14 de março de 2016

Frase do dia

Cuidemos do nosso coração porque é de lá que sai o que é bom e ruim, o que constrói e destrói. (Papa Francisco)

Nota de pesar

Não foi só a população do município que sentiu o impacto dos acontecimentos ocorridos em Muriqui no último sábado. No dia de ontem, a prefeitura divulgou a seguinte nota oficial. “A Prefeitura de Mangaratiba lamenta profundamente a morte do Sargento Marcelo Tostes ocorrida no último sábado e se solidariza com a família neste momento tão difícil. Profissional dedicado, o Sargento sempre colaborou com a segurança dos munícipes de forma digna e exemplar. O prefeito Ruy Quintanilha declarou ontem: ‘É uma perda irreparável. Estamos todos muito tristes. Felizmente a equipe médica socorreu prontamente a esposa do Sargento e ela está fora de perigo. Confiamos no trabalho da Polícia Militar e na Justiça. Contamos que os assassinos do Sargento terão a punição que merecem, de acordo com a lei’. Em respeito às vítimas e às suas famílias, e como demonstração do pesar com o ocorrido, o prefeito Ruy Quintanilha também decretou luto oficial na cidade por dois dias.

Esclarece o vereador

Estava na praia ontem de sunga, andando de stand-up, como faço frequentemente aos fins de semana, quando socorri as vítimas do assalto. Levei uma vítima para o PS. O quadro do PS estava completo com médicos e técnicos de enfermagem. Eles optaram por não ir ao local para prestar socorro. Optaram por chamar os bombeiros e SAMU. Opção deles. (Charles Graçano, via facebook)

E, no dia seguinte

Dez da manhã do domingo pós-tragédia. ”Gente acabaram de assaltar um carro na padaria da fazenda. Muito cuidado. Acabo de presenciar e estou levando a senhora no Dpo, LSH 6665 Ecosport preto. Se souberem, liguem para o Dpo.” (Ingrid Brito)

Teve mais

No final da tarde de ontem um internauta avisou: “Atenção galera de Muriqui, Assalto próximo ao colégio Nossa Senhora da graças, dois elementos em um gol preto, arma branca em mãos!” (Luan Lins)

Bem lembrado

Se todos os roubos e assaltos em Muriqui e adjacências forem registrados, as autoridades competentes irão verificar aumento do alto indice de criminalidade em uma área que antes nao tinha. Não é bom para o coronel nenhum aumento de criminalidade na sua jurisdição. O efetivo só não é aumentado porque não há essa estatistica. Só pode ser isso. Tem que registrar. (Wagão de Muriqui)

Até quando?

Em novembro, fizeram reuniões públicas em vários pontos do estado, uma das quais em Angra dos Reis. O resultado, anunciado pelo Detro, era que em fevereiro, no máximo em março, aconteceria licitação para uma nova empresa explorar as linhas da Expresso Mangaratiba. Pois, fevereiro já acabou, março já lá se vai a meio e, até agora, nenhuma notícia a respeito. A continuar assim, em breve a promessa  dará braços à CPI da mesma expresso ou soprará velas de aniversário junto com os canos da Cedae no trevo da Praia do Saco.

RJ 14

Apesar do nome, a estrada RJ 14, que liga Itacuruçá a Muriqui e ainda vai do Sahy a Mangaratiba, não tem “nem pai nem mãe”. A prefeitura diz que ela é de responsabilidade do governo estadual. O DER diz que é responsabilidade do município. O fato é que, em Muriqui, a prefeitura mudou seu nome para avenida Cândido José da Costa Jorge. Enquanto não se resolve esse impasse, o trecho em Itacuruçá, entre o entroncamento com a Rio Santos e o cemitério, apresenta alguns buracos altamente perigosos para os motoristas. O trecho entre o largo do Sapo, em Itacuruçá e Muriqui, tem tantos desníveis e buracos que, trafegando num sentido ou noutro, é um alívio chegar ao destino. Na altura do Apara, um enorme buraco já tem mais de cinco meses.

Apoio à cultura

Essa queixa precisa de resposta urgente, direta e objetiva, tanto da prefeitura quanto da Fundação Mário Peixoto, especialmente por Mangaratiba ser um município profundamente marcado pela escravidão, tráfico negreiro e atuação do Comendador Breves. “Por falta de apoio da Prefeitura Municipal de Mangaratiba, que não respondeu aos ofícios enviados, inclusive solicitando a liberação do solo público, entre outros requerimentos, e também da Fundação Mário Peixoto, comunico o cancelamento do evento III Encontro das Águas de Axé de Mangaratiba, programado para o dia 26 deste mês. O mesmo descaso não se deu com a Marcha para Jesus, que contemplou na sua organização apenas os evangélicos do município, como se os outros segmentos religiosos não glorificassem também o grande mestre do Cristianismo. Chegará o dia em que a intolerância religiosa não estará mais presente em Mangaratiba. Tenho fé! (Lúcia Castilho, via Facebook)

