30 de setembro de 2015

Frase do dia

Um governo é bom quando faz felizes os que sob ele vivem e atrai os que vivem longe. (Confúcio)

Eleições

No próximo domingo, dia 4 de outubro, acontecerão em todo o Brasil eleições para conselheiros tutelares, inclusive em Mangaratiba.Tutelar

Minério

A exposição prolongada à poeira de ferro podem causar problemas à saúde e diminuir a resistência do organismo às infecções respiratórias. A poeira contém carbono, manganês, cromo, cobre, níquel, fósforo e silício. A curto prazo, os efeitos são irritar o pulmão e a mucosa da garganta. A longo prazo, os efeitos crônicos da inalação da poeira de ferro podem gerar manchas no tórax dificultando a respiração. Segundo artigo publicado no Jornal de Pneumologia, o pó de ferro quando inalado por longo tempo causa uma lesão mista nos pulmões denominada “siderossilicose”, e há evidências do aumento da incidência de câncer no pulmão e doenças obstrutivas das vias aéreas causadas diretamente por essa exposição.

Minério II

O presidente da Câmara de Itaguaí, vereador Nisan Cesar, enviou ofício ao secretário de Estado de Ambiente e ao Instituto Estadual do Ambiente solicitando providências contra CSN, Vale e MRS Logística. As empresas são responsáveis por grandes áreas no Porto de Itaguaí, onde guardam minério de ferro antes do material ser embarcado. O problema é que, por conta de qualquer vento, os resíduos do material vão direto para as casas das pessoas.

Minério III

Há cerca de dez anos, o ex-vereador Kabeça já se preocupava com o assunto. Ele chegou a sugerir, à época, que o poder público determinasse que os vagões de transporte de minério só pudessem cruzar o município se devidamente cobertos. Com o seu falecimento, o assunto caiu no esquecimento. Seria uma boa hora de os vereadores de Mangaratiba aproveitarem a “onda” vinda de Itaguaí para retomar o tema, já que nossa população, especialmente quem mora às margens da via férrea, está permanentemente exposta à poeira do minério dos trens que cruzam diariamente o município..

Pregando no deserto

O deputado federal José Antonio Reguffe, que foi, proporcionalmente, o mais bem votado do país com 18,95%dos votos válidos no Distrito Federal, estreou na Câmara dos Deputados fazendo barulho. De uma tacada só, abriu mão dos salários extras que os parlamentares recebem (14°e 15° salários); reduziu sua verba de gabinete e o número de assessores de 25 para apenas 9 e tudo em caráter irrevogável (nem se ele quiser poderá voltar atrás). Além disso, reduziu em mais de 80% a cota interna do gabinete, o chamado “cotão”. Os R$ 23.030,00 que teria direito por mês, reduziu para R$ 4.600. Abriu mão também de toda verba indenizatória, de toda cota de passagens aéreas e do auxílio-moradia. Sozinho, vai economizar aos cofres públicos mais de 2,3 milhões de reais nos quatro anos de mandato. Se os outros 512 deputados seguissem o seu exemplo, a economia aos cofres públicos seria superior a R$ 1,2 bilhão. O deputado Reguffe é filho de um oficial de Marinha, falecido. (Fonte: Revista Isto é)

Enquanto isso

Um escândalo bem brasileiro: autoridades federais realizaram 2.206 voos em jatinhos da FAB, muitas vezes sozinhos a bordo, desde janeiro deste ano. O levantamento foi feito com base em planilhas da própria Aeronáutica. Há viagens de “serviço” e viagens “residenciais”. As primeiras muitas vezes ocultam programas particulares dos passageiros. Já as demais explicitam o caráter privado do deslocamento. Figuras que diariamente discursam defendendo cortes de gastos governamentais, como Gilberto Kassab (187 viagens), Eduardo Cunha (110), Aloisio Mercadante (46) e Renan Calheiros (22) estão entre as mais beneficiadas pela mordomia. Nas empresas de táxi aéreo, viagens como essa custam, em média, R$ 80 mil. Tomando por base esse valor, os contribuintes já gastaram R$ 176,4 milhões este ano. Entre comandantes da FAB que pilotam os aviões o clima é de constrangimento, diante de tamanho e tão imoral desperdício. (Jornal da Band)

A fonte secou

Em 2016 não haverá dinheiro suficiente para manter importantes serviços gratuitos de saúde no país: o programa Farmácia Popular e os procedimentos de alta e média complexidades. O Ministério da Saúde vai acabar, já no início de 2016, com o “Aqui tem Farmácia Popular”, uma parceria com grandes redes de drogarias, que oferece descontos de até 90% em remédios. Além disso, avisou que, no último trimestre do ano que vem, não terá mais dinheiro para fazer repasses a estados e municípios. Na prática, a União terá verbas para repassar às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e ao Serviço Móvel de Urgência (Samu) somente até setembro. O corte de R$ 3,8 bilhões afetará ainda cirurgias eletivas, internações, hemodiálises em centros médicos conveniados ao Serviço Único de Saúde (SUS), hospitais universitários e unidades da Santa Casa. No caso do Farmácia Popular, apenas as 460 unidades próprias do governo, que distribuem remédios de graça, serão mantidas. Neste caso, o corte será de R$578 milhões. O programa foi criado em 2006 para a compra de remédios contra colesterol, Parkinson, diabetes, glaucoma e osteoporose, além de anticoncepcional. O corte do governo federal se materializou na proposta de Orçamento enviada ao Congresso Nacional. Mas o Executivo aposta em emendas parlamentares para tentar recompor, em parte, o rombo na Saúde. A ideia é pretende pressionar os parlamentares a aprovar a medida que destinaria ao setor recursos oriundos do DPVAT (reservados para pagar indenizações em casos de acidentes de trânsito). Por enquanto, foram preservados os gastos com a compra de vacinas e medicamentos. Até 2015, o total destinado à Saúde era equivalente ao que foi desembolsado no ano anterior, mais a variação do Produto Interno Bruto, isto é, R$ 103,7 bilhões. Agora, o governo terá de reservar 13,5% das receitas correntes líquidas, ou seja, R$ 100,2 bilhões. (Fonte: Jornal Extra)

Quem fala a verdade

A presidente Dilma Rousseff demitiu ontem o ministro da Saúde, Arthur Chioro, filiado ao PT e indicado ao cargo pelo prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, um dos principais amigos do ex-presidente Lula. Irritada com uma entrevista na qual Chioro diz que o atendimento à Saúde “caminha para um colapso” por falta de recursos, Dilma demitiu o petista por telefone na manhã dessa terça, numa conversa breve e fria, segundo os jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. A decisão tem a finalidade de abrir mais espaço para afagar o PMDB e manter as bancadas do partido tuteladas no momento em que os pedidos de impeachment começam a tramitar na Câmara dos Deputados. (Fonte: Revista Veja)

Anúncios

Uma resposta em “30 de setembro de 2015

  1. Boa noite! Acerca da questão do minério, nós já temos a Lei Municipal de n.º 859/2013, a qual estabelece a obrigatoriedade de proteção das cargas transportadas em vagões ferroviários abertos de minério de ferro, que trafegarem dentro da área geográfica pertencente ao Município de Mangaratiba, sendo obrigatória a utilização de lonas como forma de proteção que impeça o derramamento do material transportado ou a dispersão de partículas na atmosfera. O seu descumprimento importa no pagamento de uma multa de 500 UFIR- RJ por vagão irregular. Havendo reincidência, a pena será aplicada em dobro! Porém, tenho visto os vagões trafegarem descobertos pela via férrea num flagrante desrespeito ao meio ambiente e à saúde humana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s