16 de agosto de 2015

Frase do dia         

Cuidado com a língua, o Brasil só tem um Exército e qualquer grupo armado terá de enfrentá-lo. (General Gilberto Pimentel)

Na avenida

De repende, quem sabe, Mangaratiba sairá das páginas policiais e voltará a brilhar em outras áreas. Acontece que, na disputa do samba-enredo da Mocidade Independente de Padre Miguel para o carnaval de 2016, estão na disputa dois compositores de Muriqui, o Tio Robson e o Beto Guerreiro, moradores antigos do distrito e compositores de diversos blocos, como Banda do Banana e Bloco da Galinha; inclusive já ganharam samba no bloco Serrado em Itacuruca. Segundo quem conhece do “métier”, eles têm reais possibilidades de emplacar essa. Quando possível, publicaremos a letra do samba.

A bravata

O presidente da Central Única dos Trabalhadores, Vagner Freitas, defendeu na última quinta-feira a presidente Dilma Rousseff  e pediu aos movimentos sociais a ida à “rua entrincheirados, com armas na mão, se tentarem derrubar a presidente”. Durante o evento “Diálogo com Movimentos Sociais”, Freitas afirmou ainda que se houver “qualquer tentativa de atentado à democracia, à senhora, ou ao presidente Lula nós seremos um exército”.

A resposta

É bom lembrar que o Brasil só tem um Exército, que dispõe legalmente do monopólio da força, em defesa do Estado Brasileiro. Qualquer outro grupo armado que venha às ruas terá que enfrentá-lo. Cuidado com a língua e com as ameaças, Vagner Freitas. Você terá oportunidade de esclarecer em juízo o verdadeiro sentido de suas palavras, na ação que será movida a esse respeito. (Gen Gilberto Rodrigues Pimentel, Presidente do Clube Militar).

Atrasado

Ontem o ex-presidente Lula fez um palestra em Brasília com 12 anos de atraso: sobre educação. Falou que os filhos dos pobres e os filhos dos ricosdeveriam ter escolas iguais; que filhos dos parlamentares devem estudar na escola pública; que não investir em educação provoca um custo da omissão; que educação não é gasto, é investimento; e que é preciso federalizar a educação, usando claro o eufemismo de pacto federativo. Pena que ele não tenha aceito nenhuma destas idéias em 2003 e demitido o ministro que tentava convencê-lo disto; que tenha demorado tanto para dizer e não tenha parecido realmente convencido; e pena também que a presidente Dilma não estivesse na palestra. (Cristóvam Buarque)

Milho de pipoca

Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser. Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos. Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também. Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que está sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: bum! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado. Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém. (Extraído do livro “O amor que acende a lua” de Rubem Alves)

Anúncios

4 respostas em “16 de agosto de 2015

  1. MANGARATIBA

    SERVIDORES INFORMAM QUE O ATUAL SECRETÁRIO DE SEGURANÇA ANDERSON QUADROS ESTÁ COAGINDO OS MESMOS A MUDAREM O TÍTULO DE ELEITOR PARA MANGARATIBA. CADÊ O MP???? ACORDA MANGARATIBA ACORDA SERVIDORES

    • ó tem funcionário cagão nessa prefeitura, nunca vi igual. amanhã a educação vai fazer paralisação as outras secretarias tinham que se juntar a ela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s