02 de novembro de 2015

Frase do dia

A decisão pode ser coletiva, mas a responsabilidade última por ela ainda é de um indivíduo. (Ovídio)

Triagem

Pelo que se pode depreender do relato a seguir de uma moradora, a triagem de pacientes no HMVSB pode ser feita até por um guarda municipal. Disse ela: “Mangaratiba está uma vergonha mesmo. Sábado na parte da tarde minha neta com dor de dente foi ao hospital. Quando chegou na entrada, uma guarda municipal, não quis abrir a cancela para ela entrar. Pois encheu ela de perguntas. Disse a ela que só poderia ser atendida se tivesse acidentada. Então ela virou as costas e veio embora. Agora eu pergunto: Qual o dever de uma guarda?” (Bernadete Carvalho via facebook)

Caminho errado

 A queixa: “Está acontecendo uma invasão a um terreno particular na nova Mangaratiba, ao lado da escola Diogo Martins. O prefeito foi alertado sobre o fato e informou que por se tratar de um terreno particular, a prefeitura nada pode fazer. São mais de duzentas pessoas, uma ocupação desordenada, uma bagunça! Assim caminha a nossa cidade.”

Caminho correto

Ao invés de achar que o prefeito “pode tudo”, o proprietário do terreno deve recorrer ao poder judiciário e ingressar com um pedido de reintegração de posse que, sendo deferido pelo juiz, mobilizará a força policial necessária para retirar os invasores do local.

Solidariedade

A iniciativa da prefeitura em promover e incentivar o cursinho preparatório para os moradores e com a participação voluntária dos profissionais da rede de ensino, deveria ser seguida por muitos em nosso município. Não conseguimos atender a demanda, pois foram poucos os professores voluntários, suficientes para 480 vagas. Agora, você que entende de legislação, que tem vontade de doar um tanto do que a vida já te proporcionou, poderia convocar mais profissionais, para aulas de matemática e português e abrir novas frentes para disponibilizar novas turmas em outros espaços, como igrejas, congregações, clubes e assim, essa corrente positiva poderia suprir um tanto de nossa responsabilidade social em nosso município.

Solidariedade II

Antes mesmo do apelo e proposta acima, a Elizabeth Antunes convidou professores voluntários para colaborar na preparação dos candidatos ao concurso público e o Sérgio, do Escondidinho de Itacuruçá ofereceu o salão de sua pousada como local paea as aulas.

Ordem pública

Em Itacuruça os veículos xxx0057 e o xxx3482, estão recebendo três infração para aprender a respeitar o direito do seu semelhante e não causar a desordem pública. O terceiro veículo se encontrava com placa fria e já estamos levantando o criminoso para informar as autoridades policiais. Prefeitura de Mangaratiba prestando conta aos munícipes. (Vitor Carvalho Santos)

Desagravo

Enquanto quadros do programa Zorra Total continuam “zoando” Mangaratiba, em especial Muriqui, um guia internacional de viagens “levanta a bola” da Costa verde. “De todos os lugares no Brasil, existe um que merece a atenção especial dos turistas em 2016. A Costa Verde, como é chamado o trecho que vai do sul do estado do Rio de Janeiro ao norte de São Paulo, foi listada em nono lugar como uma das regiões imperdíveis para se conhecer no próximo ano, de acordo com o renomado guia de viagens Lonely Planet (www.lonelyplanet.com/best-in-travel/regions).” (Fonte: Viagem Uol.com.br)

Coliformes

O blog conseguiu fotografar a conta de água deste mês de um morador de Itacuruçá na qual os valores analisados conseguem ser maiores que os da conta já publicada da Serra do Piloto. A análise é feita pela própria Cedae e, nesse caso, os “coliformes totais” alcançam 92%.Foto0255

