16 de dezembro de 2015

Frase do dia

Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência? Por quanto tempo ainda há de zombar de nós essa tua loucura? A que extremos se há de precipitar a tua audácia sem freio? Não sentes que os teus planos estão à vista de todos? Não vês que a tua conspiração a têm já dominada todos estes que a conhecem? Quem, de entre nós, pensas tu que ignora o que fizeste na noite passada e na precedente, em que local estiveste, a quem convocaste, que deliberações foram as tuas?  (Cícero, no senado romano)

Ampla

Por conta de uma forte chuva localizada, o distrito de Conceição de Jacareí ficou sem energia elétrica mais de vinte e quatro horas. A luz voltou ontem no meio da tarde.

Cedae

Abordados nas ruas por moradores, trabalhadores da Cedae informaram que a falta de água em Itacuruçá deveu-se à necessidade de troca de um tubulão logo após o ponto de captação na cachoeira de Itingussu. Segundo eles, a pressão total deve demorar um ou dois dias, até que a rede esteja totalmente preenchida.

Curta a praia

O projeto da rede Globo denominado “Curta a praia” terá sua segunda edição desta temporada de verão em Itacuruçá, no próximo sábado dia 19. A programação, gratuita, inclui aulas de vôlei, futevôlei, futebol, zumba e atividades de bem-estar, como yoga e alongamento, e ações esportivas com as Confederações Olímpicas Brasileiras. Ao final do evento, o público poderá aproveitar shows do artista MC Leozinho.

Arco iris

Belezas do verão em ItacuruçáFoto0287[1]

Mais sofásFoto0288[2]

O fogo

Parte do governo Dilma Rousseff já admite dificuldade em convencer os ministros do Supremo Tribunal Federal de que o ato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, de receber a denúncia de impeachment contra a presidente deve ser anulado. Apesar disso, o STF será palco de um périplo de advogados de Dilma. Líderes da oposição também farão romaria para falar com os ministros da Corte às vésperas do julgamento sobre o rito do impeachment da presidente, marcado para hoje.

A frigideira

Diante das dificuldades já previstas para barrar o início do rito do impeachment, o governo aposta na anulação da sessão que elegeu integrantes da Comissão Especial na Câmara que vai elaborar parecer sobre o pedido. A intenção da Corte é dar uma solução rápida ao caso e jogar a discussão de volta aos políticos. Ministros já admitem que, se houver pedido de vista, irão antecipar seus votos, para que a opinião dos magistrados seja tornada pública antes da volta do recesso do Judiciário em fevereiro.

O forno

Na noite de ontem, o Judiciário discutiu outra ação envolvendo a presidente Dilma. O ministro Gilmar Mendes incluiu na pauta dessa terça-feira, do Tribunal Superior Eleitoral um recurso proposto pela defesa de Dilma contra decisão de investigar a prestação de contas da campanha presidencial de 2014. Em agosto, Mendes, que é relator das contas da petista no TSE, pediu a investigação de suposta prática de atos ilícitos na campanha de 2014 em despacho encaminhado à Procuradoria-Geral da República e à Polícia Federal. Mas, com a previsão de julgamento do caso, o TSE deve discutir novamente os fatos que levaram à investigação das contas da petista. No despacho de agosto, Mendes apontou “potencial relevância criminal” na campanha petista. A PF instaurou inquérito em 16/10 para fazer as investigações determinadas pelo ministro. O tribunal rejeitou o recurso da presidente. O processo segue tramitando.

O mediador

Desde a morte do ex-ministro Márcio Thomaz Bastos no ano passado, o PT perdeu seu grande estrategista em momentos de crise. Chamado carinhosamente de “God” pelos amigos, o onipresente MTB foi convocado para coordenar a defesa das empreiteiras tão logo deflagrada a Operação Lava-Jato. Ele tinha uma meta clara: livrar seus clientes de penas pesadas na Justiça e, de quebra, o governo petista da acusação de patrocinar um novo esquema de corrupção para remunerar sua base aliada no Congresso. Negociador nato, Thomaz Bastos se dedicava a convencer o Ministério Público Federal de que a roubalheira na Petrobras não passava de um cartel entre empresas e que, como tal, deveria ser punido e superado com o pagamento de uma multa bilionária. Nada além disso. A morte tirou o criminalista cerebral da mesa de negociação. O governo perdeu sua ponte preferencial com as empreiteiras, o diálogo entre as partes foi interrompido, e as ameaças passaram a dominar as conversas reservadas. (Fonte: Revista Veja)

Pá de cal

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo oficializou nessa segunda-feira posição favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. A decisão foi tomada em reunião do conselho de representantes e da diretoria da Fiesp e anunciada pelo presidente da entidade, Paulo Skaf, que é filiado ao PMDB e considerado porta-voz do vice-presidente Michel Temer junto ao empresariado; “Baseados nesta pesquisa (que apontou que 91% dos empresários da indústria paulista são a favor do impeachment), nós aprovamos por unanimidade o apoio ao andamento do processo de impeachment”, disse; entre os argumentos para apoiar o impedimento ele citou “a falta do ajuste fiscal, o estouro das contas de 2015, e o fato de o Brasil estar crescendo menos 3,5%, enquanto o mundo cresce 3% positivos”

Vale tudo?

O vice-prefeito de Belo Horizonte, Delio Malheiros, postou em sua página no Facebook um video em que acusa o ministro Aloizio Mercadante de ter condicionado a liberação de um repasse de 20 milhões de reais para escolas no município ao apoio de deputados do PSB contra o impeachment de Dilma Rousseff. No vídeo, Malheiros reproduz relato atribuído ao prefeito Marcio Lacerda nos jornais. Os 20 milhões seriam referentes a contrapartida pela construção de escolas. Segundo ele, Mercadante teria dito: “Eu vou repassar esses 20 milhões, mas você vai me garantir os votos do PSB contra o impeachment da Dilma”. (Radar, revista Veja)

Entregando os anéis

O empréstimo que o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Lula, tomou junto ao Banco Schahin, em 2004, no valor de R$ 12 milhões, foi mesmo destinado ao PT. A confissão foi do próprio Bumlai, num depoimento à Polícia Federal que durou mais de seis horas e meia. Na sua primeira versão sobre o dinheiro, ele disse que era para dar de sinal na compra de uma fazenda. O pecuarista apontou ainda o nome de dois ex-tesoureiros do partido, Delúbio Soares e João Vaccari Neto, como envolvidos no negócio. Bumlai está preso desde o dia 24 e foi denunciado criminalmente nessa segunda.

Ladeira abaixo

O governo Dilma Rousseff foi considerado ruim ou péssimo para 70% da população, em dezembro, um ponto percentual acima dos 69% registrados em setembro, revela a pesquisa CNI/Ibope, divulgada ontem pela Confederação Nacional da Indústria. Segundo a CNI, é um novo recorde negativo da popularidade da presidenta. O percentual de pessoas que consideram o governo ótimo ou bom é 9%. Na pesquisa anterior, era 10%. Para 20%, o governo da presidenta é avaliado como regular. Em setembro, era 21%. A pesquisa mostra que 82% desaprovam e 14% aprovam a maneira de a presidenta governar. Na pesquisa anterior, esses percentuais eram os mesmos. Fonte: Agência Brasil)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s