21 de maio de 2016

Frase do dia

Uma desculpa é pior e mais terrível que uma mentira, pois uma desculpa é uma mentira precavida. (Papa João Paulo II)

Pode isso? Arnaldo

A comissão de perícia médica destinada a avaliar as condições de saúde dos candidatos aprovados no concurso público 002/2016 da prefeitura de Mangaratiba foi constituída com onze médicos, designados através de portaria do prefeito municipal. Interessante observar que dos onze, apenas um é médico concursado da prefeitura, e tem matrícula. Os demais dez, têm “códigos”, o que significa que são contratados.

Jogo profissional

A respeito da enorme quantidade de material escolar encontrado em um galpão de Itaguaí e que, decerto, faz parte do jogo político, Carlos Busatto Junior, ex-Prefeito de Itaguaí e atual Presidente do Diretório Municipal do PMDB de Itaguaí, protocolou ontem, pessoalmente, na Câmara Municipal de Itaguaí, o ofício nº 001/2016, onde requer a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito, com o propósito de apurar irregularidades na aquisição, armazenamento e distribuição de materiais escolares, do ano de 2013 até a presente data, entre outras solicitações. Ontem também, o Deputado Federal Alexandre Valle, em audiência com o Ministro da Educação Mendonça Filho, solicitou abertura de procedimento investigativo para o fato, e o MEC pretende identificar os valores destinados ao município de Itaguaí pelo Governo Federal, para aquisição de material escolar, bem como os gestores municipais responsáveis. (Por Sérgio Prata, editado)

Até que enfim

O Ibama multou em R$ 40 mil por pescar ilegalmente na Baía de Sepetiba um dos maiores armadores de pesca em atividade na costa do sudeste. Dona de uma frota atuneira com dezenas de embarcações de grande porte, a empresa sediada em Santa Catarina ainda teve um barco industrial, 150 quilos de peixes e cerca de 500 metros quadrados de redes apreendidos pelo instituto. Além do armador, o Ibama autuou também o mestre da embarcação em R$ 10 mil pelo mesmo crime. Os 19 integrantes da tripulação envolvidos no crime ambiental foram presos pela Polícia Federal, indiciados por pesca ilegal, e soltos após pagar a fiança. O atuneiro da empresa foi flagrado por agentes do instituto e da Polícia Federal quando fazia cerco na Baía de Sepetiba, local proibido para esta modalidade de pesca. A embarcação partiu de Santa Catarina no dia 5 de maio, já com a licença de pesca vencida desde o início do mês, e havia acabado de entrar na baía em busca de iscas-vivas (pequenos peixes como a sardinhas-da-boca-torta e manjubas) para a pesca do atum, que ocorre em alto-mar. Segundo o Ibama, os atuneiros que invadem a baía de Sepetiba contribuem significativamente para a alta mortandade de botos-cinza que vem ocorrendo na região. (Fonte: Ibama)

A culpa é dela

Nas conversas reservadas sobre os erros que levaram o PT a deixar o poder, Lula atribui a ele e ao partido responsabilidade menor do que a da presidente afastada, Dilma Rousseff. Para Lula, ao perder o controle da economia e o apoio dos empresários, Dilma permitiu que os políticos se rebelassem contra ela no Congresso. Numa conversa com um cacique petista, Lula ouviu que todos eles e o PT pagariam agora por seus erros políticos. O ex-presidente respondeu que cabiam a eles e ao partido 30% da responsabilidade. Os outros 70% foram jogados na conta de Dilma. Mas foi Lula quem a elegeu em 2010 e apoiou a reeleição apesar das fortes críticas que tinha ao governo dilmista. Lula e o PT tem desafios enormes. Foi correto o movimento inicial do partido nesta semana para fazer uma autocrítica com foco na economia. Mas a autocrítica ocorreu no sentido errado. O partido cobrou de Dilma a aplicação no segundo mandato de uma receita econômica que foi uma das principais causas da ruína petista. O PT tem dificuldade para entender a importância do equilíbrio fiscal. A destruição da política fiscal foi mortal para Dilma. O ex-presidente Lula compreende. Por isso, queria Henrique Meirelles na Fazenda. Dilma teve chances de nome-lo, a última delas em dezembro, e não quis. O fato é que o maior desafio de Lula agora não é eleitoral. É responder às acusações no âmbito da Lava Jato: há investigações em Brasília e Curitiba. Sem vencer essas acusações, não conseguirá viabilizar uma candidatura a presidente. Isso parece a cada dia mais distante, como mostra mais uma operação da Polícia Federal ontem que teve um parente de Lula como alvo. (Kennedy Alencar, rádio CBN)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s