22 de junho de 2015

Frase do dia

Não existem ateus, numa pane de avião. (Anônimo)

Importante

Bruno Olivieri, de Muriqui e filho da Márcia Maralhas estava desaparecido desde a noite de sábado, quando foi a uma “rave” em Seropédica. A família angustiada, pediu, durante todo o domingo, que quem tivesse alguma informação sobre seu paradeiro entrasse em contato. Infelizmente, por volta da meia noite, seu corpo foi encontrado em uma rua localizada atrás do supermercados Extra de Santa Cruz. Ainda não foi confirmado o local exato e nem a causa da morte do rapaz que era muito querido e tinha vários amigos.

Utilidade pública

Pelo menos dois casos de necessidade de intervenção  da estrutura da saúde municipal geraram reclamações no distrito neste último final de semana. O primeiro, uma moradora que encontrou o cunhado desmaiado em casa e não tinha como pedir uma ambulância. O segundo, a necessidade de socorro para um gari que caiu do caminhão de lixo nas proximidades do hotel Palace e ficou estendido no chão por mais de meia hora, mesmo estando a menos de trezentos metros do posto de saúde provisório. Foi para casos assim que ontem o blog publicou o telefone do SAMU – Mangaratiba, que atende 24 horas e o repetimos: (21)3789-2642.

A propósito

O cunhado da moradora foi socorrido pela equipe de plantão no posto de saúde em menos de cinco minutos, depois que receberam o comunicado, e encaminhado ao HMVSB na ambulância do SAMU, devido à necessidade de ser acompanhado por um médico. Aliás, em situações como essa, a primeira grande dificuldade para o atendimento emergencial é justamente a comunicação, vez que não existe telefone no PS. É sabido que instalar telefones fixos no distrito é praticamente impossível. No posto antigo existia, pelo menos, um orelhão na sala de espera. Então, como sugestão, porque não disponibilizar um celular (de preferência sem acesso a internet ou whatsapp e quetais) que ficaria em poder do responsável pelo plantão e seu número divulgado à população? Mesmo precária, pode ser uma solução.

Transparência

A propósito do diálogo entre mãe e seu filho pequeno, publicado aqui na terça-feira passada a respeito da refeição do dia na escolinha Cecília Ferraz, a Leila Castro encaminhou a seguinte explicação ao blog e aos leitores: “Existe um cardápio nas escolas em que também se consome ovo, porém não da forma como foi descrito. Se tiver tempo, nesta semana vou publicar o cardápio para que os pais acompanhem. Pode ser que mudem alguns dias, como servir antes ou depois do dia indicado por motivos diversos. Mas, o que quero deixar claro é que provavelmente o “ovo” foi na segunda, dia em que se torna muito complicado o descongelamento de carnes por conta do fim de semana, porém é servido da forma que chamamos de “mexido”, com farofa de cenoura ou beterraba, algum legume também pode ser acrescentado ao “mexido”. Vale lembrar que o ovo substitui em nutrientes uma porção de carnes. Talvez para nós, não seja algo tão saboroso, mas convém lembrar que crianças, não utilizam garfos e facas e refeições devem conter nutrientes para atingirem o objetivo de suprir carências nas refeições fora da escola. Mas, para título de esclarecimento, estamos revendo o cardápio para que possamos melhorar o quesito aceitabilidade e nesse caso, a moela e o fígado, que devem ser servidos, é o que tem mais rejeição por parte de nossas crianças. Por incrível que pareça, a refeição do “ovo” é uma que é bem aceita na forma em que é apresentada.”

Transparência II

O Cláudio Vinícius Maia, também conhecido como Claudinho Faveco, e que integra a equipe da secretaria do meio ambiente, divulgou maiores informações a respeito do vazamento de óleo no rio Itingussú. “Continuamos acompanhando o desastre ambiental em Mangaratiba. Hoje sobrevoamos a área atingida e realizamos vistoria no mar. Felizmente o vazamento diminuiu, as medidas de contenção começam a dar resultado, porém os impactos ao meio ambiente são desastrosos. Foram identificadas diversas manchas de óleo no ecossistema marinho, o solo continua muito contaminado, mas o que mais nos preocupa é o manguezal de Itacuruçá, pois este ecossistema desempenha importante papel como exportador de matéria orgânica para o estuário, contribuindo para produtividade primária na zona costeira. É no mangue que peixes, moluscos e crustáceos encontram as condições ideais para produção, berçário, criadouro e abrigo para várias espécies de fauna aquática e terrestre, de valor ecológico e econômico. Continuaremos atualizando as informações.”

Arapuca

O governo Dilma soube, com antecedência, dos planos do governo venezuelano de destacar um grupo de militares à paisana, passando por manifestantes, para hostilizar os senadores que foram a Caracas visitar presos políticos. Também a embaixada brasileira demonstrou saber da operação de intimidação: diplomatas tinham ordem para não acompanhar os senadores na van que seria alvo dos milicianos. O embaixador brasileiro Ruy Pereira entrou no avião dos senadores antes que desembarcassem, cumprimentou-os e “vazou”. Os pilotos da FAB que conduziram os senadores foram avisados pelas autoridades venezuelanas para preparar o voo de volta imediatamente. Após o desembarque dos senadores em Caracas, os pilotos da FAB foram de novo abordados e aconselhados a “nem almoçar” na cidade. (Fonte: Claudio Humberto)

Arapuca II

De volta ao Brasil, após integrar a comitiva de senadores que sofreu um cerco de simpatizantes do regime de Nicolás Maduro, o senador Ronaldo Caiado publicou a seguinte nota nas redes sociais: “Aterrissamos em Brasília. E a primeira informação que recebo do deputado Raul Jungmann é que Dilma Rousseff ordenou que o Itamaraty não nos desse suporte. O embaixador não nos acompanhou por ordem de Dilma Rousseff. Foi o próprio Itamaraty que confirmou a informação em reunião com os deputados. Dilma acha que é Rainha? Que pode mandar arbitrariamente? Ela nos jogou numa armadilha, colocou em risco nossa integridade física. Vamos propor uma série de ações contra a Venezuela. Começando por um Projeto de Decreto Legislativo sustando todos os acordos com o país. Vamos também denunciar Dilma por armar isso, ela é partícipe dessa trama sórdida. Colocou em risco a vida de oito senadores da República. Vamos trabalhar também para tornar “persona non grata” toda autoridade do Governo da Venezuela. Vamos usar o princípio da reciprocidade. (Ronaldo Caiado – senador)

Anúncios

2 respostas em “22 de junho de 2015

  1. Em alguns momentos sinto vergonha de nossos políticos, que se fazem de mortos, não comentam e nem mesmo se fazem presentes em qualquer evento que possa haver algum comentário a respeito do desrespeito como nossos senadores foram recebido na Venezuela. Espero que outras autoridades se juntem a estes senadores e, sem medo de retaliações, tome todas as medidas para que este infortúnio seja reparado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s