04 de fevereiro de 2017

Frase do dia

O defeito fundamental dos pais é desejarem que os filhos sejam motivo de glória para eles. (Bertrand Russell)

De luto

Ao que parece, de acordo com informações recebidas pelo blog, blocos e barcos do Carnamar que pretendem desafiar a decisão de cancelamento do carnaval em Mangaratiba e sair às ruas, irão desfilar ostentando uma fita preta, em sinal de luto e protesto.

No entanto

Outros organizadores de blocos cederam à posição adotada pela prefeitura e se manifestaram através das redes sociais. Diz um deles: “A situação de crise econômica nacional tem penalizado os municípios brasileiros de uma forma geral e em Mangaratiba não é diferente. Portanto, apoiando a decisão das autoridades, o Bloco Mama na Teta 2017 está cancelado, ou melhor, adiado para data a ser convenientemente marcada. Não podemos ser irresponsáveis de realizar o evento sem a infraestrutura necessária para garantir a segurança e o conforto dos moradores e turistas. Os nossos foliões podem ficar tranquilos porque a festa não acabou, em breve voltaremos a fazer um grande evento com a qualidade de sempre e com grandes atrações. O bloco agradece a compreensão de todos.”             

Sem pesca predatória

Após oMinistério Público Federal em Angra dos Reis ingressar com15 ações civis públicas contra 32 barcos,tendo como base 109 autos de infração lavrados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, a JustiçaFederal proibiu, liminarmente, o ingresso dos infratores no Complexo Hidrográfico da Baía de Sepetiba, sob pena de multa por ato de descumprimento no valor de R$ 1 milhão. A atuação do MPF focou na pesca industrial irregular que ingressa na Baía de Sepetiba para capturar isca-viva. Essa pesca se dá com a utilização de uma extensa rede retangular, chamada “rede de cerco”, cujo movimento envolvente realizado por botes auxiliares cerca o cardume e se fecha em torno destes realizando a captura da espécie desejada. Após a captura, os peixes são colocados em aquários (“tinas”) mantidos na embarcação onde as iscas permanecem vivas até o momento do uso na pesca principal da embarcação, geralmente atuns e afins. Pela fragilidade do meio ambiente marinho na Baía de Sepetiba, a pesca de cerco está proibida desde 1993.

Segue

As ações do MPF demonstraram que a pesca industrial irregular praticada pelos réus nas ações é sobreposta à maior concentração de botos-cinza do mundo, retirando-lhes seu principal alimento: a sardinha e a corvina. Além disso, os atos criminosos prejudicam a comunidade tradicional pesqueira local. O boto-cinza consta no brasão do Rio de Janeiro como símbolo da cidade e é considerada uma espécie ameaçada de extinção. Por uma união de fatores negativos, dentre os quais está a pesca industrial irregular, em menos de dez anos a população de boto-cinza foi reduzida de, aproximadamente, duas mil espécimes para pouco mais de oitocentas. Se o percentual de mortalidade continuar alto, a expectativa é que a espécie desapareça da Baía de Sepetiba em oito anos. (Fonte: Ministério Público do Rio de Janeiro)

Para pensar, em tempos bicudos

Muitos políticos deviam seguir o exemplo do Sergio Cabral. Construiu Bangu 8, inaugurou e está morando lá. E ainda levou a mulher os amigos e colegas de trabalho para morarem lá também. Isso sim é confiar no trabalho que fez. (Anônimo)

Sem perspectiva cultural

Analisar alguma coisa “em perspectiva”, significa incluir nos parâmetros dessa avaliação aspectos como momento histórico e cultural, relações inter e intrassociais, além da psicologia dos indivíduos no momento em que determinado evento aconteceu.Há alguns anos, um “apedeuta” qualquer pretendeu banir livros do escritor Monteiro Lobato por conta de indicações que, segundo esse postulante, eram racistas. Pois não é que está em curso um outro movimento querendo banir do repertório das músicas de carnaval marchinhas que têm cinquenta ou sessenta anos por conta de princípios similares? Em publicação via internet, o jornalista Sérgio Prata, de Itaguaí, literalmente “detona” esses pseudo “politicamente corretos”. Diz ele: “Esquerdopatas querem banir algumas músicas históricas de carnaval como Cabeleira do Zezé, Maria Sapatão e O teu cabelo não nega dos desfiles dos blocos de embalo no carnaval do Rio de Janeiro, alegando que são homofóbicas, machistas, racistas e desrespeitosas. Sugiro também que sejam retiradas do repertório da folia as músicas Me dá um dinheiro aí, Turma do funil, Saca rolha e A pipa do vovô, por incitar a pratica de extorsão, incentivar o consumo de bebidas alcoólicas, e desmoralizar os idosos.”(Sérgio Prata)

Anúncios

Uma resposta em “04 de fevereiro de 2017

  1. Por enquanto os blocos de carnaval de itac q se manisfestaram tem ligação intima e direta com a atual gestao.Vamos aguardaro restante se manifestar-se-ão na mesma diretriz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s