23 de janeiro de 2016

Frase do dia

Pertenço a um país onde a pessoa se sente o máximo porque conseguiu puxar a tevê a cabo do vizinho, onde o suheito frauda a declaração de imposto de renda para não pagar ou pagar menos impostos. (João Ubaldo Ribeiro)

Tragédia

Aconteceu ontem, por volta das três da tarde, um acidente na Rodovia Rio-Santos, na altura do trevo de Itacuruçá que deixou cinco mortos e cerca de quinze feridos. Segundo informações, um carro forte teria perdido o controle, por causa da pista escorregadia. O veículo, que seguia em direção a Muriqui, atravessou o canteiro e invadiu a pista sentido Rio, atingindo a lateral esquerda de uma van que fazia trajeto Conceição de Jacareí x Itaguaí. Um caminhão de carga que vinha logo atrás da van, não conseguiu parar e bateu na traseira do carro forte. O Corpo de Bombeiros de Itaguaí informou que três passageiros da van e os dois ocupantes do caminhão morreram na hora. Os feridos foram encaminhados pela equipe de resgate dos Bombeiros e do SAMU para os hospitais municipais Pedro II, em Santa Cruz, e Victor de Souza Breves, em Mangaratiba. A pista sentido Rio foi interditada pela Polícia Rodoviária Federal até o completo resgate das vítimas.

Pedra do urubu

A secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca realizou na última quinta-feira,  consulta pública para criação do Parque Natural Municipal da Pedra do Urubu. O objetivo foi apresentar à população a proposta da unidade, apresentando os limites da área e o que será desenvolvido. O futuro parque contará com 248 hectares, em um perímetro de 7.240 metros que abrange os bairros Parque Bela Vista, Centro, Santo Antônio, Ribeira e Junqueira. A nova unidade visa conservar, proteger e recuperar os ecossistemas locais, além de promover a educação ambiental, proteção dos mananciais e estimular o turismo local. (Fonte: PMM)

Concurso

Acontece hoje e amanhã a etapa de provas objetivas para a área de administração do concurso público para o preenchimento de cargos no quadro de servidores da prefeitura.

Enganos e desenganos

Além dos tropeços já acontecidos, a fundação BioRio, responsável pelo concurso, conseguiu dar mais uma “topada”. O site da instituição apresenta o seguinte aviso: “Pedimos desculpas pelo engano no que se refere à divulgação da data da prova do concurso de Mangaratiba-Administração. As datas das Provas Objetivas são 23 e 24 de janeiro de 2016, conforme item 9 do Edital.”

Tem dinheiro ou não?

Entre abril e dezembro do ano passado os gastos feitos com o simplificado processo de pronto pagamento, o chamado suprimento de fundos ou cartão corporativo superaram em muito os realizados em 2014, durante a gestão do ex-prefeito Evandro Bertino Jorge, o Evandro Capixaba, que está preso por formação de quadrilha, corrupção e fraude em processos licitatórios. Além de gastar mais, a gestão do prefeito Ruy Quintanilha não disponibiliza documentos fiscais para comprovar as despesas, que são justificadas de forma genérica no sistema da Prefeitura: “referente a despesas miúdas e de pronto pagamento”. No total, nos últimos nove meses de 2015 essa modalidade despesa somou mais de R$ 340 mil, R$ 229.597,80 atribuídos a várias secretarias e R$ 116.755,21 ao recursos do Fundo Municipal de Saúde (FMS), mas sem qualquer informação sobre onde, em que e porque os gastos foram feitos. Em 2014, em 12 meses, a soma foi de R$ 249.214,30, R$ 95.214,30 pelas secretarias e R$ 154 mil com dinheiro do FMS. (Fonte: Elizeu Pires)

Mais um para Bangu 8

O ex-prefeito de Magé, Rozan Gomes da Silva, foi preso na manhã dessa sexta-feira acusado de fraude em licitação e execução de contrato da prefeitura em 2009 e 2010. Outros quatro acusados do mesmo crime estão foragidos: o também ex-prefeito de Magé Anderson Cozzolino, a irmã dele, Jane Cozzolino, o ex-secretário de Obras, Jefferson de Oliveira. e Fábio Figueiredo, sócio da FFM Terra, empresa que ganhou a licitação. Outros 26 mandados de prisão foram cumpridos durante a operação. Na casa de um dos laranjas do grupo, na Barra da Tijuca, foram apreendidos R$ 50 mil. A quadrilha também é suspeita de ter ordenado a execução de uma testemunha — morta a tiros na Zona Norte do Rio em 2010, 40 dias após prestar depoimento ao Ministério Público sobre o esquema de corrupção em Magé. Segundo as investigações, o grupo seria responsável por promover licitação para locação de máquinas sem conhecimento do Tribunal de Contas do Estado e da qual participaram duas empresas de fachada. O contrato de R$ 22 milhões teve várias cláusulas descumpridas durante a execução. Carros de passeio, motos e até um veículo roubado foram usados indevidamente no lugar de caminhões que teriam sido alugados. Pelo menos R$ 17 milhões foram desviados da prefeitura pela quadrilha. O esquema também contaria com lavagem de dinheiro no Uruguai. O Ministério Público pedirá pena de 19 anos de prisão para Rozan Gomes. Anderson e Fábio podem ficar 45 anos na cadeia. Jefferson pode ser condenado a 31 anos e Jane, a 17 anos. A Operação Terra Prometida é realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Rio de Janeiro. (Fonte: O Dia)

Novas regras

Até 2014, os candidatos podiam gastar o quanto quisessem para fazer suas campanhas eleitorais. Não existia qualquer espécie de limitação a estes gastos, que chegavam a cifras multimilionárias em muitos Estados e, especialmente, na eleição Presidencial. Nas eleições deste ano este cenário irá mudar. Isto porque a reforma eleitoral de 2015 estipulou os valores máximos das despesas que os candidatos poderão realizar nas suas campanhas. Na campanha de prefeitos o limite máximo de gastos será de 70% do maior gasto declarado para o cargo de prefeito naquele Município nas eleições de 2012. Para Vereadores, o limite máximo de gastos será de 70% do maior gasto realizado por um candidato a Vereador nas eleições de 2012. O TSE já realizou os cálculos destes valores, que ainda estão sem atualização monetária, mas já servem para termos uma idéia do arsenal que estará à disposição de cada candidato. De acordo com a nova legislação, aqui no município de Mangaratiba, o limite de gastos para os candidatos a prefeito será de R$ 517.000,00 e para os candidatos a vereador de R$ 70.000,00. (Fonte: Eleitoral Brasil)

Integridade

Há pouco mais de dez anos, o senador Cristovam Buarque deixou o PT após uma série de desgastes que levaram à sua demissão, por telefone, do cargo de ministro da Educação e no embalo da eclosão do escândalo do mensalão. Ele foi um dos integrantes que não concordaram com a resposta dada pelo partido e pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva às irregularidades reveladas à época. Hoje, ensaia um novo desembarque, desta vez do PDT, que, nas palavras de Cristovam, “não existe” como partido, pois virou um “puxadinho do PT” controlado pelo ex-ministro Carlos Lupi que já colocou como candidato à próxima corrida presidencial um nome escolhido por Lula, Ciro Gomes, para “preencher o vazio” caso o petismo não se recupere a tempo de 2018.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s