28 de fevereiro de 2016

Frase do dia

A aparencia física é momentânea. Já a essência da alma é eterna. (Elvis Kubo)

Crise

Uma constatação do quanto a crise econômica afetou a população brasileira pode ser notada na forte diminuição de visitantes aos nossos distritos nos últimos finais de semana. Passado o carnaval, apesar de os dois finais de semana seguintes terem sido de sol forte, pouca gente “deu as caras”. Não houve engarrafamento na Rio Santos, nem aquela busca desesperada por vagas de estacionamento. É como se estivéssemos em tempos de baixa temporada, mas com sol de quarenta graus.

Ampla

Na noite de sexta para sábado, pelo menos três interrupções no fornecimento de energia elétrica foram registrados em Itacuruçá. Contando um a um, nesses cinquenta e nove dias de 2016 já tivemos mais de cem desses eventos, pelo menos em Itacuruçá. Sem contar que em 31 de dezembro faltou luz das nove da noite até quinze minutos antes da meia-noite. De acordo com um funcionário da empresa que prefere manter o anonimato, grande parte desses problemas seria facilmente resolvido caso a empresa instalasse no município um determinado equipamento que impede as oscilações de tensão. Não o fazem, segundo esse funcionário, porque o equipamento é caro.

Ampla II

Enquanto isso, em Niterói, está em andamento na Câmara Municipal, o requerimento de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito da Ampla, protocolada pelo vereador Leonardo Giordano e que chegou a 13 assinaturas até a tarde do dia 18 de fevereiro. O Regimento Interno da Câmara prevê que é preciso ter o apoio de sete parlamentares para criar CPIs. O escopo da CPI é bem amplo. Os vereadores pretendem investigar as denúncias de atendimento precário, podas danosas de árvores da cidade, demora na assistência de regiões com queda no fornecimento de energia e a ausência de detalhamento das respostas fornecidas, dentre outras, além da frequência nas interrupções.

Ampla III

Bastou a câmara de Niterói “se mexer” para que a Ampla, tentando reverter a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito, mandasse representantes para se reunirem com os vereadores. A prestadora admitiu os problemas em Niterói, principalmente a demora no restabelecimento de energia, mas propôs a criação de um grupo de trabalho para agilizar os atendimentos na cidade em substituição à CPI. Os vereadores aceitaram a formação do grupo de trabalho, mas mantiveram a decisão de instalar uma CPI, vez que constataram que a CPI já está dando os resultados.

Boato

É boato, essa história de que está proibido amamentar em público no estado do Rio de Janeiro. Mas pra quem teima em proibir, pá!, agora tem lei garantindo o direito de amamentar em qualquer lugar do nosso Rio. A Lei nº 7115/2015 assegura que nenhuma mãe seja discriminada pelo ato de amamentar em público, com base na recomendação da Organização Mundial da Saúde de que toda criança tem direito ao aleitamento materno. De acordo com a lei, a amamentação é um ato livre e discricionário entre mãe e filho e pode ocorrer em qualquer local de qualquer estabelecimento, independentemente da existência de áreas destinadas ao aleitamento. O estabelecimento que descumprir a norma será multado em 500 UFIRs. Em caso de reincidência, a multa terá o valor 1000 UFIRs. (Fonte: Secretaria de Estado da Saúde)

Pedindo divórcio

Um Brasil mergulhado em uma profunda crise, com desemprego, recessão, pessoas ficando mais pobres e os preços subindo, tudo isso por culpa de uma gestão desastrosa, também permeada pela corrupção. O cenário assustador não foi apontado pela oposição, mas pelo principal partido que dá (ou deveria dar) sustentação ao governo da presidente Dilma Rousseff, o PMDB, em uma propaganda de 10 minutos no horário político da televisão. Em meio a duras críticas à condução dos rumos do país pelo Palácio do Planalto, a legenda do vice-presidente Michel Temer se apresenta como solução para devolver as expectativas de melhora aos brasileiros. A propaganda partidária é apresentada em tom sombrio, com um fundo preto em que nem mesmo a logomarca do PMDB quebra o ar de luto com as cores tradicionais. A música completa o clima de suspense enquanto os vários parlamentares vão listando as mazelas do governo Dilma, como se não fizessem parte dele. De acordo com o partido, o país entra 2016 com sensação de impotência, pois a economia desanda e o desemprego cresce, estando de mãos dadas com a carestia. Em Belo Horizonte, peemedebistas chegaram a defender que o partido engrosse o coro das manifestações e atue pelo afastamento da presidente Dilma, o que levaria Temer a assumir o restante do mandato sem necessidade de aprovação popular. (Kennedy Alencar, rádio CBN)

FHC tinha uma amante

Pronto, empatou! Parem a Lava-jato, o Petrolão, as investigações sobre o triplex e o sítio de Lula, os bilhões roubados pelo PT, PMDB, governo e pelas empreiteiras, acabem com a investigação sobre a compra criminosa de Pasadena, o assassinato de Celso Daniel, do prefeito de Campinas, das maracutais de Rose, a falência da Petrobrás. FHC tinha uma amante. Esqueçam as pedaladas de Dilma, a inflação, o rombo nas contas públicas, a desvalorização do Real, parem tudo. FHC tinha uma amante. Fechem os olhos para as canalhices de Renan, Cunha, Gleisy Hoffman, João Vacari e demais tesoureiros do PT, de Zé Dirceu, Genoino, João Paulo Cunha, Marcelo Odebrecht, OAS e demais empreiteiros, roubos na Eletrobrás, o golpe da Bancoop e seus apartamentos para os afilhados, as cozinhas Kitchens para Lula, as regalias e imóveis gratuitos de Roberto Teixeira para os filhos de Lula. FHC tinha uma amante. Descartem o absurdo e astronômico crescimento financeiro da família Silva. Parem tudo. Demitam o Juiz Sergio Moro. FHC tinha uma amante. É tão perigoso como Lula e sua gangue. Empatou. Pronto. Acabou. (Percy Castanho Jr)

Jogada ao mar

Parlamentares ligados à facção petista “Construindo um Novo Brasil”, liderada por Lula, articulam o “plano de salvação” do PT que passa pelo afastamento progressivo da presidente Dilma Rousseff, até o rompimento. Pela lógica dos petistas, o partido poderá retomar seu discurso crítico, acusando Dilma de não observar o “programa popular” do PT, responsabilizando-a pela crise e até pelos casos de corrupção. Internamente, o PT avalia que Dilma não conseguirá reverter a crise, nem barrar o impeachment. A ideia é evitar a “contaminação” de Lula. Dilma soube do golpe do PT, daí o desespero de arrumar às pressas a viagem ao Chile, tentando não aparecer na festa do PT, neste sábado. Assessores leais a Dilma chegaram a dizer que ela “cancelou” a ida à festa do PT no Rio, mas na verdade nem chegou a ser convidada. A direção do PT espera que, hostilizada, Dilma se impaciente e acabe por abandonar o partido voluntariamente. Lula faz cara de paisagem. (Fonte: Cláudio Humberto)

Anúncios

2 respostas em “28 de fevereiro de 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s