02 de setembro de 2015

Frase do dia

Quem não lê, não pensa, e quem não pensa será para sempre um servo. (Paulo Francis)

Insurreição

Amigos. Acabei de estar com os familiares da Babi e soube que é de vontade dela a manifestação! Quero deixar claro que não se trata de política, mas de reivindicação de melhorias para o nosso município apenas. Soube também que as pessoas que estão coordenando o link Mangaratiba abre o verbo as excluiram e estão atuando com estapafúrdia! Um absurdo! Babi Mello é a comandante e não tem intenção política alguma sobre o evento! Deixo isso muito claro! Pois nesse momento estou denunciando o ato ilícito ao quais eles estão tratando o caso sem consentimento da idealizadora. Mas mesmo de cima da cama da Cemeru ela está ciente do que está acontecendo e é de sua vontade que haja o evento democrático, sem fins políticos, para a melhoria do nosso tão amado município de Mangaratiba! (Muriqui Waguinho)

O que é prioridade?

Salário com o reajuste no bolso do servidor ou obras? Pagamento das dívidas ou obras de maquiagem? Materiais e manutenção das escolas ou pagamento de resíduos dos amigos? Bom atendimento na Saúde ou cargos de confiança para virarem votos de cabrestos? Eleição chegando, não é? Diz a capa do diário oficial de número 535: “Prefeitura recupera rua em Muriqui esquecida há anos pelo poder público. O local estava intransitável desde 2011. Secretaria de Serviços Públicos realiza reforma de todo o calçamento com recursos próprios.” Recursos próprios? Não estava sem dinheiro? Cadê o dinheiro do Previ? Cadê o pagamento da data-base? (Elizabeth Antunes)

Certíssimo

Anuncia um internauta em rede social: “Galera, estão multado os carro com som aberto, e carros estacionados nas calçadas e etc, chegou multa de som automotivo para mim, no valor de 560 reais e de estacionar também. Fora os pontos da CNH que vou perder. Todas frente ao adrenalinas, então fiquem ligados pois estão multando sem pena em Mangaratiba.” (Anônimo)

Aplausos

O secretário de ordem pública convoca a população para uma verdadeira “cruzada” contra os paredões de som que tanto nos atazanam no verão. Diz ele: “Bom dia a todos. Gostaria de solicitar a colaboração dos moradores de Mangaratiba para anotar a placa, horário, modelo do veículo e local dos veículos com som automotivo que encontram-se perturbando o sossego público, pois irei enviar uma equipe ao local para verificar a veracidade dos fatos e o mesmo será autuado no artigo 229 do CTB: Usar indevidamente aparelho de alarme ou que produza sons e ruídos que perturbem o sossego público em desacordo com as normas fixadas pelo Contran, multa de R$129,69 multiplicado por 3. Só assim, poderemos viver em uma cidade com Ordem Pública.” (Vitor de Carvalho Santos)

E vamos juntos

O blog sugere ao secretário que disponibilize um número de telefone para as eventuais denúncias. Alguns moradores que tomaram conhecimento do propósito já querem saber como denunciar e querem divulgar esse caminho entre seus vizinhos.

De volta

A secretaria de Saúde da prefeitura de Mangaratiba reativou na última semana, o serviço de transporte de pacientes que fazem exames e consultas em hospitais fora do município. O serviço havia sido suspenso parcialmente em março pela antiga gestão e estava causando imenso transtorno aos moradores da cidade, uma vez que muitos não têm condições de arcar com as despesas da viagem ou estão impossibilitados fisicamente de se locomoverem em veículos inapropriados. (Fonte: PMM)

