12 de outubro de 2015

Frase do dia

Me disseram, porém, que eu viesse aqui pra pedir em romaria e prece paz nos desaventos. Como eu não sei rezar, só queria mostrar meu olhar, meu olhar, meu olhar. (Romaria – Renato Teixeira)

Lotação esgotada

O município viveu, ontem, dia típico de verão. Mais ainda, comparável aos dias de carnaval. Já às oito da manhã a Rio Santos estava engarrafada. Às dez, não mais havia onde estacionar. Apesar disso, mesmo depois do meio dia, ainda chegavam automóveis, vans e ônibus. Em Itacuruçá, um detalhe chamou a atenção, um grande ônibus azul, com a logomarca da prefeitura de Belfort Roxo e a inscrição lateral de “transporte escolar”. Esse, provavelmente, não pagou taxa para entrar no município. Devia estar fazendo transporte pirata mesmo. No fim do dia, o engarrafamento era de saída, tanto na rodovia Rio Santos, quanto nos trechos da RJ 14 até o trevo do Sahy ou no trecho entre Muriqui e Itacuruçá.

Regra do jogo

Nas redes sociais, a indignação foi grande quanto à cena da novela da rede Globo “Regra do Jogo”, gravada no cais da Marina de Itacuruçá que, ao ir ao ar na noite de sábado, identificou o local como “porto de Itaguaí”.

Escracho

Pior ainda, e talvez merecesse algum tipo de protesto público por parte da câmara de vereadores ou da própria prefeitura, o que aconteceu no quadro pretensamente humorístico do programa “Zorra Total” onde os atores disseram, de forma explícita que Muriqui seria o pior lugar do mundo para se visitar. Para quem não viu, acompanhe a cena neste link. http://globotv.globo.com/rede-globo/zorra/v/pacote-de-viagem/4530222/

Crime ambiental?

Itacuruçá, 07 de outubro de 2015.

Somos, eu e minha mulher, moradores do Condomínio Solar de Itacuruçá, local onde ainda se consegue preservar muitas espécies de plantas e árvores, mesmo com as recentes e constantes construções residenciais. Não obstante esse fato, o que vou relatar poderia perfeitamente ter acontecido no bairro da Brasilinha, no Axixá ou nos demais bairros desse 3º distrito. Já faz alguns meses que minha mulher e eu conseguimos sobrestar a abrupta derrubada dessa linda arvore da primeira foto, que eu chamo de “Garrancheira”. Foto essa que inseri em meu perfil no grupo de Whatsapp, pela sua beleza e imponência. Nesse fadado dia, o Sr. Plácido que é por muitos conhecido, principalmente em nosso distrito, por sua atuação em cortes autorizados ou não de arvores, chegou pela manhã no Condomínio  Solar de Itacuruçá para derrubar a citada arvore. No entanto, como ainda não tinha em seu poder a autorização da Secretaria de Meio Ambiente, conseguimos o que mesmo desistisse da sua empreitada. Pois bem, indagado sobre quem solicitou o corte, ele nos informou que foi, pasme, uma moradora do próprio condomínio, que simplesmente, em sua total e insana loucura, acredita ser essa inocente arvore uma ameaça à sua residência, à sua integridade e dos seus. Quando digo no titulo tratar-se de “Maldade”, é pelo fato dessa moradora, Sra. Mônica, residir em outra rua (nº.5). Sim, a citada arvore não estava em terreno vizinho ao seu, muito menos estava em seu terreno proporcionando-lhe qualquer risco. Ao contrario, a referida arvore estava no terreno baldio ao lado da minha residência, em outra rua (nº.7). Pois bem, nesse dia 7 de outubro de 2015, o Sr. Plácido, munido da autorização da Prefeitura (foto2), finalmente conseguiu fazer a derrubada dessa arvore, com os nossos protestos e indignação (fotos 3,4,5). Mas o que mais me chamou a atenção foi como essa senhora, juntamente, com o senhor Plácido conseguiram essa autorização para o corte. Como se sabe, o Sr. Plácido é funcionário da Prefeitura, logo deduz-se que sequer teve a inspeção de um fiscal para saber se realmente essa àrvore era de espécime rara, se essa arvore oferecia risco aos moradores, e aos seus imóveis. Também, não se dirigiram ao proprietário, que, com certeza, não autorizou corte algum, haja vista que nesses quase dez anos que residimos no Solar, jamais compareceu ao seu terreno, onde estava localizada a àrvore. Partindo dessa premissa, vejo que a coisa pública no Município de Mangaratiba vai de mal a pior. Esse é um desabado de quem conhece Itacuruçá há muitos anos e ainda fica perplexo com esse tipo de atitude de quem vem pra essa região privilegiada com sua natureza exuberante e não tem nenhuma sensibilidade a ponto de se achar incomodado com uma simples árvore. Atenciosamente. Claudio Luz (via e-mail)Árvore fazendinha

