de 2017

  1. Bom dia, Prof. Lauro.

    Por falar em Câmara, na sessão de ontem, além da aprovação da Resolução 4/17, que muda o horário das sessões no Regimento Interno, as quais passarão a ocorrer às 10 horas da manhã, sempre nos mesmos dias da semana (mudança deve se efetivar a partir de quinta), parece que também entrou no expediente uma Mensagem do Executivo trazendo a proposta orçamentária para 2018 pelo que pude acompanhar na leitura, apesar de não ter gravado.

    A Lei Orçamentária é algo de suma importância para a sociedade discutir com os seus vereadores como ela quer que os recursos sejam aplicados no Município.

    Sendo assim, e sugestivo que o cidadão participativo peça direto ao seu vereador, ou à Secretaria da Câmara, através do Prorocolo, uma cópia digital desse projeto através de arquivo em pen drive. Pois é a oportunidade para cada edil apresentar ao prefeito emendas parlamentares e buscar influenciar para que, por exemplo, suas indicações saiam do papel pelo menos em 2018.

    Também é fundamental observar qual o percentual de “remanejamento” pretendido pelo Prefeito porque isso afeta o cumprimento da lei orçamentária depois de aprovada.

  2. Em tempo!

    Falando na Expresso, eis que hoje embarquei num ônibus velho de número RJ-137.277, pertencente à irmã siamesa da Costeira na linha Muriqui – Itaguaí. Pois todos os veículos pertencentes à concessionária que teve a sua operação suspensa pelo DETRO inicial com 137 enquanto os da Costeira por 225.

    Infelizmente, a empresa se aproveita de uma fiscalização que é pouco presente, mas nos consumidores precisamos ficar atentos podendo denunciar esses fatos ao DETRO pelo Whatsapp.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s