23 de maio de 2017

Frase do dia

Apesar das minhas roupas rasgadas, eu acredito que vá conseguir uma carona que me leve pelo menos à cidade mais próxima. (Zé Rodrix)

A hora da verdade

No início da noite de ontem, a ministra Rosa Weber, do Tribunal Superior Eleitoral, encaminhou à assessoria do plenário o processo de julgamento do prefeito Aarão. A partir de agora, é uma questão de dias (ou horas) para que o pleno do tribunal julgue a regularidade ou irregularidade da eleição de 2016. Como antecipado aqui no blog, o mês de maio não terminaria sem essa decisão. Poderemos ter, como resultado, a continuação do governo Aarão ou, o mais provável, que em breve teremos novas eleições municipais. Situação atual: Incluso na pauta de julgamento 84/2017, aguardando pauta de julgamento no Diário de Justiça Eletrônico. (Fonte: TSE)

Depois do Pálio

Alerta divulgado em redes sociais na noite de domingo em Itacuruçá: “Atenção! Siena prata, placa DHH 4779 assaltando com elementos armados no Axixá.” Algumas horas mais tarde, outra mensagem informava que o veículo em questão foi recuperado, abandonado, no Arco Metropolitano.

A saga

“Passei mal na escola. A ambulância não estava no Batatal. Temos escutado várias reclamações quanto ao fato de a ambulância não estar continuamente no Posto. 9:30 e ela não se encontrava. Esses dias, outra professora sofreu um acidente e ela também não estava. Bom, fui levada ao hospital por outra condução.  Na sala da triagem, foi feito o primeiro atendimento, mas não tinha algodão para estancar o sangue do dedo. A enfermeira, atenciosa, conseguiu um pedacinho e me deu. O médico passou insulina. A glicose está 280, mas não tem seringa de 1ml para aplicar! Hã? Hein? Estou aqui aguardando arrumarem. Conseguiram agora. Esperando sair também os exames solicitados. Complicado esse descaso. Foi para isso que brigaram tanto para assumir o governo?” (Elizabeth Antunes, via Facebook)

Fica o recado

Se um fiscal no exercício de sua profissão acaba pegando dinheiro para não fiscalizar é ladrão e quando faz o seu oficio orientando, notificando e autuando também é taxado de ladrão. Fica uma pergunta: o que fazer ? Fiscal sob o meu comando vai defender o interesse do comércio local e dos moradores.” (André Carvalho, secretário de fazenda, via facebook)

Iluminação pública

A informação de como se realiza a “mágica”, ainda não chegou ao blog. Entretanto, é de conhecimento dos moradores de Itacuruçá, especialmente os que estão há meses pagando taxas de iluminação pública sem terem o consequente serviço, uma solução adotada no condomínio Marina e que se estendeu até uma das ruas da Brasilinha, realizada por particulares. As imagens a seguir são de trechos de ruas onde o poder público ainda, sequer, reconheceu a existência da rua, mas onde os moradores conseguiram instalar o sistema do vizinho condomínio Marina.

Brasil, mostra a tua cara!

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro já acabaram há quase um ano, mas os problemas não param de chegar. Nove meses depois da Olimpíada, 130 atletas viram suas medalhas oxidarem e, literalmente, cair aos pedaços. Esse número equivale a sete por cento dos objetos entregues aos medalhistas, de um total de 5.130 premiações. Os atletas têm devolvido pouco a pouco à Casa da Moeda as medalhas defeituosas para que sejam restauradas, conforme relata a publicação do jornal francês Figaro. As mais afetadas por esse desgaste foram as medalhas de prata, que tinham 92% de pureza e foram criadas a partir de espelhos excedentários, resíduos de solda e raios-X. Os medalhistas precisam esperar entre três e quatro semanas para que a Casa da Moeda possa corrigir os problemas. Fonte: Jornal Extra)

Diferenças entre o andar de cima e o andar de baixo

A Defensoria Pública de São Paulo acionou o Superior Tribunal de Justiça para pedir a liberdade de uma mãe condenada por roubar ovos de Páscoa e um quilo de peito de frango, em 2015. Responsável por três crianças menores de 12 anos, ela vive com o filho mais novo, de 20 dias, em uma cela superlotada da ala materna da Penitenciária Feminina de Pirajuí.

