29 de abril de 2016

Frase do dia

Todos os homens do mundo na medida em que se unem entre si em sociedade, trabalham, lutam e melhoram a si mesmos. (Antonio Gramsci)

Ressaca

As redes sociais repercutiram os efeitos da ressaca do mar em Muriqui, de quarta para quinta-feira. Pelas imagens divulgadas, até barcos de pesca foram arremessados à areia.

Festa do trabalhador

Hoje me encontrava em Mangaratiba e tomei conhecimento do que seria gasto, pelo poder público, para realização de uma festa. Só que não há o que comemorar, de acordo com o que é reclamado licitamente pelos contribuintes. Vejamos, sinal de Junqueira há vários dias queimado, não há medicamentos e gesso, doentes mentais sendo mandados para casa por não terem o que comer, funcionário tendo que comprar o próprio uniforme, não existe material para as impressoras funcionarem e etc. Acho melhor parar por aqui, pois os motivos que temos para lamentar essa administração desastrosa são prolongados.  Pensemos juntos, se ao invés de jogar dinheiro na organização da “festa”, a prefeitura suprisse recursos para serviços e material que beneficiasse toda a sociedade? Intitulado dono do cofre, um aviso, pare de jogar o dinheiro público no lixo e a pensar com o bolso e no lucro pessoal! (Vitor de Carvalho Santos, via facebook)

Choque de ordem

Publica a prefeitura, através de sua página na internet. “As principais ocorrências são sempre as mesmas: churrasqueiras e acampamentos na orla, proibidos pela legislação municipal; e vendedores sem cadastro no Ambulante Legal. Como não poderia deixar de ser neste, a atuação da Prefeitura teve apoios e polêmica, mas tudo tem sido feito para garantir a obediência a leis que estão em vigor. O problema é antigo. A regulamentação que proíbe a instalação de fogareiros, churrasqueiras e semelhantes em toda a extensão da orla marítima (022/96) completa 20 anos em 2016. A que proíbe o camping é ainda mais antiga, de 1983 (06/83). Ainda assim, frequentadores burlam as regras até hoje. Outras infrações frequentes nas orlas de Mangaratiba são o uso de cerol e a poluição sonora por parte dos carros de som, também previstas na legislação municipal e passíveis de multa. Já para os vendedores, a Prefeitura realiza, periodicamente, o licenciamento das pessoas interessadas em trabalhar como ambulante”. (Fonte: PMM)

Big Brother Mangaratiba

LEI Nº 998, DE 06 DE ABRIL DE 2016. “AUTORIZA O EXECUTIVO MUNICIPAL A INSTALAR CÂMERA DE VÍDEO PARA REFORÇAR O SISTEMA DE SEGURANÇA NOS LOGRADOUROS PÚBLICOS.” O Prefeito Municipal de Mangaratiba faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciona a seguinte Lei, LEI: Art. 1º – Fica o poder executivo municipal autorizado a instalar câmera de vídeo para reforçar o sistema de segurança nos logradouros públicos do Município de Mangaratiba. Art. 2º – As câmeras de vídeo serão instaladas preferencialmente em locais que apresentam ocorrências policiais e infrações de trânsito com maior frequência. Art. 3º – É vedada a fiscalização local de uso íntimo, tal como, vestiário, banheiros ou provador, bem como os acessos restritos a propriedades particulares. Art. 4° – Fica proibido a exposição das imagens produzidas a terceiros, salvo para atender a requisição de autoridades públicas com fins de investigação. Art. 5° – Caberá o poder executivo municipal regulamentar essa lei no prazo de 30 (trinta) dias contados da data de sua publicação. Parágrafo Único – O regulamento desta lei necessariamente deverá dispor sobre a obrigatoriedade do arquivamento e da distribuição das imagens produzidas conforme os prazos que forem estabelecidos no decreto. Art. 6º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas asdisposições em contrário. (DOM 593)

O dono dos postes

O Prefeito Municipal de Mangaratiba faz saber que a Câmara Municipal aprovou e eu sanciona a seguinte Lei, LEI: Art. 1º – Ficam as empresas e as concessionárias que fornecem energia elétrica, telefonia fixa, banda larga, televisão a cabo ou outro serviço, por meio de rede aérea, obrigadas a retirar dos postes a fiação excedente e sem uso que tenham instalado. Art. 2º – As empresas e as concessionárias referidas no Art. 1º desta Lei tem o prazo de 02 (dois) anos, contados da data de sua publicação, para se adequar as suas disposições. Parágrafo Único – No prazo de 15 (quinze) anos, toda fiação existente em área urbana deverá ser enterrada e as novas instalações só poderão ser feitas no modo subterrâneo. Art. 3º – O Poder Executivo Municipal regulamentará esta Lei no prazo de 180 (cento e oitenta) dias, contados da data de sua publicação. Parágrafo Único – A regulamentação definirá a multa pelo não cumprimento ao disposto nesta Lei. Art. 4º – Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogando as disposições em contrário. (Fonte DOM 593)

Anúncios

6 respostas em “29 de abril de 2016

  1. Só notíxia boa!
    Primeiro a tão eaperada festa de primeiro de Maio.E o funcionalismo sendo esmagado a cada governo, a cada patada e tapa na no rosto por meia dúzia q se beneficiam e por muitas vezes chegam, usam e partem sem feixar de si, mais levam todas nossas esperanças por melhores salários e todas as grandezas q nosso munocipio poderia ter.
    E a melhor!Melhor sim…Pois os distritos ficarão sem a poluicao vizual de tantos fios e cabos e para cidade turistica ficará bem melhor.Bola dentro!

  2. Quanto enterrar os fios, será fácil… já que Itacuruça esta afundando. buracos e mais buracos… Ficará facil a fiação ser subterrânea

  3. Boa Tarde Professor!!!
    Estive esta semana na Ilha de Itacuruçá fazendo a trilha que contorna a ilha. Sem sombra de dúvidas a ilha é magnífica em belezas, além de possuir grande parte da mata nativa que abriga dezenas espécies de animais e plantas.
    Mas na quase isolada Prainha me deparei com 6 barracas reunindo um total de 12 pessoas… Triste ver que o lixo se acumula, galhos cortados e o mal cheio de fezes e urina dominam a praia… Isso tudo em baixo de uma placa “PROIBIDO ACAMPAR NESTE LOCAL”….

    Nobre amigo… Quem seria responsável pela fiscalização? A Marinha ou a Prefeitura de Mangaratiba?

  4. Sistema de câmeras? Faça me rir huashuashuashuas!!!!!! Como dito nem uniforme para os guardas a prefeitura fornece, trabalham com postos imundos e quebrados. Parece noticia de primeiro de abril huashuashuashuas!!!

  5. Kkkkkkkkkkkkkkkkk
    Esse prefeito está bem de assessoria…. As vésperas do dia do trabalhador, suspende as férias de todo funcionalismo municipal por falta de verba pra pagar 1/3, e ainda dá uma festa pra comemorar!

  6. Desculpe discordar com o comentarista acima, mas férias suspensas não ocorrem por motivos de falta de verba, a concessão de férias é ato exclusivo do empregador, e independe de pedido ou consentimento do trabalhador. O período chamado concessivo é de 23 meses…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s