25 de outubro de 2016

Frase do dia

Todos os que desfrutam acreditam que na árvore o que importa é o fruto, quando na verdade o que importa é a semente: eis a diferença entre os que desfrutam e os que crêem. (Friedrich Nietzsch)

O mico

Entre quatrocentos e quinhentos pescadores em caiaques realizaram um torneio de pesca em Itacuruçá nesse fim de semana. Lá pelas tantas, no domingo, quando se preparavam para iniciar a competição, os organizadores foram abordados por uma equipe do “choque de ordem” da prefeitura querendo saber se eles tinham autorização para a realização do evento. Foi nesse momento que os organizadores apresentaram as várias correspondências encaminhadas ao poder público da qual nunca obtiveram respostas.

Pelo telefone

O Diário Oficial de Mangaratiba de número 643, publicou ontem uma lista de exonerações de servidores comissionados. Nada mais comum no dia-a-dia da administração pública. A nota dissonante é que eles foram exonerados com data de abril, maio e junho. Considerando que os decretos só foram publicados agora e que, provavelmente, os exonerados não trabalharam nesse período, é muito provável que tenham sido demitidos, à época, na base do telefonema avisando: “amanhã você não precisa mais ir trabalhar”.

Novos métodos

Na noite da última quinta-feira, como já noticiado aqui no blog, várias pessoas foram assaltadas em cinco quiosques da orla de Itacuruçá por homens que se deslocavam em um barco de alumínio azul. Pois, assim que a notícia se espalhou, surgiram relatos de que vários pescadores amadores também já foram abordados e assaltados no meio da baía onde estavam absolutamente indefesos.

Cinquentinha

Daqui a uma semana, quem for pego dirigindo moto de 50 cilindradas sem carteira vai pagar multa. A medida já foi anunciada e adiada duas vezes este ano pelo Conselho Nacional de Trânsito. Agora, a fiscalização parece que é para valer. Para continuar circulando de “cinquentinha” será necessário tirar uma ACC – Autorização para Conduzir Ciclomotor –  ou uma carteira de habilitação categoria “A”, para motos. Vale lembrar que quem for flagrado conduzindo “cinquentinha” sem habilitação vai estar cometendo uma infração gravíssima e o valor da multa ainda vai ser multiplicado por três, chegando a R$ 880,41. (Fonte: O Globo)

Ferramenta

Sem meios, até agora, para reprimir a prática, finalmente os guardas municipais de trânsito poderão atuar contra os “paredões de som” e suas músicas que costumam nos atormentar na temporada de verão. De acordo com a Resolução 624/2016, não é necessário medir o volume em decibéis, nem utilizar nenhum aparelho para medição. Basta que o som possa ser ouvido fora do veículo. A infração é grave e vale, além da multa, 5 pontos na carteira.som-no-carro

Doutrinação

A menina de 8 anos deixou a sala de aula e se deparou com a frase estampada num cartaz pregado no saguão da escola que fazia uma ode à violência: “Morte ao Latifúndio: terra para quem nela trabalha”. Poucos metros à frente, ela, como outras crianças e adolescentes que estudam no Colégio Pedro II, em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, foram confrontadas com faixas dependuradas nas grades e paredes do pátio com inequívoco viés antidemocrático. “Eleição, Não! Revolução, Sim!”. O pai de um aluno que tentou questionar as razões daquelas faixas em uma escola pública acabou violentamente barrado e não pode entrar no prédio. Tentaram inclusive impedi-lo de filmar o que aconteceu em uma dos mais tradicionais colégios de País, referência desde o período do império. As imagens, no entanto, ganharam destaque na internet na última semana. Os cartazes que incitavam a violência e menosprezavam valores do Estado Democrático de Direito faziam parte de um evento que celebrava os 50 anos da Revolução Cultural Chinesa. A pouca idade das crianças, não entanto, não permite a eles entender o real significado daquelas pregações, nas dependências da escola. Não se trata de defender ou censurar o ideário de esquerda ou, eventualmente, a cartilha da velha direita brasileira. Mas de tentar incutir na cabeça de crianças e adolescentes princípios e valores altamente violentos e que contrariam as bases da democracia. Se na própria China o meio século da revolução foi praticamente ignorado, por que o maoísmo deveria ser celebrado no Brasil, e dentro de uma instituição pública de ensino? Essa é a segunda vez, em pouco mais de um mês, que o Pedro II é envolvido em polêmica nacional: a anterior foi por ter liberado o uso de saias do uniforme feminino também para os meninos.

Desde os tempos do império

O Colégio Pedro II, no Rio, é a terceira instituição federal gratuita de ensino mais antigas do Brasil. Fundado em 1837, ainda no Império, oferece turmas desde Educação Infantil ao Ensino Médio, além de também alfabetizar adultos. Foi criado com o objetivo de formar quadros políticos e intelectuais para ocupar os mais altos postos da administração pública. Devido a seu histórico de excelência, são disputadíssimas as vagas nas 14 unidades da região metropolitana do Rio, e os 13 mil matriculados são selecionados através de sorteio. Entre os ex-alunos célebres estão o sanitarista Oswaldo Cruz, o ex-presidente Nilo Peçanha, a atriz Fernanda Montenegro e a jornalista Fátima Bernardes. (Fonte: Revista Isto É)

Anúncios

3 respostas em “25 de outubro de 2016

  1. DENOVO MICO DOS DESCOMANDADOS PELO ANDERSON “CAIXINHA”QUADROS!!! JA NÃO BASTASSE EXTORQUIR OS COMERCIANTES COM CEZINHA, SZ FRANGO PINTO, VERNEQUE, CARLOS RUSSO E AUGUSTO QUE FAZ CHURRA NA PRAIA..AGORA ESSA? HUEHUEHUE!!!! QUE O PREFEITO AARÃO NÃO PEGUE ELE PRA SUA BASE DE GOVERNO MT QUEIMADO!

  2. Sou contra essas nomeações “com efeito retroativo”. Primeiro por falta de previsão legal pra isso (inobservância do princípio da legalidade que rege a Administração Pública). Além disso, nomear alguém para um cargo comissionado trata-se de ato atual, sendo impossível retroprojetor para o passado. Logo, essas portarias podem ser declaradas nulas ainda que um parte, sendo cabível o ajuizamento de ação popular e também de ação civil pública. Em caso de má fé da pessoa nomeada, se provado que ela não tinha vínculos reais com a Administração Pública, o MP pode responsabiliza-la junto com o gestor para devolução do dinheiro recebido, multa, perda de cargo se for funcionário público, conforme podemos ler nos artigos 9° ao 12 da Lei Federal n° 8.429/92.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s