21 de março de 2017

Frase do dia

Nossa existência é transitória como as nuvens do outono. Observar o nascimento e a morte dos seres é como olhar os momentos da dança. A duração da vida é como o brilho de um relâmpago no céu, tal como uma torrente que se precipita montanha abaixo. (Buda)

E a tal solidariedade?

Hoje, lá pelas 8:30h fui na peixaria no Sahy. Na volta me deparei com uma pick up Ranger capotando na pista na subida do túnel da praia do saco. Imediatamente encostei o carro e comecei a sinalizar o local, pois o veículo ficou atravessado e ocupando toda a pista de subida. Um amigo que estava no carro de trás seguiu viagem e avisou à policia e bombeiros enquanto eu fazia o famoso “pare e siga”. Nesse momento eu estava sozinho no local. Um motorista de reboque parou e ficou com as vítimas até que os bombeiros chegassem. Até aí eu sequer tinha ido no veículo, pois estava preocupado com o transito, afinal, os motoristas sobem naquele trecho muito rápido, podia causar outro acidente. Pois bem, quando a polícia chegou fui orientado a fechar totalmente as duas pistas para que as ambulâncias pudessem atravessar as vítimas de um lado para o outro. Assim o fiz. Para minha surpresa muitos, eu disse muitos motoristas gritavam do carro dizendo que estavam com pressa e se podiam passar rapidinho. Repito que as duas pistas estavam fechadas. Ninguém subia ou descia. Outro disse que tinha compromisso e outros davam várias desculpas tentando passar.  Sem falar os ocupantes de veículos que desciam, tiravam foto e voltavam para os carros. Sem se importar com quem estava lá dentro. Ninguém perguntou se as vítimas estavam bem. Resumindo o textão: Muito triste isso. As pessoas sequer se importavam com as cinco vítimas presas dentro do carro. Apenas queriam registrar a fatalidade e reclamar o interesse particular. Por fim, o policial me chamou perguntando se eu queria fotografar o veículo acidentado, pois as vítimas já estavam fora de perigo e a caminho do hospital (ele sabe que trabalho na imprensa e poderia gerar matéria). Eu simplesmente agradeci, falei que minha função alí era ajudar e me retirei. Deixando o trabalho para os profissionais. Não sei como os ocupantes do carro ficaram, mas sei que puderam ter um atendimento rápido e de qualidade. (Robetinho Castilho, via facebook)

Olho vivo

O eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições, ou não pagou as multas correspondentes, deve se dirigir ao cartório eleitoral, até 2 de maio deste ano, para regularizar a sua situação. Se após essa data esses eleitores não estiverem regulares com a Justiça Eleitoral, correm o risco de ter o título cancelado. A legislação considera cada turno de votação um pleito em separado para efeito de cancelamento de título. O cancelamento automático do título de eleitor ocorrerá de 17 a 19 de maio de 2017. O parágrafo 6º do Provimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 1/2017 estabelece que “será cancelada a inscrição do eleitor que se abstiver de votar em três eleições consecutivas, salvo se houver apresentado justificativa para a falta ou efetuado o pagamento de multa, ficando excluídos do cancelamento os eleitores que, por prerrogativa constitucional, não estejam obrigados ao exercício do voto”.

Quem não precisa

Os eleitores com voto facultativo (analfabetos, eleitores de 16 a 18 anos incompletos e maiores de 70 anos) ou com deficiência previamente informada à Justiça Eleitoral não necessitam comparecer ao cartório para regularizar a sua situação. Para fazer a regularização, o eleitor deverá apresentar no cartório eleitoral documento oficial com foto, comprovante de residência e, se possuir, título eleitoral e os comprovantes de votação, de justificativa ou de quitação de multa. Para saber como está a sua situação perante a Justiça Eleitoral, o eleitor pode fazer a pesquisa no site do Tribunal Regional Eleitoral do estado. Pode ainda ir ao cartório eleitoral e solicitar essa informação. (Fonte: TSE)

Mas sou só eu?

Apesar de a lei brasileira autorizar desde o ano passado que grávidas e mães com filhos de até 12 anos tenham a prisão provisória convertida em prisão domiciliar o encarceramento ainda é regra. Exceto para a ex-primeira dama Adriana Ancelmo.

Anúncios

Uma resposta em “21 de março de 2017

  1. O povo do Rio de Janeiro está todo saindo para Minas por causa da febre amarela. Tem gente quem nem sabe para onde vai, mas vai. Ontem a repórter perguntou a uma pessoa para onde viajaria e ele fez, hummmmm, pensando para dizer. Essa se preparou mal. Outra respondeu que vai para o “Centro” de Minas Gerais. Bom, todo lugar tem um centro né, mas no caso de estado falamos o nome da cidade, na cidade indicamos as localidades, inclusive o Centro da cidade. Centro de Minas, deve ter uma cidade lá né .Sinto que ainda vou ouvir nomes de cidades capixabas e paulistas na boca de gente que está indo pra Minas. Vamos pra MInas gente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s