HMVSB

Relato de uma moradora a respeito do nosso hospital municipal. “Tenho que postar aqui o absurdo que vi na útima quarta-feira. Fui fazer uma cirurgia de hérnia epigástrica.Você chega no centro cirúrgico,porta bonita,de vidro, bem cuidada, parecendo até a entrada de um lugar perfeito, mas é só. Passando pra dentro, pasmem, uma imundice. Salas sem nenhuma estrutura. Sujeira para todos os lados. O centro cirúrgico sem conforto ou capacidade para cirurgias. Maca enferrujada. Aparelhos do tempo de Dom João VI. Um calor insuportável. Enfim, aquilo parece sala cirúrgica de filme de terror dos anos 60. Temos ótimos cirurgiões. Fui beneficiada por um médico excelente, dr.Marcelo Barbosa e sua equipe que, por amor à profissão, cumprem seu dever, mesmo o lugar estando sem condições de trabalho. Mas esse absurdo tem que acabar. Cadê o prefeito que é médico? Será que ele usaria aquele centro cirúrgico para operar um filho ou sua mãe? O que será feito com os aparelhos de ar condicionado que estão há meses nas caixas guardados dentro do hospital? Quatro, novinhos. E os lençóis? Temos mesmo que levar de casa? Pois não tem. E a alimentação? Será que os políticos que estão no comando dessa barbárie comeriam aquilo que chamam de comida?”

O domingo

A presidente Dilma Rousseff e o PT têm motivos de sobra para se preocupar com os efeitos políticos da Convenção Nacional do PMDB realizada nesse sábado. A recondução quase unânime de Michel Temer ao comando do partido mostrou um PMDB unido para assumir a Presidência, em caso de impeachment de Dilma. Os discursos agressivos na convenção deixaram claro que há poucos peemedebistas dispostos a marchar com o governo. Agora, o PMDB terá até 30 dias para decidir sobre um eventual rompimento ou uma declaração de independência. Qualquer uma dessas decisões será ruim para Dilma. A esperança do Palácio do Planalto é que a Lava Jato também atinja peemedebistas e mude o desejo do partido de romper a aliança com o PT. (Kennedy Alencar, rádio CBN)

Raposa felpuda

Numa sala repleta de servidores e deputados estaduais, Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa do Rio, sem meias palavras, disse para quem quisesse ouvir: “O governo federal vai cair nos próximos três meses”. A opinião foi dada por Picciani na quarta-feira, durante a discussão do pacote econômico proposto pelo governo estadual para congelar os salários dos servidores e elevar a contribuição previdenciária do funcionalismo.

The day after

A presença maciça dos brasileiros nesse domingo nas ruas do país convenceu a cúpula do PMDB de que o impeachment da presidente Dilma Rousseff é inevitável. Em conversas reservadas entre sábado, após a convenção do partido, e ontem,  os chefes da legenda concluíram que Dilma não tem mais condições de se manter no poder. Apesar das diferenças entre as alas do partido, emerge o consenso de que a melhor estratégia para o PMDB consiste em trabalhar pelo impeachment somente nos bastidores, em vez de romper publicamente com Dilma. As grandes táticas de cada ala estão claras e definidas. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, adversário declarado de Dilma, apressará os trabalhos da comissão de impeachment, ajudará a tirar partidos da base aliada e aumentará os ataques públicos contra o governo. Na quarta, o Supremo definirá finalmente se haverá mudanças no rito do impeachment. Seja qual for o resultado, a Câmara fará a votação da comissão especial na quinta; a instalação será no dia seguinte. Em 30 dias, a comissão terminará seus trabalhos e, no começo de maio, os 513 deputados votarão em plenário o afastamento de Dilma. Isso, é claro, se o Supremo não intervier novamente no processo de impeachment. Até lá, o vice-presidente Michel Temer, sucessor de Dilma no caso de impeachment da petista, ficará em silêncio e manterá uma distância segura do Planalto. Precisa se comportar como estadista – ou dar a aparência disso. Os senadores do PMDB, em especial Renan Calheiros, que até há poucas semanas permanecia próximo ao governo, farão críticas pontuais ao governo, pregarão a “união do país” e ajudarão nas articulações com a oposição. Esse grupo, o último relevante no PMDB que resta a Dilma, já combinou que não vai segurar a presidente, caso o impeachment passe na Câmara. Pelos planos do PMDB, portanto, Temer assumiria a Presidência ainda em maio. Essa estratégia leva em conta duas premissas. A primeira, de que a situação política de Dilma não se deteriorará a ponto de exigir rapidamente um rompimento formal do partido. A segunda, de que os fatos da Lava Jato não acertarão com força Temer ou, de modo ainda mais incisivo, um número maior de deputados e senadores responsáveis pelo impeachment. Por enquanto, apenas Cunha e Renan estão conspurcados pelas acusações de corrupção. Se o fogo da Lava Jato se alastrar a ponto de queimar mais o Congresso do que o Planalto, o impeachment pode parar. Há, ainda, duas premissas invisíveis: o PMDB não cometerá erros e Dilma, como de hábito, errará muito. (Fonte: Revista Época)

Anúncios

Uma resposta em “14 de março de 2016

  1. Pra completar a violência em nosso antes pacato município, mataram um senhor no Batatal, em sua própria casa, após amarrarem e amordaçarem seu irmão e esposa que lá estavam em
    visita de família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s