Enquanto isso, em Itaguaí…

Um vídeo enviado por uma internauta, mostra 5 crianças se refrescando no calor do verão de Itaguaí. Até  aí nada de anormal. Não seria anormal, se não fosse em uma possível caixa d’água da Escola Municipal Argentina Coutinho no bairro Brisamar. As crianças, se divertiram  durante algumas horas, após terem jogado bola por ali mesmo. O grande problema, é que como a internauta relata no vídeo, essa água, é possivelmente a mesma usada para o preparo de alimentos da merenda escolar. Além desse banho matutino ou vespertino, a facilidade que essas crianças adentraram na “piscina” improvisada, mostra que ou a caixa d’água não tem tampa, o que pode acarretar em possíveis dejetos de pombos ou outros animais, ou ela esta tão bem fixada, que crianças conseguem retirá-la facilmente. Esse descaso dos responsáveis da escola, e aí não se inclui apenas a direção dela, ou algum responsável direto, mas também a secretaria de educação, a secretaria de segurança e a prefeitura como um todo, tratam de algo como é a água usada no preparo de refeições, que deve se seguir padrões rigorosos no preparo, como algo banal. A aparente ausência de um guarda municipal, algo que deveria ser praxe não somente nesta, mas em todas as escolas da rede, facilitam para ocorrências como esta, ou outras ainda mais graves. Vale lembrar, que como já é sabido, existem várias escolas onde esse servidor, que é de suma importância para a segurança de uma unidade pública, simplesmente não existe. Na maioria dos casos, existe alguns que tomam conta em alguns dias e outros dias a vigilância não existe. O que é algo no mínimo incoerente. As informações passadas pelo vídeo, afirmam que essa caixa d’água, é a mesma usada para o preparo de alimentos e para o consumo. O espaço está aberto para a secretaria de educação, de segurança e prefeitura de Itaguaí para possíveis esclarecimentos. (Fonte: Boca no Trombone)

Anúncios

4 respostas em “02 de novembro de 2015

  1. Em regime de quase escravidão : esse fim de semana todo efetivo da guarda foi escalada pra atuar no choque de ordem , mas dando condições sub humanas. Esse fim de semana a equipe destacada para atuar na praia do saco teve que caminhar da praia do saco até Junqueira por não ter viatura pra levar a guarnição, um PM que acompanhava a equipe se revoltou e ligou para os colegas PMs e pediu para busca-lo em Junqueira foi embora dizendo ser impossível trabalhar sem logística , e os guardas que já chegaram cansados e suados , só deu tempo de fazer uma ronda rápida na orla já que estava próximo ao horário de almoço e perderam boa parte da manhã caminhando e ja que a prefeitura cortou a refeição iriam ter que fazer o mesmo percurso para cada um dar seu “jeito” pra comer. Ou seja , perderam mais tempo caminhando do que trabalhando no choque de ordem.

    • Fazem isso com os guardas porque os mesmos são muito caladinhos, eles não lutam por nada, eles não batem de frente com ninguém, eles não batem o pé para dizer que não vão, são ótimos e bobos guardas !! quem é que não quer guardas bonzinhos assim ?? kkk

  2. Caminho certo ou errado? Todo efetivo da GM já está sendo convocado para terça feira atuar na ocupação ao lado da escola Diogo Martins. O mesmo aconteceu na invasão do pomar da casa branca (ao lado do aterro ) hoje já uma favelinha, e na fazenda Ingaiba. O que tem em comum? Todos propriedades particular, onde tira- se um GM de folga de casa , sem hora extra , sem refeição e pra ficar com cara de paisagem já que se trata de propriedade particular.

  3. No decorrer da minha adolescência – algo em torno de trinta anos atrás – havia a figura do bedel, também conhecido como inspetor escolar, hoje chamado de agente educador. Na cidade do Rio de Janeiro, geralmente moravam dentro das escolas, em acomodações próprias, no regime de comodato, podendo trazer a família também, desde que se comprometessem com a incumbência de tomar conta das instalações. Por que não retomar este sistema, para ao menos evitar episódios de invasões, furtos e roubos, ou coisas semelhantes? Fica a sugestão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s