Denúncia

Com o subterfúgio de instalar uma subprefeitura em Conceição de Jacareí a Prefeitura alugou 10 lojas de propriedade da Colonizadora Industrial, no Edifício Dourado pelo valor de R$12.000,00 mensais, sendo que no primeiro ano o valor seria rebaixado para R$ 8.000,00 devido a obras que seriam feitas no local. Ocorre que nada foi feito no local nem as obras e muito menos a subprefeitura jogando “ralo abaixo” R$ 80.000,00 de dinheiro que poderia estar sendo utilizado em outras coisas de real interesse da população. E o que é pior, quando vistoriamos o local, que durante a campanha do atual Prefeito foi usado como deposito de material de campanha, em 18/01/2012, flagramos o local abarrotado de faixas, placas, adesivos nas portas e janelas e todo o material de campanha usados, ou seja, o contribuinte de Mangaratiba paga os favores de uma campanha eleitoral. A denuncia foi protocolada em 19/01/2012 no Nucleo de Tutela Coletiva do Ministério Publico em Angra dos Reis, sob o numero 2012.00066.324. Aguardamos providências. (Gustavo Busse, ex-vereador)

A Locanty não morreu

Investigada pelo Ministério Público por denúncias de irregularidades e suspeita de superfaturamento em contrato emergencial firmado com a Prefeitura de Valença, em 2013, a empresa Própria, especializada em coleta de lixo está faturando alto no município de Mangaratiba, onde acabou de ter renovado, sem licitação, um contrato no valor de R$ 21.197.148,24. A renovação se deu em termo aditivo autorizado pelo prefeito Ruy Quintanilha, que assumiu o governo no dia 17 de abril deste ano, após a prisão do prefeito Evandro Bertino Jorge, o Evandro Capixaba, processado por ameaça, fraude em licitação e formação de quadrilha. Em Valença, apesar do mesmo CNPJ, a empresa foi contratada com o nome de Própria Comércio e Serviços, recebendo cerca de R$ 750 mil mensais e, agora denominada Própria Ambiental, vai faturar R$1.766.429,02 por mês em Mangaratiba. (Fonte: Elizeu Pires)

Filme em reprise

Após um ano de constantes atrasos no pagamento dos funcionários, o Ministério Público estadual moveu uma ação civil pública contra o prefeito de São João de Meriti, Sandro Matos, por improbidade administrativa e dano aos cofres públicos. Também são réus da ação o irmão do prefeito, Gilvandro Matos Pereira, ex-secretário de Governo; o braço direito de Matos, Sérgio Lopes Jund Filho, que já foi chefe de gabinete e secretário de Fazenda; Luciano José Lopes Rolim, atual secretário de Fazenda; e Jorge Paulo Magdaleno Filho, diretor do Meriti Previ. Servidores da Secretaria de Saúde afirmam que ainda não receberam o pagamento de julho. Na Secretaria de Administração, servidores estão desde maio sem dinheiro na conta. Na Secretaria municipal de Obras e no Meriti Previ, a confusão é ainda maior. Alguns trabalhadores estão com os salários em dia e outros não recebem desde junho. Os réus foram notificados sobre a ação e têm 15 dias para se manifestarem, a contar da última sexta-feira. Se forem condenados, podem perder a função pública, ter os direitos políticos suspensos ou ter que devolver a quantia equivalente ao dano nos cofres municipais. (Fonte: Jornal Extra)

A propósito

Aqui em Mangaratiba, alguns servidores da educação receberam seus salários de agosto na tarde da última segunda-feira. Correram boatos de que outros receberiam ontem, no entanto, até o final do dia, a maioria dos servidores continuava com suas contas-correntes “zeradas”.

Caixa eletrônico

Na madrugada do último domingo, um caixa eletrônico que fica no bairro do Brisamar em Itaguaí foi explodido. O caixa ficava no posto de gasolina “Costa Verde”, na Rodovia da  Rio-Santos no sentido Mangaratiba, parada dos ônibus que seguem para Angra e Paraty. A Policia Rodoviária Federal esteve no local e o cenário era de total destruição. De acordo com um dos funcionários do posto de gasolina, o estabelecimento não funciona 24h e o posto é fechado às 23h. (Fonte: Jornal Atual)

