02 de junho de 2015

Frase do dia

Todos os dias, a vida nos apresenta uma nova oportunidade de aprender. Aprendemos com nossos acertos, com nossos erros. Com os acertos dos outros, com os erros dos outros. (Anônimo)

Cartas na mesa

Resposta do prefeito em exercício a respeito do estado de conservação do hospital municipal, cujas imagens divulgadas em redes sociais mostram azulejos despencados e paredes mofadas em salas onde deveriam haver absoluta higiene. “Esse não é o único banheiro nem o único cômodo do HMVSB nesse estado! Resquício da reforma feita em 2004! A maioria dos azulejos colocados naquela época está soltando! Mas existem problemas piores que esse! Já conheço todos! O secretario de obras está planilhando para uma ação que além de reforma, construiremos a emergência pediátrica, trocaremos o laboratório de lugar e reformaremos a cozinha, de acordo com a solicitação da vigilância sanitária.” (Ruy Tavares Quintanilha)

Alô prefeito

Na nova programação da Rádio Muriqui (http://www.radiomuriqui.com/), de segunda a sexta-feira a partir do meio dia, o programa passou a contar, desde ontem com um novo canal de comunicação direto entre os moradores e o poder público. Envie sua pergunta pelo whatsapp número 974477356 que ela será encaminhada diretamente ao prefeito e respondida no ar.

Será hoje?

Corre, nas redes sociais que hoje acontecerá a posse do vereador Edu Jordão como secretário de Assistência Social e Direitos Humanos do município, com a consequente ascensão do ex-vereador e primeiro suplente da coligação do PSD Marquinho da Ilha ao cargo de vereador.

Cobrança

Os servidores municipais, aposentados e pensionistas estão cobrando do poder público o cumprimento da lei de número 913, de 27 de março de 2014 que estabeleceu o mês de maio como a data-base para o reajuste de salários, proventos e pensões. No ano passado o reajuste foi de 3,5%. Para este ano, a lei prevê que seja igual ao índice da inflação definido pelo Banco Central. No entanto, o mês de maio terminou anteontem e não houve nenhuma manifestação do poder público a respeito.

Capitão américa

É real o risco de que as investigações dos Estados Unidos sobre a Petrobrás sejam objeto de aplicação extraterritorial da legislação americana, do mesmo modo que aconteceu com o processo que investiga casos de corrupção na Fifa. Nos processos americanos, a Petrobrás é ré, não vítima. Ex-integrantes da direção e do Conselho de Administração da estatal podem ser responsabilizados. Nas investigações brasileiras, a Petrobrás é retratada como vítima de corruptos e corruptores. Nos EUA, a empresa é acusada de prejudicar acionistas minoritários. Houve lesão a esse grupo de acionistas também no Brasil, mas a nossa Comissão de Valores Mobiliários age como se não tivesse acontecido praticamente nada. Os Estados Unidos têm aumentado a sua ação extraterritorial em investigações criminais. As ações são baseadas em acordos bilaterais como o que existe com a Suíça, onde foram presos os dirigentes da Fifa. O imenso poder político e militar leva o país a agir de forma extraterritorial também dos pontos de vista jurídico e policial. No caso Fifa, argumenta-se que as empresas americanas pagaram propina a dirigentes da entidade, o que justificaria a investigação. No caso da Petrobras, há investigação do Departamento de Justiça e outra da SEC, que é a Comissão de Valores Mobiliários americana. Há uma série de ações na Justiça americana que acusam a Petrobras de lesar acionistas minoritários devido às descobertas da Operação Lava Jato. Nesses processos, há ex-executivos acusados. E não está descartada a hipótese de que ex-integrantes do Conselho de Administração da estatal possam ser responsabilizados. Portanto, a Petrobras pode ser objeto de aplicação extraterritorial da legislação dos EUA. A estatal brasileira precisa se acautelar e se preparar para os desdobramentos das investigações americanas. Medidas recentes, como maquiagem do balanço do primeiro trimestre deste ano para aumentar ainda mais o lucro, não são bem-vindas e podem continuar a complicar a vida da estatal nos Estados Unidos. (Kennedy Alencar – rádio CBN)

Ladino

Diz-se, em política, que “ladino” é o sujeito que é capaz de “ladear a verdade” sem chegar a mentir. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, O vice presidente Michel Temer disse que os problemas começaram somente no final do primeiro mandato de Dilma Rousseff, mas só vieram à luz depois que tomaram posse. Isso significa que não houve uma falsidade durante as eleições. Em defesa do governo, Temer afirmou que, mesmo com as dificuldades, os programas sociais, como o Fundo de Financiamento Estudantil, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego e o Minha Casa, Minha Vida, não foram cortados, mas passam por uma “mudança de rumo”. (Fonte: Terra. Com.br)

Fundo do poço

A série histórica de pesquisas do instituto GPP na cidade do Rio de Janeiro mostra como a imagem da presidente Dilma Rousseff derreteu desde 2011, seu primeiro ano à frente do governo brasileiro. Em dezembro de 2011, 10% dos eleitores cariocas classificavam o governo Dilma como ruim ou péssimo. Em novembro de 2013, logo depois das manifestações que tomaram as ruas do país, esse índice saltou para 27%. E neste mês, a reprovação chegou ao auge na capital fluminense: 71% dos entrevistados dizem que a gestão da petista é ruim ou péssima. Enquanto a avaliação negativa não para de subir, a positiva só faz despencar. Em dezembro de 2011, 57% dos cariocas classificavam o governo Dilma como ótimo ou bom. Hoje, essa taxa desabou para 7% dos entrevistados. Na eleição do ano passado, Dilma superou o senador tucano Aécio Neves (MG) por 50 mil votos na cidade do Rio, uma margem de menos de dois pontos porcentuais. (Fonte: Revista Época)

Anúncios

3 respostas em “02 de junho de 2015

  1. Ladino

    O mentiroso continua, em entrevistas no início deste ano, o sr Temer afirmou que os cortes nas áreas sociais, já haviam sido discutidas em julho/2014.

    Não tem jeit, são todos diplomados por pinóquio.

  2. Marquinho da Ilha como vereador???

    Pelo visto não mudou nada em Mangaratiba.

    Só tenho a lamentar por esse povo sofrido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s