A pena determinada, de três anos, dois meses e três dias de regime fechado, supera as sentenças impostas a pelo menos sete condenados na Operação Lava-Jato. Maria (nome fictício) foi presa em flagrante, há dois anos, por furtar produtos de um supermercado de Matão, em São Paulo. Permaneceu reclusa por cinco meses, até que um juiz concedeu a liberdade provisória. Condenada em primeiro grau, ela teve a sentença mantida em segunda instância e voltou ao cárcere em novembro de 2016, grávida. A detenta deu à luz no último 28 de abril e vive com o filho em uma cela, cuja capacidade é de 12 pessoas, ao lado de outras 18 lactantes.

Pena maior que as da Lava-Jato

O caso de Maria levanta debate sobre a Justiça, que garantiu a liberdade à outra mulher presa no mesmo furto e a prisão domiciliar à mulher do ex-governador Sérgio Cabral, Adriana Ancelmo. Mostra ainda certa desproporção das penas no Direito Penal. Na Operação Lava-Jato, ao menos sete condenados vão cumprir menos tempo de cadeia que a dona de casa. Cinco deles recorrem em liberdade, um está preso em domicílio.

Onde o Temer errou

Vale para o enrolado presidente Michael Temer e para todos os demais ocupantes de cargos públicos. Diz a lei: “A autoridade que tiver ciência ou notícia de ocorrência de irregularidade no serviço é obrigada a promover a sua imediata apuração. § 1o . – A apuração será realizada através de Sindicância, sempre que for ignorada a identidade do responsável pela irregularidade. § 2o . – Identificado o responsável, a Sindicância se transformará em processo administrativo disciplinar”

Anúncios

2 respostas em “23 de maio de 2017

  1. Realmente há grande possibilidade de que o julgamento ocorra este mês. Nas terças e quintas, o TSE tem tido sessões do Plenário e espero que, em breve, ocorra o desfecho dessa “novela”. Essa decisão, seja qual for, irá trazer definição na política de Mangaratiba em diversos sentidos. Inclusive quanto às filiações partidárias de algumas lideranças locais, do alinhamento de partidos com o governo e as preparações para o pleito de 2018.

  2. Sobre o temeroso presidente, fico a indagar que tempos tristes são esses em que, mesmo à evidência de gravações tão comprometedoras, um governante insiste em não renunciar fazendo com que a nação venha a sangrar mais um novo e doloroso processo de impedimento?!

    Se fosse num país sério, todos os políticos já tinham renunciado a seus cargos eletivos e o cidadão compareceria às urnas para novas eleições. Aqui, porém, os corruptos se apegam ao poder o máximo de tempo que podem. E as consequências para a coletividade pouco importam para eles…

    O quase centenário Antonio Candido, falecido neste mês aos seus 98 anos, foi um literário e sociólogo que, como bem noticiou uma das edições do Jornal Nacional “atravessou o século XX ensinando, escrevendo e lutando nas trincheiras da democracia, da justiça social e da igualdade”. Entretanto, ele “chegou ao século XXI e não gostou do que viu”, sentido-se “triste com o Brasil e com o mundo” de modo que a a filha Marina de Mello e Souza disse que gostaria que o pai fosse lembrado como o símbolo do contrário do que acontece hoje:

    “A morte de um homem feito Antonio Candido é um símbolo que representa, primeiro, um mundo que acabou, de esperança, de sonho, de crença na igualdade, que não aconteceu”

    Sinceramente, o que estamos vendo hoje contraria muitas das expectativas alimentadas ainda nos anos 90 quando se comemorava o fim da ex-URSS e do vergonhoso Muro de Berlim. Mal começou o século e começamos a assistir no mundo um inegável retrocesso em diversas áreas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s