9 de janeiro de 2016

Frase do dia

Um ser humano não está acabado quando enfrenta a derrota. Ele está acabado quando desiste. (Richard Nixon)

Rumores

Corre por aí o rumor de que o aumento dos sofás velhos e colchões despejados nas esquinas e ruas do município teriam origem na “orientação” de um pretenso candidato a prefeito, em outubro próximo, que pretenderia, assim, criar a impressão de que a atual gestão municipal não está apta para cuidar das questões básicas da cidade.

Utilidade pública

A Secretaria de Educação da Prefeitura de Mangaratiba informa aos candidatos aprovados no último concurso para o cargo de Servente Escolar que as provas práticas serão realizadas sábado e domingo, dias 9 e 10 de janeiro, no Colégio Municipal Nossa Senhora das Graças, em Muriqui. Os aprovados na prova objetiva devem verificar a data de sua prova no site da banca examinadora em http://tinyurl.com/znrllj4

Posse

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos da Prefeitura de Mangaratiba vai dar posse, neste domingo, aos novos conselheiros Tutelares do município. A cerimônia será realizada no Centro Cultural Cary Cavancanti. A eleição foi realizada em outubro passado. O grupo é formado pelos seguintes conselheiros: Anne Dumas Barros, Flávia Alves da Silva, Tatiana Andrade Viana, Maria das Graças Ribeiro da Costa e Taís Câmara da Rocha Assis. (Fonte: PMM)

Ampla

Mais um morador de Itacuruçá se deparou com uma exigência “descabida” de licenciamento ambiental do Inea para a instalação de padrão de energia da Ampla. Nesse caso, trata-se de uma construção feita em uma área que existe desde os anos cinquenta do século passado e que está cercada de outras casas há mais de trinta anos. Qual será, afinal, o critério para determinar as áreas de restrição?

Esperanças para 2016

Sou moradora de Mangaratiba (Itacuruça ) há quase 15 anos e fui médica do Hospital Municipal por 7 anos. Não sou política mas tenho as minhas ideologias. Conheço o SUS, sua estrutura, diretrizes, falhas e possibilidades. Não entro no mérito do julgamento de políticos (existe um fórum legítimo para isso) e nem crítico por criticar. Se solicitarem a minha contribuição técnica estarei disponível, caso contrário continuo observando. Observando nos ultimos anos algumas vezes a clara má utilização da verba pública, o despreparo de algumas pessoas em posições estratégicas e os resultados dessa incapacidade. Um município lindíssimo se avaliarmos seu relevo e peculiaridades. Uma população tranquila, receptiva, mas carente de ações e políticas públicas. Vejo avanços em cada governo (nos últimos 10 anos) mas a lentidão é preocupante. Um desejo….que venham representantes legítimos, eleitos ou reeleitos pela população que dediquem seus mandatos exclusivamente ao trabalho resolutivo, ao planejamento estratégico e ao cuidado centrado nas necessidades da maioria. Que protejam cada parte do Município do que é ilegal e criminoso, que cuidem das ações de saúde necessárias à prevenção dos agravos. Que cuidem também de nossas ruas e calçadas e não nos abandonem nos eventos de grande fluxo mas, ao contrário, que poupem recursos públicos planejando estratégias de fluxo que assegurem nosso direito de ir e vir. Que tenhamos segurança em nossos lares e esquinas. Desejo a todos um ano de 2016 muito feliz. (Bia Bush, na página Mangaratiba combatendo a corrupção com renovação)

Licença menstrual?

Corre, nas redes sociais, a informação de que entraria em vigor, no próximo domingo,  uma lei que previa a licença menstrual de duração de 3 dias de descanso mensalmente para as mulheres que se encontrassem nesse período. Bem, por incrível que pareça, foi de fato criado na Câmara Municipal de Guarulhos, um projeto de lei de autoria do vereador Toninho Magalhães Filho nesse sentido. A justificativa do parlamentar é que a TPM é uma doença reconhecida pelo Organização Mundial da Saúde, que afeta 35% das mulheres e apresenta mais de 200 sintomas diferentes como, ansiedade, variação de humor, solidão, queda de autoestima, insonia ou sonolência, choro fácil, dores de cabeça etc. Para a mulher ter benefício dessa lei, deveria apresentar mensalmente um laudo médico, assinado por um ginecologista. No entanto, o projeto não passou na Câmara e portanto não existe nenhuma lei da licença menstrual a entrar em vigor. Mesmo se fosse aprovado o projeto TPM, essa lei ficaria restrita somente à cidade de Guarulhos.

Anúncios

Uma resposta em “9 de janeiro de 2016

  1. Reconheço(e agradeço) a dificuldade de publicar uma coluna diária.
    Mas,publicar uma besteira pretensiosa e interesseira (Esperanças para 2016)desmerece seu trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s