17 de julho de 2016

Frase do dia

Uma fé que não tem solidariedade é uma fé morta. É uma fé sem Cristo, uma fé sem Deus, uma fé sem irmãos, uma fé mentirosa. (Papa Francisco).

Aproveitando as brechas

Ao considerar a fiscalização eleitoral, fico feliz em saber que muita gente tem se revoltado (e alguns já denunciados) a distribuição de propaganda institucional da Prefeitura após o dia 02/07. Trata-se de um jornal da própria Administração cujos exemplares foram flagrados em unidades de saúde e parece que em escolas também. Conforme previsto no artigo 73, inciso VI, alínea “b” da Lei Federal n.º 9.504/97, é vedado nesse período, “com exceção da propaganda de produtos e serviços que tenham concorrência no mercado, autorizar publicidade institucional dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos federais, estaduais ou municipais, ou das respectivas entidades da administração indireta, salvo em caso de grave e urgente necessidade pública, assim reconhecida pela Justiça Eleitoral”. Como expus fundamentadamente no meu blogue, expondo argumentos jurídicos, a hierarquia do mais alto cargo de direção que um prefeito ocupa no Município torna o mandatário evidentemente responsável quanto aos atos de redação praticados pelo órgão de comunicação da Prefeitura, bem como em relação aos demais setores da Administração nos quais o material publicitário tenha permanecido por tempo indevido. E esta permanência de propaganda institucional durante o período vedado já seria suficiente para que se aplique a multa do art. 73, § 4º, da Lei nº 9.504/97 juntamente com o imediato recolhimento do material, sendo também irrelevante que a peça publicitária tenha sido autorizada e/ou posta em circulação num momento anterior. (Rodrigo Phanardzis Ancora da Luz, via área de comentários do blog)

Bandeiras e buzinas

Na noite de ontem alguns automóveis circularam pelo distrito ostentando bandeiras de partidos políticos. Muitos moradores questionaram se isso pode ou não pode, considerando que a campanha eleitoral só deve ter início em meados de agosto.

HMVSB

As queixas continuam. “Inadmissível apenas um técnico para fazer a imobilização ortopédica (Gesso). Onde você pergunta ao funcionários do hospital onde está e ninguem sabe responder, enquanto a criança de 3 anos fica chorando não podendo movimentar o braço e depois de mais de 50 minutos e ele chega e vem alegar que todo mundo tem direito de almoçar (tem razão ) e fazendo uma ignorância dizendo que o hospital é de pequeno porte e não há necessidade de 2 técnicos por que se quiser e só esperar! Faça me o favor né! Dinheiro para poder dar dentaturas para o povo tem, mas pra contratar mais um técnico não tem? Que falta de responsabilidade! Cadê o prefeito que diz ser médico? Deveria está de olho nessas coisas e não nas ruas fazendo obras, como fosse engenheiro.  Obs : O médico pediatra é muito bom e médico ortopedista Rodrigo, muito atencioso. Vamos fazer um treinamento com os técnicos? Só uma Dica! (Camila Roza, via facebook)

Mercado consumidor?

Pelo menos 134 sacoles de maconha e 135 de cocaina foram apreendidos na rodoviária de itaguai que seriam vendidos na praia do saco, em Mangaratiba. Dois elementos foram presos e um menor de idade apreendido. (Janssen Arruda)

Obtuso

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse na sexta-feira que a maioria dos pacientes que procuram atendimento em unidades de atenção básica da rede pública apenas “imagina” estar doente, mas não está. De acordo com o ministro, é “cultura do brasileiro” só achar que foi bem atendido quando passa por exames ou recebe prescrição de medicamentos e esse suposto “hábito” estaria levando a gastos desnecessários no Sistema Único de Saúde (SUS). Entidades médicas criticaram a fala de Barros. Representantes de entidades médicas discordaram da afirmação de Barros de que a maioria da população procura postos de saúde sem estar, de fato, doente. “De maneira geral, qualquer unidade de saúde terá 70% dos exames com resultado normal. Isso acontece porque o paciente não é bem examinado, não é bem interrogado, e são solicitados os exames errados. Ou então, na rede pública, o exame demora tanto para ficar pronto que, até lá, o paciente já sarou e não vai retirar o resultado”, diz Antonio Carlos Lopes, presidente da Sociedade Brasileira de Clínica Médica. (Fonte: Agência Estado)

Anúncios

4 respostas em “17 de julho de 2016

  1. Sabado agitado!
    De fato não sei!Mais aescola de samba agitava aos partdarios, discursos inflamados e uma pequena multidão tomou conta da Av. Santana, e assim começou anoite de Sabado em Itacjruca.
    Um grande baner de um comerciante local era estampado dentrodo local, espero q se caso haja denuncia ao TRE esse nao pague sozimho.
    A justiça eleitoral tem q ter conhrecimento disso.

  2. Frase do dia

    Uma fé que não tem solidariedade é uma fé morta. É uma fé sem Cristo, uma fé sem Deus, uma fé sem irmãos, uma fé mentirosa. (Papa Francisco).
    Professor:
    Este papo de fé nos levou à inquisição.
    No Município ,com a Bíblia na mão,nos levou à revogação da lei de cargos e salários.
    E ainda vejo funcionários intentando votar errado.
    Teriam eles mães na zona do baixo meretrício?
    Atenciosamente.
    O que vive,não crê!

  3. FRASE DO DIA
    E digo mais,” graças a deus”! esse dito cujo não pode ser candidato,só esta ai ludibriando o povo novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s