Peixe grande

O juiz federal Sérgio Moro disse que a delação premiada é ‘o caminho possível para se pegar o grande chefe da organização criminosa’. Ele assinala que ‘uma das formas históricas de se obter informação de dentro da organização é pegar um membro do grupo criminoso e faze-lo voltar-se contra os seus pares’. No sábado, 29, em São Paulo, Moro defendeu enfaticamente a colaboração premiada durante palestra para um numeroso grupo de advogados – profissionais que, em quase sua totalidade, repudiam o mecanismo. Sérgio Moro conduz as ações penais da Lava Jato, investigação que desvendou esquema de corrupção, cartel de empreiteiras e propinas na Petrobrás, entre 2004 e 2014. A Lava Jato colocou no banco dos réus quadros importantes do PT, inclusive seu ex-tesoureiro, João Vaccari Neto, e seu ex-presidente, José Dirceu, ex-ministro-chefe da Casa Civil. Até aqui, cerca de 30 alvos da Lava Jato escolheram o caminho da delação para se livrar da prisão e obter outros benefícios. A força-tarefa da Lava Jato atribui a José Dirceu o papel de ‘instituidor’ do esquema na estatal petrolífera, mas não descarta a possibilidade de chegar a nomes mais altos. “Você utilizar um criminoso contra os seus pares é uma técnica de investigação. Existem problemas, sim, mas é uma técnica de investigação que segue um critério puramente pragmático.” Para Moro, o delator pode abrir a ‘redoma de segredos’ de uma organização. “Muitas vezes, a única pessoa que pode revelar os crimes são os próprios criminosos. Os crimes, normalmente, não são cometidos em conventos, você não pode chamar a freira para depor como testemunha, e nem são cometidos no céu, você não pode chamar os anjos. Então, vocês vão chamar criminosos para testemunhar contra seus pares. Se esse é o meio necessário para se pegar o grande chefe, se é necessário fazer um acordo, então esse é um caminho possível de ser percorrido.” O juiz da Lava Jato ressalvou que ‘existe uma série de cautelas a serem adotadas’. “A primeira delas, a primeira regra na colaboração é: nunca confie num criminoso. Não é pelo fato de ele resolver colaborar que ele se torna pessoa absolutamente confiável. É uma regra importante na colaboração premiada. Tudo o que o colaborador disser precisa encontrar prova de corroboração.” “Como aceitar apenas a palavra de um criminoso?”, prosseguiu o juiz da Lava Jato. É preciso cautela máxima. Apesar de ser importante, apesar de muitas vezes ser o único meio para abrir essa redoma de segredos precisa haver prova de corroboração, tudo tem que ser checado.” (Fonte: Agência Estado)

Anúncios

6 respostas em “02 de setembro de 2015

  1. Bom dia!

    Não estou gostando desse governo de “6 por meia dúzia” mas atos como do Secretário de Ordem Pública tem que ser elogiados!

    Parabéns Sr Vitor! Vamos acabar com os carros de som! Estamos juntos nessa!

    Como já disse o blog, envie o número do telefone para denúncia.

    Pessoal, atos como este merecem nossa ajuda.

  2. Começam a esquentar a discussões eleitorais e alguns nomes sumidos começam a reaparecer. Simões, Busse, Jose Carlos Costa. E quem for ler esse comentário guarde, provavelmente são nomes que vão acompanhar a Andréia do Charlinho, que provavelmente terá ainda o vereador André Banana entre seus aliados, até podendo ser o vice. Grupo forte, chapa quente.

  3. Queria deixar a minha indignação quanto ao que vem acontecendo na secretaria de segurança. Segundo informações parece que já começou a campanha política, funciona da seguinte forma : o secretário chama no gabinete o agente patrimonial (cargo comissionado ) com uma suposta carta de demissão. Faz a seguinte pergunta : e agora? O q eu faço? Após essa pressão psicológica, rasga a “carta de demissão ” (quem já trabalhou como contratado sabe que não existe ) e diz: fica tranquilo, vc é meu! E está garantido mais um voto!

