16 de maio de 2017

Frase do dia 

As lágrimas do mundo são inalteráveis. Para cada um que começa a chorar, em algum lugar outro pára. O mesmo vale para o riso. (Samuel Beckett)

Cadê o piloto?

As últimas edições do Diário Oficial de Mangaratiba tornam públicos diversos atos administrativos do poder público municipal. Entretanto, numa leitura mais atenta, há muitos dias não aparecem decisões assinadas pelo prefeito Aarão. As poucas que são divulgadas se referem a atos ocorridos há mais de um mês.

(In)segurança pública

Ao que parece, o distrito e o município estão mesmo entregues à própria sorte, no que diz respeito à segurança pública. Na manhã de ontem, em pleno dia, a filha do Azinho, do bazar Farolito, de Itacuruçá, que tem seu comércio ao lado da igreja Santana, teve seu automóvel roubado sob a mira de revólveres. A informação é da própria vítima.

Velha Guarda

No próximo dia 27 de maio, no IateCclube de itacuruça, vai acontecer o lançamento do livro “Cruz de Pedra”, de autoria de Astolfo Serra, veranista em Itacuruçá nos anos sessenta e setenta, que se tornou um dos mais respeitados cardiologistas do Brasil, mas não esqueceu suas raízes e memórias. O evento acontecerá no Iate Clube de Itacuruçá e propõe-se a reunir inúmeros participántes (ainda vivos) daqueles “anos dourados .

E por falar em saudade

Trem de passageiros que a partir da eletrificação do trecho Deodoro-Santa Cruz, nos anos 1950, passou a operar entre Santa Cruz e a estação terminal de Mangaratiba, com várias versões, dependendo da época. Até 1911, a linha do chamado ramal de Mangaratiba somente existia até a estação de Santa Cruz, tendo alcançado Mangaratiba em 1914. A partir daí, o trem corria de Dom Pedro II ou de Deodoro até Mangaratiba, com isso acabando com a chegada da eletrificação, em 1945, que somente foi até Santa Cruz, obrigando então a existência de baldeação nessa estação para troca com trens a vapor e depois, por diesel. Esse trem foi extinto entre o final dos anos 1970 e o ano de 1984. Há várias datas indicadas por ex-usuários. O Guia Levi de 1983 ainda acusa 2 trens diários em 1983. A partir de 1984, com a criação da CBTU, os trens passaram a ser operados por esta. Um dos motivos da desativação dos trens, talvez o principal, foi a construção de uma linha cargueira entre Japeri e Brisamar, estação logo após Itaguaí, em 1973, que passou a dar prioridade para os trens de minérios para o porto de Guaíba, eliminando inclusive o trecho final da linha original que seguia até Mangaratiba. (Miriam Bondim e Luciano Hefner)

Ecos do 13 de maio

Neste 13 de maio, tive a oportunidade de caminhar pela histórica Trilha Imperial na Serra do Piloto, a qual foi construída pelos antigos escravos no século XIX. Subi até um pouco depois do Mirante Imperial porque dali para cima o mato não permite prosseguir até à Benguela e os outros monumentos situados na RJ-149. Só indo pelo asfalto. Entretanto, após almoçar na pousada do Marcelo, onde fica a captação da CEDAE, desci por uma outra trilha que sai na Fazenda Santa Isabel onde identifiquei umas ruínas também da época da escravidão. Um monumento pouco conhecido que, embora esteja em terras privadas, possui interesse público. Entretanto, lamentei o fato de não haver uma sinalização turística nesse circuito. Faltam placas indicando os locais para orientar quem por lá caminha (inclusive como ir da BR-101 até a antiga via), além da prestação de serviços de manutenção das trilhas e mais informações históricas. Enfim, é uma História que vai se perdendo e que pode ser melhor valorizada com um trabalho de aproveitamento do potencial da Serra do Piloto em cada detalhe. (Rodrigo Ancora da Luz, via área de comentários do blog)

Expo-Itaguaí 2017

Integra do comunicado enviado ao blog da jornalista Berenice Seara  pelo prefeito de Itaguaí Carlos Busatto Jr: “A Prefeitura de Itaguaí esclarece que não fará nenhum gasto na realização da Expo, principal festa da cidade. A administração do município tem feito esforços junto à iniciativa privada para realizar o evento, sem qualquer ônus aos cofres públicos. Vale ressaltar que a atual administração de Itaguaí tem trabalhado para sanear as finanças do município pagando as dívidas herdadas da gestão passada, priorizando os salários dos servidores em dia e pagando os salários atrasados”. (Berenice Seara, jornal Extra)

