25 de maio de 2017

Frase do dia

A felicidade é uma estação intermédia entre a carência e o excesso. (Henrik Ibsen)

A qualquer momento

Foi publicada, na última terça-feira, a pauta de número 84/2017, de julgamentos do Tribunal Superior Eleitoral com relação à regularidade da candidatura do prefeito Aarão. Nela, está a inclusão do processo que julga a regularidade da candidatura da chapa. A matéria pode entrar em julgamento na próxima terça-feira ou quinta-feira, a depender da quantidade de outros processos a serem julgados.

Mangaratiba na mídiam (de novo)

O ex-empresário do sertanejo Cristiano Araújo, D’Stefany Vaquero Lima, de 32 anos, morreu, na madrugada dessa quarta-feira em Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio. Conhecido como Didi Latino, ele foi encontrado baleado por policiais militares do 33º BPM na Rodovia Rio-Santos e levado para Hospital Municipal Victor de Souza Breves. O crime é investigado pela 165ª DP. Os PMs passavam pela Rio-Santos quando viram Didi Latino andando às margens da via, pouco depois da meia-noite, com roupas cobertas de sangue. Eles pararam para socorrê-lo. O empresário, porém, ainda segundo os agentes, falava coisas sem sentido e não soube explicar o que aconteceu. Ele teria levado quatro tiros. (Fonte: Jornal Extra)

Diz um internauta:

Ele não foi “morto” em Mangaratiba, ele apareceu baleado na Rio Santos, em Mangaratiba. Foi socorrido pela PM e levado para o Hospital Municipal de Mangaratiba. A Polícia já está investigando o caso. Aliás, uma outra pergunta se impõe. Dizem as reportagens a respeito do caso, que ele morava muito longe de Mangaratiba. O quê estava fazendo aqui?

Taxa de incêndio

Supremo Tribunal Federal proibiu, nessa quarta-feira, municípios de cobrarem taxas de combate a incêndios. Como tem repercussão geral, a decisão deverá ser seguida por todas as prefeituras do país. Segundo o ministro Marco Aurélio Mello, relator da ação, a partir da decisão do STF, contribuintes poderão inclusive pedir à Justiça o ressarcimento dos valores pagos, desde que limitados aos cinco anos anteriores à apresentação da ação. No julgamento, os ministros analisaram recurso do município de São Paulo contra decisão do Tribunal de Justiça do estado que havia derrubado a cobrança do tributo.

Luta política ou Burrice?

O Exército na rua excitou a imaginação da esquerda, temendo “ameaça autoritária”, e da direita, que sonha com militares no poder. O Exército foi acionado porque não havia número suficiente de soldados da Força Nacional em Brasília. Indagado sobre a diferença entre garantir a ordem com o Exército ou a Força Nacional, o ministro Raul Jungmann (Defesa) de longo histórico de esquerda foi curto e grosso: “Nenhuma”. Além de covardes, os mascarados são burros. Com suas bombas, pedras, e coquetéis molotov, ajudaram o governo que querem derrubar. Continuam com a cabeça nos anos 1960 os políticos que protestaram contra o Exército nas ruas para restabelecer a ordem. Maior atraso. Há fartura de fotos e imagens dos delinquentes que tentaram incendiar ministérios, veículos etc. Mas, outra vez, ficarão impunes. (Diário do Poder)

Anúncios

Uma resposta em “25 de maio de 2017

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s