23 de fevereiro de 2017

Frase do dia

Há um tempo para partir, mesmo quando não há um lugar certo para ir. (Tennessee Williams)

Destaque

Merece destaque, no dia de hoje, a resposta da Natasha Kede em relação à postagem de ontem, onde se registrava a abertura de inquérito administrativo contra ela por conta de ações tomadas enquanto era secretária municipal do governo anterior. Reage ela: “Professor, sempre leio seu blog, e como o senhor publicou e exemplificou com meu nome em relação às citações absurdas no diário oficial, acho importante eu me manifestar. Informo que nunca fui comunicada de nada, e olha que sempre vou à prefeitura! Ao procurar saber do que se trata, fui informada que ocorreu dúvida em notas de prestação de contas de parte de adiantamento no valor de mil reais (acredite.. mil reais) quando eu ainda era Secretária.. bem estranho, pois todas as minhas contas foram aprovadas na época, ainda assim, se fosse o caso prestaria qualquer informações se solicitada, pois faz parte da nossa rotina e obrigação ao assumir cargo publico. Ora, moro no município desde que nasci, trabalho em cargo público desde 18 anos e nunca respondi a nada! NÃO SOU, NÃO FUI e NUNCA SEREI INVESTIGADA.Sou advogada e se tem algo que honrarei sempre é meu nome e o respeito ao meu trabalho.Lamento pela mediocridade de quem fez tal citação tratando como se os servidores “a prestar informações de rotina” fossem bandidos respondendo a processo criminal. Absurdo! E pior, o advogado que assina a citação era parte da minha equipe na época, conhece os servidores que faziam as prestações de conta na minha gestão.. E OBVIAMENTE TEM TODOS OS MEUS CONTATOS E DOS DEMAIS SERVIDORES, EM CASO DE ENDEREÇO “INCERTO E NÃO SABIDO”! Ou seja, por respeito e economia do dinheiro público poderiam ter solicitado o comparecimento e informações com uma simples ligação, watsapp, mensagem, email ou carta, etc… Mas que graça teria, né?
Infelizmente o que ainda impera é a preguiça e a forma de expor o outro sem respeito e consideração.EMPATIA.. algo ainda desconhecido por muitas pessoas na administração pública!Assim sendo.. já que INFELIZMENTE aconteceu: Venho por aqui informar as meus amigos e familiares,  que não se preocupem, pois não é nada demais. Aliás, NÃO É NADA! Só tenho a LAMENTAR pelos “DOUTORES” que insistem em trabalhar dessa forma.. espero do fundo do coração que um dia isso mude e não se repita com outros inocentes, pois como eu, algumas “pessoas” ainda tem dignidade e prezam por isso. Um abraço.Natacha Kede ((Via área de comentários do blog)

Ensaio Geral

No calor da madrugada, o GRES Enel (ex-Ampla) realizou seu ensaio para o carnaval. Como nas escolas de samba, o teste dessa noite foi a famosa “paradinha” da bateria. No nosso caso, uma “paradona”. Sem motivo aparente, pois não chove nem venta há muitos dias, ficamos mais de três horas sem energia elétrica.

 Desconectados

Telefone e internet pra quê? Quando se pode pegar um avião, hospedar-se em um bom hotel e cumprimentar pessoalmente parlamentares? Pelo menos essa é a impressão deixada pelo prefeito Aarão que, enquanto não consegue garantir insumos básicos às unidades de saúde do município, como papel higiênico e gaze, gasta alguns milhares de reais do município para ir visitar parlamentares em Brasília.diariasEsclarecimento

Quanto ao questionamento sobre a apreensão de veículo com som automotivo, esclareço não ter sido a prefeitura a responsável pela elaboração do código de trânsito brasileiro. Se houver mais alguma dúvida sobre o motivo para as apreensões é só comparecer na Rua Doze de Outubro, entre a Rua Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte, Muriqui, onde reside uma senhora com mais de oitenta anos, e saber dela como é viver ao lado de um vizinho que tem som automotivo no quintal de sua residência e em que volume utiliza o equipamento. Infelizmente, no caso desta senhora, não podemos invadir a casa do vizinho. Ela, ou um parente próximo, tem que prestar queixa com embasamento no artigo 42, inciso III, da Lei 3688/41, junto a 165aDP, após o fato, ou acionar a PMERJ, durante o flagrante, através do 190. Portanto, na via pública, fatos como esse não vão ser tolerados e atuamos com embasamento no CTB. (Vitor Carvalho Santos, Secretário de Segurança)