    Se como secretário faz isso, imagine assumindo a câmara! Não é a toa que já vai para terceira tentativa na campanha para vereador! Só quem for maluco vota!

  4. Professor tenha coragem e humildade de reconhecer que errou na publicação sobre os proprietários da empresa Braso Lisboa pois o Constantino não é mas proprietariado desde de 1987 e o Jaco barata é sócio mas minoritário, se você quiser eu lhe passo o nome do proprietário atual mas não escreva coisas que você não sabe, trabalho nesta empresa a 20 anos.

    • O blog efetivamente errou, ao atribuir a propriedade da empresa Braso Lisboa à trinca Jacob Barata, Constatino e Zé do pau, que domina o transporte público de passageiros no Rio de Janeiro há décadas. Na verdade, a Braso Lisboa pertence exclusivamente à família Barata. Em consulta à Junta Comercial, constatou-se o que se segue: “JACOB & DANIEL PARTICIPAÇÕES S/A CNPJ/MF 07.161.900/0001-60 – NIRE 33300275070 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA. Data: 26/05/11, as 10 hs. Local: Sede Social, situada na Av. Brasil, 8.255 – parte, Ramos, RJ. Presença: Acionistas representando a totalidade do capital Social, conforme Livro de Presença de Acionistas. Mesa Diretora: Presidente: Jacob Barata; Secretário: Antônio Pádua Arantes. Convocação dos Acionistas: Aviso de Convocação entregue pessoalmente a cada acionista. Documentos da Administração: As demonstrações financeiras e o Relatório da Diretoria, relativos ao exercício findo em 31/12/10, foram publicados nos jornais Diário Comercial e DOERJ em 24/05/11. Deliberações: Após discussão e votação, abstendo-se de votar os legalmente impedidos, foram tomadas as seguintes deliberações, por unanimidade: a) Aprovadas as demonstrações financeiras e o relatório da diretoria relativa ao exercício findo em 31/12/10. b) Deixou-se de distribuir dividendos, ficando o lucro líquido do exercício encerrado em conta própria no patrimônio líquido para futuras destinações; c) Deixou-se de eleger membros do Conselho Fiscal, por não ser permanente e não haver pedido para instalação do mesmo; d) Foram reeleitos os seguintes membros da Diretoria para o período de 2011/2014, a saber: Diretor Presidente: Jacob Barata; Diretor Vice-Presidente: Jacob Barata Filho; Diretor Administrativo: David Ferreira Barata; Diretora Financeira: Rosane Ferreira Barata e Diretora Executiva: Renata Villas Boas Barata de Freitas; os quais, presentes, declaram-se desimpedidos para o exercício das atividades mercantis, com mandato vigente até a publicação da AGO a realizar-se em 2014. Quanto aos honorários, deliberou-se que nada receberão, face já receberem honorários através de outras empresas do grupo; e) Esclarecimentos: Tendo em vista a necessidade de informações da Sociedade, é ratificada neste ato a atual posição acionária, conforme demonstração abaixo: Acionistas Ações Possuídas % Participação Total em R$ Jacob Barata 50.000 50 10.000.000,00 Daniel Ferreira Barata 50.000 50 10.000.000,00 Total 100.000 100 20.000.000,00 Encerramento: Lavrada e lida a presente, sendo a mesma cópia fiel da lavratura original efetuada no Livro de Atas de Assembleias Gerais, e nada mais havendo a tratar, lavrada e lida, foi a presente ata aprovada por unanimidade e assinada pelos acionistas e pelo Sr. Jacob Barata. RJ, 26/05/11. Jacob Barata – Presidente; Antônio Pádua Arantes – Secretário. Jucerja Reg. 00002207728, em 12/07/11.

  5. Ai anônimo! tu trabalha há 20 anos em uma empresa e não sabe quem é o patrão? Esta foi de lascar, sai de fininho e some ESSSPERTO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s