25 de maio de 2016

Frase do dia

As idéias não se matam, só se podem esconder. Mas com o passar do tempo, elas voltam a nascer. (Zé Rodrix)

Velhos tempos

Com a aproximação das eleições municipais, velhos hábitos e práticas voltaram a ser utilizados no município. Esta é a manifestação de um artista local que bem demarca o jogo subterrâneo da política local. “Com surpresa recebi ontem a notícia de que fui impedido de cantar na festa de aniversário do Núcleo da Terceira Idade da Praia do Saco, assim como faço com o Grupo Coro de Coreto há quase dois anos na Praça do centro de Mangaratiba: gratuitamente. O motivo de tal impedimento por parte dos senhores Edu Jordão e Ruy Quintanilha é tão somente porque sou pré-candidato a vereador no mesmo partido que Alan Bombeiro, pré-candidato a prefeito e oposição ao atual governo municipal. Talvez o Sr. Edu Jordão já tenha esquecido que, há poucos anos atrás, o recebia com frequência na Secretaria Municipal de Turismo e Eventos, quando choroso, me solicitava humildemente que intercedesse pela realização dos seus eventos junto à prefeitura, o que sempre fiz, atendendo aos seus pedidos. Mas, surpreendentemente, contrariando a clássica canção de Ataulfo Alves, vento que venta lá não venta cá! A soberba do atual vereador e do prefeito os impede de perceber que quem perde com tal atitude reacionária é tão somente a população de Mangaratiba, principalmente os participantes do Núcleo da Terceira Idade da Praia do Saco, com os quais, após ser convidado, comprometi-me a alegrar sua noite de festa. A população de Mangaratiba, cansada de tantos desmandos e perseguições, está ansiosa por mudanças e confia na minha pré-candidatura, tornando-a cada dia mais forte. Ainda apropriando-me da música de Ataulfo Alves, afirmo que cada santo tem seu dia. E, quando chegar a hora em que toda essa horda de políticos ditadores for banida, as portas do novo governo estarão abertas também para os senhores Edu Jordão e Ruy Quintanilha, pois essa mesquinhez e pensamento pequeno não estarão presentes na gestão de Alan Bombeiro.” (Badeco Batista, via facebook)

Inversão de valores

Diz uma moradora e apoiadora da atual gestão municipal: “Perseguição. Vocês já ouviram muito essa palavra saindo da boca da oposição não é mesmo? Pois é, tentaram denigrir a imagem da Prefeitura postando uma foto de um carro da Prefeitura estacionado na calçada. Só que esqueceram que acabaram de prejudicar um chefe de família como vocês. Bastaria ter chegado perto da pessoa e dado um toque nele, mas não, tinham que postar na Net pra prejudicar o funcionário. Agora eu pergunto pra vocês por que estão perseguindo os funcionários da Prefeitura? Será mesmo que é o Prefeito que persegue os funcionários ou é a oposição com esse jogo sujo? Acorda meu povo!”

Mediando

Há uma frase que corre no território livre da internet que muitos deveriam parar para refletir sobre seu significado, Diz a frase: “O certo é o certo, mesmo que ninguém o esteja fazendo. O errado é errado, mesmo que todo mundo faça.” O funcionário errou? Pois que seja punido na forma da legislação.

Ampla

O prefeito de Mangaratiba recebeu, na última segunda-feira, representantes da Ampla para discutir investimentos e melhorar a qualidade do serviço prestado à população de Mangaratiba. O encontro foi motivado após a Prefeitura lançar nas ruas do município uma campanha publicitária em que esclarece sobre as responsabilidades do mau serviço de abastecimento de eletricidade. Na reunião, os técnicos informaram que a empresa vai investir R$ 3,5 milhões este ano e que melhorias já chegaram para Ingaíba, Axixá e Guity. Apesar do encontro a prefeitura reitera que campanha continua. O representante da empresa para as relações institucionais reconheceu que a Ampla não investiu ainda em Mangaratiba “na dimensão necessária”. Ainda segundo ele a empresa passou por reformulação e troca de presidência, em que a ordem é “reverter esse quadro”. (Fonte: AngraNews)

Bandidos pés de chinelo

Três Jovens foram detidos na última segunda-feira quando tentavam furtar um mercado no centro de Mangaratiba. A patrulha foi avisada enquanto os jovens ainda estavam dentro do mercado que ao perceberem a chegada da policia tentaram fugir entrando em uma residência próxima. Um menor junto com os outros dois comparsas, Bruno de Souza dos Santos e Lucas Bernardes de Brito Santos foram levados para 165ª DP pelos sargentos Marcão e Santiago Foram colocado diante do delegado que tomou as providências cabíveis. Na residências estavam duas senhoras idosas, uma delas precisou de atendimento médico.

Deu ruim

O deputado Jean Wyllys terá de pagar uma indenização de R$ 40 mil por ter ofendido nas redes sociais uma procuradora, agora aposentada, do Distrito Federal. Numa publicação no Facebook, o parlamentar fez uma provocação a um grupo que esteve na Câmara dos Deputados no ano passado para apresentar, ao presidente da Casa, Eduardo Cunha, pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. O deputado do PSol aproveitou a imagem em que os militantes estavam com o dedo indicador para cima, numa referência ao i de impeachment, para associá-los à propina que Cunha teria recebido em contas no exterior. Wyllys divulgou a foto dos representantes do movimento Foro de Brasília, com a seguinte legenda: “Levanta a mão quem quer receber uma fatia dos R$ 5 milhões”.

Uma das signatárias da representação contra Dilma, a procuradora Beatriz Kicis Torrentis de Sordi, que aparece em primeiro plano na foto, se sentiu ofendida e entrou com uma ação por danos morais contra o ex-big brother. A decisão contra o deputado Jean Wyllys foi inédita no Tribunal de Justiça do DF e representa um precedente para casos de danos morais em que está em jogo a prerrogativa parlamentar de imunidade em questões de opinião. Por unanimidade, a 5ª Turma Cível considerou que a postagem do parlamentar do PSol nas redes sociais com a fotografia alterada tinha uma frase pejorativa e representou “excessos nos limites de sua garantia constitucional”. A interpretação do relator, desembargador Josaphá Francisco dos Santos, foi a seguinte: “Não estão protegidas pelo manto da imunidade material parlamentar as ofensas dirigidas a terceiros que não são congressistas e que não estão comprovadamente envolvidos em esquemas de corrupção”.Além da indenização, o Tribunal de Justiça determinou a retirada da publicação nas redes sociais. A postagem teve 6.454 compartilhamentos e mais de 20 mil curtidas. Até ontem (23), havia 963 comentários. “E agora? Será que os pretensos guerreiros contra a corrupção repudiarão sua selfie mais famosa?”, escreveu o deputado Jean Wyllys, na nota que foi ar em julho do ano passado. O deputado ainda poderá recorrer. (Fonte: Correio Braziliense)

Anúncios

Uma resposta em “25 de maio de 2016

  1. Bem!!
    Politica de Mangaratiba é sempre pequena,egocentrica e mesquinha.Tipica de nossas opcoes de candidatos!
    Infelizmente o problema q o amigo encontra é algo q se estende a anos.O atual governo é herdeiro de toda mazelas passadas .Infelozmente esse governo nem se quer tem dialogo com a populacao e nem com os funcionarios.
    Estao fadados ao inssucesso!!
    Por isso e tantos outros maus exemplos é q afirmo q ALAN BOBEIRO SERÁ O NOSSO PREFEITO E MANGARATIBA IRÁ RESSURGIR..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s