24 de novembro de 2016

Frase do dia

Tolo não é quem não sabe o que fazer, é quem não faz o que sabe. (Aluisio De Paula)

(In)Segurança pública

Aconteceu ontem, por volta do meio dia, um assalto a mão armada em Mangaratiba. A vítima foi a esposa do professor Cary, dona Dídima que, além de perder o automóvel, levou uma facada de um dos bandidos. O assalto aconteceu quando ela saía da escola onde trabalha, em Junqueira. Os ladrões fugiram levando o carro, que foi abandonado batido.

Atualizando

Bom dia! Só retificando, a professora Didima foi assaltada na sua residência no centro de Mangaratiba por homens que algum tempo atrás tinham feito uma obra em sua casa. Por isso a mesma abriu o portão. Os homens são de Itaguaí. (Bruna Conceição, via área de comentários)

Menos valia

Menos valia, de acordo com a psicologia, é o sentimento do sujeito que se sente menos valorizado, que os demais. Em muitos aspectos, a população de Mangaratiba vive essa sensação. Aqui, a Ampla é o desastre que todos conhecemos. A Expresso Mangaratiba faz e desfaz, sem nenhuma cerimônia. A Cedae usa e abusa do direito de errar com a população. Agora, chegando o verão, é a insegurança pública nossa principal preocupação. Acompanhe o relato a seguir do subsecretário de Defesa Civil. “Hoje fui levar a esposa ao médico para exames complementares, no Rio de Janeiro. Sabe qual foi o primeiro diálogo do médico conosco? O assalto com nossa querida professora no centro de Mangaratiba. Fico triste em saber que uma pessoa se dispõe a ligar para a outra para informar de uma coisa que nada tem a ver com ambas as partes. Não seria mais bonito e produtivo falar das coisas boas da cidade. Das nossas lindas praias e coisas assim? Ele mesmo ficou sem entender a ligação e riu. Nossa cidade tem de parar com essa mania de falar coisas ruins. Assim como a mídia nos induz a achar que nossa linda Mangaratiba é um lugar ruim de se morar. Respeitem o momento da família, respeite nossa querida cidade, respeitem o próximo. Aliás, dizem que um ex-empregador da família estaria envolvido neste crime. Melhoras a professora e que Deus a proteja e cuide desse momento delicado da família de lindos professores.”

Fogo amigo?

O juizado eleitoral de Mangaratiba recebeu um pedido de investigação judicial eleitoral contra o prefeiro Dr. Ruy Quintanilha e o vereador Anderson Quadros por abuso de poder econômico, abuso de poder político e conduta vedada a agente público nas eleições de 2016. A AIJEpede a aplicação de multa, cassação do registro da candidatura, cassação de diploma e declaração de inelegibilidade. Esta é a segunda AIJE apresentada contra os dois políticos. A primeira foi feita pelo Ministério Público. O inusitado dessa segunda AIJE é que seu autor é o vereador Rodrigo Bondim, do mesmo partido (PV) do prefeito e do vereador eleito.

Para abrir um sorriso

Frase de um internauta que ainda ecoa em algumas residências de Mangaratiba: “a policia federal tá prendendo tanta gente, que quando batem no meu portão, torço para que sejam os Testemunha de Jeová” (Robertinho Castilho)

Anúncios

3 respostas em “24 de novembro de 2016

  1. INSEGURANÇA PÚBLICA MAIS QUE ANUNCIADA! VEJAMOS: CONTIGENTE MEDÍOCRE DE POLICIAIS MILITARES, QUE ANDAM APENAS EM COMBOIO, DESVALORIZAÇÃO PELA PREFEITURA DOS GUARDAS MUNICIPAIS DE RECURSOS PARA INIBIR DELITOS. SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE DE TODOS! ESTADO E MUNICÍPIO!

  2. Antes existia ali no centro de Mangaratiba um posto de comando que contava com 7 a 8 guardas fazendo rondas 24 horas e a pé pelo centro de Mangaratiba, hoje o que temos? Hoje a Guarda municipal acabou! Não existe mais! Temos quase 200 comissionados trabalhando paisano e só Deus sabe onde eles estão, viaturas que eram para os efetivos estarem fazendo rondas , mas que viraram veículos pessoal da trupe do Anderson Quadros. Os cargos estratégicos que deveriam pertencerem aos efetivos estão nas mãos dos comissionados e que após o atual prefeito perder as eleições, estão pouco se lixando para Mangaratiba. Hoje , hoje . Não temos mais guarda municipal.

  3. Bom dia! Só retificando, a professora Didima foi assaltada na sua residência no centro de Mangaratiba por homens que algum tempo atrás tinham feito uma obra em sua casa. Por isso a mesma abriu o portão. Os homens são de Itaguaí.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s