02 de dezembro de 2016

Frase do dia

A Bíblia nos ensina a amar o próximo e também a amar nossos inimigos provavelmente porque eles em geral são as mesmas pessoas. (Mark Twain)

Barriga

Barriga, no jornalismo, trata-se da publicação de um fato falso, por falta de checagem, sem a intenção de enganar o leitor. Qualquer um, seja por pressa em dar o famoso “furo de reportagem”, por preguiça ou arrogância de achar que é bom o suficiente para precisar apurar, pode dar uma “barrigada”.O grande zum-zum-zum do dia de ontem na região era que o ex-prefeito de Mangaratiba e de Itaguaí, Charlinho, teria sido condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da segunda região por conta de um processo que já dura mais de dez anos. A jornalista Berenice Seara, do jornal Extra, chegou a publicar essa possível decisão em seu site. Segundo ela, Charlinho teria sido condenado a 14 anos de prisão. Pouco depois, no entanto, a matéria foi retirada do ar sem maiores explicações.  No correr do dia, entretanto, nenhum outro veículo de comunicação confirmou tal afirmação.

Apressado come cru

Os adversários do ex-prefeito, tanto em Itaguaí quanto em Mangaratiba, passaram todo o dia nas redes sociais comemorando o fato e inventando histórias de que o decreto de prisão imediata já estaria pronto para ser cumprido. Nada mais falso. No meio da tarde o TRF2 atualizou a situação do processo e o que consta é que a turma de desembargadores acolheu as alegações da defesa e rejeitou os recursos do MPF. Mais ainda, que “reformou” a decisão anterior de condenação. Isso significa que o ex-prefeito Charlinho pode até mesmo ter sido absolvido, é preciso esperar para se conhecer o inteiro teor da decisão. Confira na imagem.charlinho

Atualização às 06:25

O jornal Bom dia Rio, da Rede Globo, do dia de hoje, também divulgou a informação de que teria havido a condenação. No entanto, acrescentou que, segundo os advogados da defesa, os possíveis crimes estariam prescritos.

Deferido

Enquanto isso, em Brasília, o ex-prefeito Charlinho também obteve outra vitória no campo eleitoral. O Tribunal Superior Eleitoral, através do relator do processo,em longo despacho, rejeitou os recursos contra sua candidatura nos seguintes termos: “Portanto, não configurada a causa de inelegibilidade prevista no art. 1o., inciso I, alínea g da LC 64/90, fica mantido o deferimento dos Registros de Candidatura de CARLO BUSATTO JUNIOR e de ABEILARD GOULART DE SOUZA FILHO aos cargos de Prefeito e Vice-Prefeito de Itaguaí/RJ nas Eleições 2016. Ante o exposto, nega-se seguimento aos Recursos Especiais, nos termos do § 6o. do art. 36 do Regimento Interno do Tribunal Superior Eleitoral. Publique-se em sessão. Brasília (DF), 29 de novembro de 2016. NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO Ministro Relator.

Respeito ao trabalhador

Esses dias encontrei com uma amiga que trabalha na varrição de rua, na empresa que já deve ter mudado de nome pela enésima vez (ex Locanty). Ela me disse que tem sido obrigada a trabalhar doente, que o supervisor grita o tempo todo com ela, diz que está fazendo corpo mole, e outras barbaridades. Avisei-a de que isso é assédio moral e é crime. Orientei procurar a Defensoria Pública, pois a pobrezinha estava se sentindo acuada e intimidada. Um absurdo o que essa empresa faz com pessoas humildes, que precisam ganhar seu sustento. Disse a ela que se precisasse iria com ela. Me disse também que compram pá e vassoura do próprio bolso! Hã? Como assim? (Elisabeth, via área de comentários)

Lava jato

O Ministério Público Federal colocou no ar um site na internet para todos os que se interessarem em acompanhar o desenvolvimento das investigações. É aberto ao público e pode ser acessado em www.lavajato.mpf.mp.br

Anúncios

Uma resposta em “02 de dezembro de 2016

  1. Sobre o processo do Charlinho, cheguei a acompanhar o andamento no TRF2 tão logo soube das primeiras notícias divulgadas nas redes sociais lá pelo no final da tarde de 30/11. Na ocasião, as informações do sistema não estavam atualizadas. O acórdão obviamente não se achava editado no site e muita gente pode ter se baseado nas notícias. Entretanto, só quem esteve na audiência é que pode nessas horas dizer algo de modo que prudente o jornalista apoiar-se nessa fonte podendo ele mesmo assistir a sessão de julgamento e ainda gravar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s