3 de maio de 2017

Frase do dia

Volta teu rosto sempre na direção do sol e, então, as sombras ficarão para trás. (Proverbio Oriental)

Guerra urbana

A principal notícia do dia de ontem foi, sem dúvida, a reação dos traficantes da Cidade Alta, em Cordovil, à presença de policiais do BOPE tentanto conter um conflito entre facções rivais. O saldo de mais de trinta e cinco presos e dezenas de armas apreendidas dominou o noticiário nacional. Também foram destaque as ações dos bandidos que incendiaram ônibus e caminhões. Vale o registro que, dessa vez, não aconteceram (até o momento) “balas perdidas vitimando inocentes”.

Guerra Urbana II

O foco principal do conflito foi em Cordovil, nas proximidades do entroncamento da via Dutra com a avenida Brasil. Entretanto, seus reflexos chegaram ao município, vez que a viação Costeira, ao que parece, retirou todos os seus ônibus de circulação, mesmo os que não têm itinerários passando pela região, como os que têm como destino Itacuruçá e Muriqui.

Guerra Urbana III – Dedo na ferida

Depois do advento do arco rodoviário metropolitano, Itaguaí se transformou em ponto estratégico onde os marginais podiam ficar homiziados sem muitas preocupações pela carência de policiamento, e por ter se tornado uma rota de fuga para os mais diversos lugares do Rio de Janeiro, como a Costa Verde, a baixada fluminense, o Sul fluminense e a zona oeste da capital. Aqui, a bandidagem encontrou um ambiente propício para suas ações, com um grande número de dependentes químicos de drogas ilícitas, e começaram a estabelecer seus “bunkers” sem muitas dificuldades, na maioria dos casos com a proteção de moradores canalhas viciados, que atuam na contrainformação das eventuais ações públicas de segurança. Com o aumento da venda e o consumo de drogas ilícitas na cidade, automaticamente se deu o aumento das ocorrências de roubos e furtos, que é de onde a maioria dos dependentes químicos consegue recursos para manter seus vícios, e para piorar, isso chamou a atenção de outras facções criminosas que se estabeleceram na cidade, promovendo embates para “tomadas de territórios”. Hoje, não se pode mais sair de casa para visitar um amigo em outro bairro sem procurar saber como está a movimentação da bandidagem ou se eles estão guerra, e mais, é preciso saber qual a facção criminosa está controlando tal região, para não correr o risco de ser confundido com um “alemão” (um invasor ou informante). Qualquer saída de casa, até mesmo para comprar pão, é uma aventura que pode acabar em tragédia. E então, Itaguaí se transformou ou não em um grande favelão? (Sérgio Prata, via facebook)

Cautela e caldo de galinha

Em tempos de grande insegurança pública, sempre é bom ter à mão informações como esta.

Os outros ladrões

O empresário Paulo Fernando Magalhães Pinto afirmou, em depoimento ao juiz Marcelo Bretas, que vendeu metade do iate Manhattan, avaliado em R$ 5,3 milhões, ao ex-governador Sérgio Cabral. O pagamento foi feito em espécie, mas ele não revelou a quantia recebida. Magalhães Pinto, que foi assessor de Cabral no governo, confirmou ainda que atuou como “laranja” , mantendo a titularidade da embarcação no próprio nome, além de pagar o aluguel de uma sala comercial usada pelo ex-governador, no Leblon, e bancar o salário de três funcionários que trabalhavam para Cabral. Magalhães Pinto contou que, depois, as despesas eram reembolsadas, sempre em espécie. O total, segundo ele, chegou a cerca de R$ 1 milhão. Por causa do tamanho, o iate ficava ancorado na Marina Verolme, e se deslocava para o condomínio Portobello, onde Cabral tem casa, quando o ex-governador acionava o marinheiro responsável por pilotar a embarcação. (Fonte: O Globo)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s