Anúncios

4 respostas em “12 de outubro de 2015

  1. Crime ambiental

    Se esse cara faz tudo isso ficam as perguntas:

    Que governo é esse que consente com isso?

    Baseado em que justificativa ele fez isso?

    Que poder é esse que uma moradora de “condomínio” tem?

    E falando em poder público, o que as autoridades fizeram com a “loja de material de construções” a céu a Berto que funciona ai lado da piscina do iate clube. Aliás iate clube que tem piscina que avança sobre o mar.

    Flanelinhas vendem o espaço publico livremente e ninguém faz nada.

    A globo grava no município e diz estar em outro. Mangaratiba quando não é vista como Angra é vista por ter cidade poluída e prefeito preso. O hotel Portobello fica em “Angra”, mas o Herbert Vianna cantor dos Paralamas do Sucesso caiu de avião e adivinha onde foi?? Em MANGARATIBA! E foi atendido no ” Manga-Dor” (hospital municipal). E assim vai e nada muda.

    Vereadores. Onde estão vocês? Prefeito, onde está você?

    “Autoridades”, onde vocês estão??

    O que está acontecendo???

    Desabafo…

  2. Boa tarde Cláudio, ocorre que só liberamos autorizacão, mediante apresentação de documentação que comprove titularidade do terreno e requerimento assinado pelo proprietário, devido a este fato, fiquei muito preocupado com suas alegações, ocorre que caso a pessoa tenha retirado a árvore em local indevido, o mesmo responderá pelo dano causado. Com relação a árvore retirada, a mesma trata se de um bacuruvu, também conhecido como grapuruvu, bacurubu, ficheira, pataqueira, dependendo da região, a identificação foi feita pelo Engenheiro Florestal da Secretaria de Meio Ambiente, essa árvore NÃO é rara, não está na relação do livro vermelho, que classifica as espécies de acordo com seu risco de extinção, não é uma árvore utilizada economicamente por população tradicional, essa espécie é classificada como espécie pioneira, heliófita, é uma das plantas nativas de mais rápido crescimento, ou seja é uma colonizadora. Outra questão levada em consideração para liberação ou indeferimento de autorização é o local onde indivíduo arbóreo se localiza, que neste caso é uma ÁREA URBANA CONSOLIDADA fora de Área de Preservação Permanente. Só para que conste, não existe nenhuma base legal para justificar o impedimento do corte de uma árvore em Área Urbana Consolidada com as características supramencionadas, porém a Prefeitura exige que o proprietário seja autorizado para tal intervenção, para que todas as variáveis ambientais sejam levadas em conta, considerando a riqueza e diversidade do nosso município. Desconheço que o Sr Plácido seja funcionário da Prefeitura e muito menos de nossa Secretaria, porém também desconheço as particularidades de desse processo, mas amanhã vou verificar se ocorreu algum erro na emissão desta licença. Desde já agradeço pelo seu empenho, preocupação com o Meio Ambiente e me coloco a disposição para quaisquer esclarecimentos (997231418- claudiovmpmaia@hotmail.com)
    Atenciosamente
    Cláudio Maia
    Sub Secretário de Meio Ambiente

    • Sr Cláudio Maia,

      O que a Secretaria de Meio Ambiente tem a dizer a respeito do quadro do Zorra Total que diz que Muriqui é um distrito muito poluído do município de Mangaratiba?

      Obrigado

  3. O que a prefeitura tem a dizer sobre a rede globo?

    Eles utilizam nosso espaço e depois fazem piada…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s