8 de dezembro de 2015

Frase do dia

Tudo vale a pena, quando a alma não é pequena. (Fernando Pessoa)

Uniforme

Reclamam alguns membros da Guarda Municipal e comerciantes que, apesar de decisão judicial em contrário, existem agentes de segurança patrimonial da equipe do choque de ordem que voltaram a andar fardados com o uniforme da GM.

Estacionamento

Caminhões de transporte de peixe continuam incomodando os moradores da rua D. Pedro I, na Brasilinha, ao estacionarem na área enquanto aguardam a chegada dos barcos. Dependendo do dia e do vento, o cheiro de maresia e de “chorume” invade as residências.Foto0274

Fantasmas na lista

Paulo Câmara, do PSB, governador de Pernambuco, diz, como se sabe, que incluíram seu nome no manifesto de apoio a Dilma sem consultá-lo. O pessoal da Dilma parece ser useiro e vezeiro em fazer isso. Já por duas vezes, desde a primeira campanha para a presidência, a escritora Ruth Rocha fez questão de vir a público dizendo que não assinara manifesto algum a favor da candidata e seu nome havia sido incluído indevidamente em manifestos de apoio. (Fonte: Ancelmo Góis)

Aliás

O ministro Jaques Wagner passou vergonha, na semana passada, ao afirmar que o vice-presidente Michel Temer, em conversa com a presidente Dilma teria dito não ver nenhum lastro no processo de impeachment. Ao saber da notícia, Temer o desmentiu dizendo que não dissera a frase em momento nenhum.

Para não esquecer

No auge do escândalo do mensalão, em julho de 2005, nenhum caso chamou tanta atenção quanto os “dólares na cueca”, que levaram à renúncia de José Genoino à presidência do Partido dos Trabalhadores. Um assessor parlamentar do então deputado estadual cearense José Guimarães (PT), irmão de Genoino, foi detido pela Polícia Federal, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Em suas roupas de baixo, havia US$ 100 mil em espécie. As investigações indicaram na ocasião que o dinheiro era propina recebida pelo então chefe de gabinete do Banco do Nordeste (BNB) e ex-dirigente do PT, Kennedy Moura, para acelerar empréstimos no banco. Passados sete anos, uma auditoria interna do banco e outra da Controladoria-Geral da União, obtidas por ÉPOCA, revelam um novo esquema de desvio de dinheiro. Somente a empresa dos cunhados do atual chefe de gabinete, Robério Gress do Vale, recebeu quase R$ 12 milhões. Sucessor de Kennedy, Vale foi o quarto maior doador como pessoa física para a campanha de 2010 do hoje deputado federal José Guimarães. (Revista Época) Leia a matéria completa em: http://tinyurl.com/hdwklbj

Campo fértil

O processo de impeachment é, basicamente, político. Acontece quando, em um dado momento, deputados e senadores se dedicam a avaliar se a gestão governamental terá ou não condições de superar eventuais crises. Nesse sentido, diz a jornalista especializada em economia Lilian Witte Fibe: “Mensagem de fim de ano da presidente da República. Que, em outra ocasião, chamaríamos de mensagem de “Boas Festas”. Mas temos outro recorde da presidente. O pior Natal desde 1995. Impressionantes os feitos dela. A Federação do Comércio do Estado de São Paulo se prepara para a pior performance da série histórica. Apenas supermercados, perfumaria e farmácias têm crescimento positivo. O resto… lamentável. Um número mais triste do que o outro.”

Anúncios

2 respostas em “8 de dezembro de 2015

  1. A respeito da matéria “acabou a parceira?” do dia 5, vale uma explicação. A parceira que acabou foi entre o Prefeito e o vereador Edinho, que não conseguiu fazer valer sua vontade e foi obrigado pelo Picciani a apoiar o Pedro Augusto. Ou seja, a cadeira que é da situação quando ocupada pelo vereador José Luiz passaria a ser de oposição com o Edinho, ao contrário do combinado antes da escolha do Picciani em lançar o radialista. Assim sendo o José Luiz do Posto, que já havia negociado saída amigável do PMDB e ainda é pre-candidato a vice-prefeito, retornou a sua cadeira. Suplente também de outro vereador, pode ser que o Edinho volte ano que vem substituindo-o , vereador este que também é fechamento do Picciani, consequentemente do Pedro Augusto.

  2. Caso Tieta – Itacuruçá

    Volto ao blog para dizer que 10 dias se passaram e nada foi feito pelo cidadao conhecido como “Cabinho” a respeito da reconstrução da casa da Dona Ana conhecida como Tieta.

    Ora quem nao sabe, segundo testemunhas, o cidadão dirigia seu veiculo bêbado quando perdeu a direção e invadiu a casa da dessa senhora rachando de fora a fora. A senhora nao ficou ferida. A casa foi construida pelo faz muito tempo pelo ex prefeito charlinho. O cara foi embora do local para sair do flagrante e a casa está do muito trincada jeito ameaçando cair.

    Onde estão as autoridades para investigar o caso?

    Se o cara realmente é culpado tem que pagar.

    Alguem tem que investigar isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s