Reconhecimento

Parabenizo o prefeito Charlinho pela decisão sensata e acertada de cancelar os eventos de carnaval em Itaguaí. A cidade está em situação de calamidade, decretada pelo prefeito, sem que o Hospital Municipal São Francisco Xavier tenha condições de prestar atendimento digno e de qualidade à população. Os moradores estão amedrontados, reféns da violência, com aumento de homicídios e outros crimes, lamentavelmente porque o governador Pezão não cumpriu com a promessa de instalar um batalhão da Polícia Militar, mesmo com a publicação em Diário Oficial da Resolução nº 814, de 2 de outubro de 2014, da Secretaria de Segurança Pública, que criou o 42º Batalhão de Polícia Militar no Município de Itaguaí. Com a greve parcial da Polícia Civil a população também não consegue realizar determinadas ocorrências na delegacia de Itaguaí. Além disso, os servidores públicos estão com salários atrasados, sem qualquer perspectiva de quando terão plenamente respeitados os seus direitos, então não faria sentido gastar dinheiro com festa se pais de família não recebem pagamento. Diante da falta de segurança, do desrespeito ao funcionalismo público e da total ausência de condições das unidades de saúde atenderem aos moradores e visitantes, pois até a UPA está fechada, o prefeito Charlinho acertou. Promover o carnaval, neste momento, seria agravar a calamidade em que se encontra Itaguaí. (Alexandre Vale, Deputado Federal)

Sob nova direção

A siderúrgica Ternium informa que assinou acordo para comprar 100% de participação da alemã Thyssenkrupp na Companhia Siderúrgica do Atlântico, numa operação avaliada em 1,5 bilhão de euros (cerca de R$ 4,87 bilhões). De acordo com o comunicado, a CSA vai ceder para a Ternium um acordo de fornecimento de 2 milhões de toneladas de placas por ano para a antiga planta de laminação da Thyssenkrupp em Calvert, no Alabama, EUA. A Ternium afirmou que o valor da operação tomou como base dados de setembro do ano passado, e que inclui dívida de 300 milhões de euros da CSA com o BNDES. A Ternium espera desembolsar 1,26 bilhão de euros na transação, tomando para isso empréstimo bancário. A CSA começou a operar em 2010, mas não conseguiu obter licença de operação. Desde o início das operações, a empresa tem sido alvo de processos por poluição e vem funcionando com uma licença de instalação e uma autorização para pré-operação.

Barbas de molho

Projeto de lei que começa a tramitar na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania determina acesso público aos dados da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física de pessoas que, no setor público, ocupem cargo de livre nomeação ou que tenham poder para autorizar empenho e pagamento de despesas. A proposta é do senador Otto Alencar. Ao justificar a medida, o senador ressalta o poder que esses agentes públicos detêm por força do cargo exercido. Segundo ele, este poder se concretiza na tomada de decisões estratégicas e também no manejo de recursos orçamentários que podem impactar diversos segmentos da população — essa uma função exercida pelos chamados “ordenadores de despesas”.

Fábula ou realidade?

Um jovem de 24 anos, Iago Guedes Gomes, perdeu a vida às  23h25 do sábado  ao reagir a um assalto praticado por um casal em um ponto de ônibus no coração de Brasília. Os especialistas vão dizer que a vítima ainda estaria viva se não tivesse reagido à  ação criminosa. Os defensores dos criminosos e os próprios delinqüentes dirão  que a vítima  teve muito apego ao celular e à  carteira. Os direitos humanos dirão que o casal latrocida foi negligenciado pelos pais e pela sociedade, chegando ao ponto de cometer o mais grave dos crimes. A população se queixará  da falta de policiamento ostensivo e a polícia responsável alegará  que não pode estar em todos os lugares ao mesmo tempo. A polícia repressiva, de investigação, encetará  diligências  para prender os autores do crime. Certamente, serão logo alcançados, denunciados pelo Ministério Público e julgados pelo Judiciário. Em seguida, por causa da superlotação  da cadeia, o casal receberá indenização do Estado, dinheiro proveniente dos tributos pagos pela sociedade, conforme decisão recente do Supremo Tribunal Federal. Cumprida uma parte da pena, a dupla progredirá  de regime e estará de volta às  ruas, para esfaquear um outro imprudente e apegado a bens materiais. No fim das contas, só  não há jeito mesmo para a morte. (Miguel Lucena,é jornalista e delegado da Polícia Civil do Distrito Federal).

Anúncios

3 respostas em “23 de fevereiro de 2017

  1. R$ 5806,49 gastos em 02 (dois) dias de viagem…
    E eu aqui acreditando que a Prefeitura não tem dinheiro pra pagar a data base!

  2. R$ 5806,39 gastos em 02 (dois) dias de viagem…
    E eu aqui escalado pro reforço de carnaval para receber em folga!

  3. R$ 5.806,39 por 2 dias de lero lero em Brasília e o pessoal do HMVSB que tem direito a diárias por força de lei,quando se desloca para outro município, fica a ver navios, recebe míseros R$ 20,00 para se alimentar e muitas vezes sai às 04:00 Hs e retorna às 17:00 Hs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s