Nem todos são idiotas

Segundo o General Heleno, a fortuna paga por Luiz Inácio e Rousseff a João Santana e Monica comprova o seguinte:
– os candidatos do PT, fracos e desqualificados, exigiam gastos astronômicos para serem eleitos;
– os dois marqueteiros são, na verdade, ilusionistas geniais , capazes de tirar da cartola milhões de eleitores imbecis;
– a Sra Rousseff é mais incompetente do que imaginávamos, até para ser desonesta;
– o Sr Ex- presidente sofre de amnésia, em grau elevadíssimo.  Haja presídio.
Para quem ainda não sabe: o login do e-mail criado com base em dados fictícios pela terrorista criminosa Dilma Vanda Rousseff Linhares com a finalidade de se comunicar secretamente com Mônica Moura era : “”iolanda2606@gmail.com””. Iolanda o nome da mulher do presidente Artur da Costa e Silva e 2606 a data, 26 de Junho, do atentado terrorista ao então II Exército em SP, que resultou no cruel assassinato do Soldado Mário Kozel Filho com 18 anos de idade.  A cruel e fria assassina, que participou ativamente do atentado, usou a data nefasta para criar o login do e-mail. Essa a maldita comunista sedenta de sangue e ódio que foi, infelizmente,- presidente do Brasil por longos e tenebrosos cinco anos e cinco meses da República Federativa do Brasil.

Anúncios

4 respostas em “16 de maio de 2017

  1. Sobre o trem, acho uma pena não terem feito um trabalho de preservação histórica e de aproveitamento turístico da maioria das estações que restaram e ainda a MBR ter ganho exclusividade na exploração dessa linha para fazer o transporte de minério. Sem esquecermis do erro cometido quando os trilhos foram arrancados de Santo Antônio até o Centro…

    A meu ver, deixarmos que essa linha continue sendo usada para o transporte de minério não trará um futuro proveitoso para o Município assim como não interessaria abrir novas áreas para a especulação imobiliária (pois é o que aconteceria com o trecho entre Muriqui e Praia Grande se os trilhos saíssem dali). Porém, tenho a ousadia de ser a favor do resgate da linha e de Guaíba para um uso totalmente turístico, transformando o espaço do TIG num parque aquático e fazendo com que o restante da ilha vire aí mesmo tempo parque ambiental, com uma trilha circular dando acesso a todas as praias e a permissão de alguns poucos empreendimentos comerciais (tipo restaurantes e lojas de artesanato) para aumentar o tempo de permanência do visitante ali, porém sem residências e nem pousadas.

    Assim sendo, teríamos então um trem turístico partindo algumas vezes ao dia de Itacuruça rumo a Guaíba tal como no Corcovado do Rio de Janeiro cuja tarifa do bilhete de ida e volta poderia custar uns 60,00 (sessenta reais) por pessoa com descontos de até 80% exclusivos para morador do Município durante a baixa temporada. Quem comprasse o bilhete poderia, na mesma data, desembarcar numa estação, passear pelo local e tomar o próximo trem rumo ao destino. Ou seja, num único dia, o passageiro conheceria também um pouco de Muriqui, Praia Grande, Sahy, Ibicuí e a Ilha de Guaíba.

    Com um projeto desse nível, Mangaratiba poderia fortalecer sua rede hoteleira nas referidas localidades balneárias assim como o comércio e proporcionaria ao turista mobilidade sobre os trilhos dentro do Município. As estações seriam revitalizadas e pássaro a oferecer opções de entretenimento, exposições culturais, alimentação e o comércio de vários produtos. Ao redor das mesmas surgiriam novas oportunidades voltadas para o turismo, o que significaria mais emprego e renda para uma população hoje dependente de cargos comissionados em Prefeitura.

    • Rodrigo este seria o projeto do Trem dos Mares? aquele que virou trem fantasma, cujo projeto foi apresentado no Condomínio Sahy pelo Prefeito Capixaba e seu sobrinho Pedrinho e que fez com que as pessoas lá presente acreditasse que o projeto seria levado a termo. Pura mentira e grande decepção para o povo de Mangaratiba.

      • Olá, Carlos.

        Essa ideia pode ter alguma semelhança com o Projeto “Trem dos Mares da Costa Verde”. Porém, não precisa ser através de uma composição no modelo litorina e o percurso da viagem poderá ir além à enseada de Santo Antonio.

        Em minha proposta, a Vale deixaria o Terminal da Ilha de Guaíba e deixaria o espaço livre para a criação de um parque temático ali, o que seria um atrativo forte para as pessoas pagarem por um serviço de padrão turístico sabendo que irão até um destino que valerá à pena.

        Também a passagem possibilitaria vários embarques e desembarques através de um bilhete válido para o dia todo. Ou seja, o turista terá a oportunidade, caso queira, conhecer cada estação, sair para tirar fotos no lugar, dar uma volta e depois aguardar o próximo trem para continuar o passeio. Senão poderá ir direto até à Ilha de Guaíba.

  2. Boa noite! E uma pena mais parece que o nosso município está entregue mesmo.Cadê pelo menos a nossa Merenda de qualidade acabou? Por favor autoridades os alunos estão com fome a situação está muito complicada vamos ver o que está acontecendo. Esse é o mínimo que vocês podem fazer. Desde já agradeço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s