9 de março de 2016

Frase do dia

A vida de uma pessoa não é o que lhe aconteceu, mas o que ela recorda e como recorda. (Gabriel Garcia Márquez)

E os concursados?

Servidores da área da saúde informam que novos “contratados” estão se apresentando para trabalhar em algumas unidades. Um deles se apresentou no PS de Itacuruçá na última semana.

Curtir ou não curtir, eis a questão

Postagem publicada em uma rede social. “Mais um absurdo dessa má administração desse governo. Uma funcionária da saúde de Conceição de Jacareí foi exonerada simplesmente por curtir uma foto nas rede social. Senhor P,refeito, as pessoas têm o direito de espressar carinho pelas pessoas e amigos, sejam politicos ou não. Espero que seja reparado esse ato de corvadia. Não quero acreditar que isto esteja acontecendo em pleno seculo XXI” (Hilton Gomes)

Anote e colabore

A Secretaria de Serviços Públicos e Transporte da Prefeitura de Mangaratiba está em processo de implantação do agendamento prévio para a remoção de entulhos, retirada de galhadas, capina e roçada. A seguir, a relação dos telefones disponíveis para agendamento. Itacuruçá: 2780-7066. Muriqui e Praia Grande 2780-1557. Conceição de Jacareí 98642-7447. Centro (demais localidades) 2789-6000 ramal: 268. Reserva do Sahy 97148-6494. Serra do Piloto 3789-3714

Túnel do tempo

O Diário Oficial do Município de número 589 conseguiu a proeza de consertar algum erro burocrático viajando no tempo, ao melhor estilo Einstein. Ocorre que, na edição de ontem, o senhor Marcos Antonio Felippe Ximenes foi nomeado tesoureiro do Fundo Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, com efeito retroativo a partir de 17 de abril de 2015. A assinatura do prefeito data de 15 de maio de 2015. Logo abaixo, o mesmo foi exonerado da mesma função de tesoureiro com data retroativa a 21 de julho de 2015. Nesse caso, a assinatura do prefeito data de 20 de julho de 2015.

Ocorrência do 33 BPM

Após denúncia, por volta das 23:50 do dia 04 Mar 16, que um homem teria matado sua mulher no quarto, a facadas, em Mangaratiba, o Setor Oscar e a PAMESP fizeram cerco e lograram êxito após perseguição ao suspeito e o mesmo foi surpreendido pelas guarnições. O elemento foi levado a 165 DP para as medidas cabíveis. O criminoso foi identificado em uma rede social como um açougueiro que trabalhava em um supermercado de Itacuruçá. (Fonte: Plantão Policial)

O carro queimado

O automóvel encontrado queimado na descida da Serra do Piloto e cuja imagem foi enviada ao blog há cerca de duas semanas, pertencia ao taxista Márcio Adriano Machado, de Rio Claro, que continua desaparecido. A família reclama da lentidão das buscas. Antes acostumados a uma vida tranquila, tendo como cinema o céu estrelado da região, os moradores mudaram hábitos nos últimos meses: ninguém mais dorme de porta aberta, algo impensável algum tempo atrás. Em um breve intervalo, foram assassinados ninguém menos que os chefes do Executivo e do Legislativo. No dia 20 de dezembro, o prefeito Raul Machado, médico muito popular, foi morto em seu sítio por uma quadrilha de assaltantes. E, no dia 24 de fevereiro, o presidente da Câmara dos Vereadores, Silvério Amaro Pereira Filho, vereador em quinto mandato, levou 11 tiros quando dirigia pela RJ-155, altura do quilômetro 48. (O Globo)Screen Shot 01-29-16 at 08.36 PM

Lá pode, aqui não?

Em 1 de julho de 2014, o ex-Presidente francês Nicolas Sarkozy foi detido para ser interrogado por investigadores anticorrupção, algo sem precedentes numa investigação a um antigo Presidente em França. Sarkozy era suspeito de “tráfico de influência” e “violação do segredo de justiça”. A imprensa francesa falava da suspeita de existência de uma “rede de informadores” que mantinha Sarkozy e o seu advogado a par dos desenvolvimentos de processos judiciais contra si. Sarkozy compareceu perante os investigadores em Nanterre, perto de Paris, para o interrogatório, e ficou sob custódia judicial. Pela lei, poderia ficar detido para interrogatório por um período de 24 horas com uma possível extensão por mais um dia. No dia anterior, o advogado do antigo Presidente, Thierry Herzog, e dois altos magistrados foram também detidos e interrogados por suspeitas de tráfico de influência e violação do segredo de justiça, segundo a agência francesa AFP. Estes continuaram detidos. A investigação começou no início de 2013, quando foram ordenadas escutas a Sarkozy no âmbito do caso de suspeitas de financiamento ilegal de 50 milhões de euros para a campanha presidencial de 2007 pelo então ditador líbio, Muammar Khadafi. Estas escutas já foram um passo inédito contra um antigo Presidente. Os investigadores aperceberam-se então de que Sarkozy tinha informações sobre o processo líbio (que ainda decorre) e ainda sobre outro caso de possíveis irregularidades, de verbas dadas ao seu partido pela herdeira da L’Oréal, Liliane Bettencourt O jornal Le Monde diz que, nas conversas escutadas, Sarkozy se refere mesmo a alguém bem colocado que lhe daria informações no âmbito do processo líbio. Apesar de vários políticos franceses se terem envolvido em casos de corrupção e utilização ilícita de verbas, a imprensa francesa nota que foi a primeira vez que um antigo Presidente esteve sob custódia policial, ainda que apenas para ser interrogado. (Fonte: Jornal Público, Portugal)

O cerco fecha

A nova sensação, na Lava Jato, é a disposição do empresário Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira e condenado ontem a dezenove anos de prisão, de prestar depoimento sob delação premiada. Ele já está sendo ouvido e “começou a cantar mais que canário”, segundo fonte com acesso à força-tarefa. É muito temida no PT e no Palácio do Planalto a delação de Marcelo, maior parceiro dos governo do PT, que o beneficiaram com negócios bilionários. A delação de Marcelo Odebrecht é tão temida que Dilma queria tirá-lo da cadeia o quanto antes, conforme o senador Delcídio do Amaral. Delcídio conta haver participado de negociação, a pedido de Dilma, para nomear um ministro do STJ comprometido em soltar Marcelo. A Odebrecht pediu ajuda a velho “cacique” goiano, padrinho de ministra do STJ, para soltar Marcelo. Mas ela reagiu com um contundente “não”. (Fonte: Cláudio Humberto)

Pulando do barco

Na Convenção Nacional do PMDB no próximo sábado em Brasília, o partido deverá liberar os deputados e senadores a votar no Congresso “de acordo com os interesses do país”, segundo um cacique peemedebista envolvido nessa articulação. Tradução: será permitido pelo comando nacional do partido o voto dos congressistas do PMDB a favor de um eventual impeachment da presidente Dilma Rousseff. Os últimos lances da Operação Lava Jato e as más notícias na economia deram gás à ala peemedebista que deseja romper com o governo. Seções estaduais do partido prometem defender essa tese na convenção de domingo, na qual Michel Temer será mais uma vez reeleito presidente do partido. (Kennedy Alencar, rádio CBN)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s