17 de abril de 2015

Frase do dia

Se alguma coisa pode dar errado, dará. E mais, dará errado da pior maneira, no pior momento e de modo que cause o maior dano possível. (Lei de Murphy)

O barraco desabou (notícia urgente)

Corre nas redes sociais que o prefeito Capixaba e seu secretário de segurança teriam sido presos na manhã de hoje, logo às seis da manhã. A confirmar.

Atualização às 08:15

A revista Rota Verde confirma: “Acaba de ser preso em sua casa na ilha Jardim o Prefeito Evandro Capixaba. O Capitão Sidney, secretário de segurança, foi preso em um condomínio de luxo na Barra. A polícia tenta localizar o ex secretário de comunicação Roberto Santos.”

Atualização às 08:24

O GAECO, Grupo de Atenção Especial e Combate ao Crime Organizado, está hoje em Mangaratiba realizando operação de prisões determinadas pela justiça.

Atualização às 16:30

O decreto de prisão do prefeito Capixaba também incluiu seu afastamento da prefeitura. Assim sendo, seguindo determinação do TJRJ, o presidente da câmara Vitor tenório deu posse, hoje à tarde, ao vice-prefeito Dr. Rui no cargo de prefeito.

O barraco desabou

As férias de todos os servidores da prefeitura estão suspensas. Todos os contratados podem ser exonerados ainda antes do final do mês, isso pra ver se será possível pagar os salários dos efetivos no fim de abril. Claro que os exonerados não receberão nada dos seus direitos e entrarão na “longa espera do pagamento dos resíduos”.

O barraco desabou II

O desmonte da saúde municipal, que começou por Conceição de Jacareí, vai atingir todos os distritos. Com exceção da UBS de Muriqui, todos os demais postos de saúde, a partir de domingo, deixarão de ser de ser 24 horas, passando a funcionar das oito às dezessete horas. Também não haverá ambulância nem atendimento emergencial de plantão fora do expediente.  Aliás, no posto de saúde de Itacuruçá cerca de trinta funcionários foram afastados. A partir de domingo não mais teremos atendimentos emergenciais no distrito. Até os motoristas de ambulâncias foram devolvidos para a secretaria de transportes. O Posto de Saúde de Itacuruçá se transformará em atendimento ambulatorial, a partir de segunda-feira. Qualquer emergência maior só na UBS de Muriqui.

Como será?

Na madrugada de terça para quarta-feira, uma criança oriunda da ilha de Jaguanum foi levada ao posto de saúde com febre acima de 40 graus. Removida pela ambulância para o HMVSB, foi socorrida a tempo. E como será um socorro desse tipo a partir da próxima semana, não havendo atendimento 24 horas no PS e nem ambulância para a remoção? Após esse horário, infartos, acidentes domésticos ou profissionais, bem como qualquer tipo de emergência médica, só será acudida se o indigitado acidentado dispuser de meio de locomoção até Muriqui. E nem de ônibus, já que a Expresso para de circular às onze da noite.

O barraco desabou III

Pelo visto os rumores nas redes sociais se tornarão verdades “nuas e cruas”. Demissões em massa estarão ocorrendo na prefeitura e muitas famílias passarão por situações periclitantes devido à falta de planejamento e uma gestão administrativa desastrosa. Dessa vez há informações do que o ex-prefeito e escritor Emil de Castro foi exonerado das suas funções na prefeitura. Sem falar que a secretária de planejamento jogou a toalha. Pior é que a Secretaria de Turismo, Esporte e Eventos teve uma demissão em massa e só restando os efetivos. Como pode agir assim? Não seria melhor entregar a prefeitura pra quem quer administrar e não achar que a mesma é uma extensão de sua casa. Aliás, não podemos falar de casa porque isso nos afronta e nos deixa cabisbaixo em saber que muitos munícipes nem isso têm enquanto tem gente esnobando e construindo aos quatro cantos da cidade, inclusive ilhas. Se tiver de enxugar a folha de pagamento, porque não começa pelos veranistas que estão no poder e aqueles que só comparecem no protocolo todo mês? Agora cortar na carne dos pais de família e vê-los novamente sofrer por ações inconsequentes e desumanas isso não podemos aceitar. Nos bastidores corre o boato de que uma determinada família “poderosa” terá de passar o resto de sua vida na cidade de Paraty devido às consequências que virão à tona em breve. Muitos já tinham certeza de que isso iria acontecer, pois, nas esquinas da cidade ninguém nunca viu o famoso “trem dos mares” nem a tal da “Estação Hidroviária”. Enfim onde se encontra o cais de Muriqui? Qual o discurso político a ser implantado nos bares da cidade? A cidade urge no desespero de saber que qualquer hora poderá encontrar um papel na entrada da prefeitura dizendo o seguinte: Mudamos. Respeitamos o pleito eleitoral, mas, aonde se encontram os aliados que tanto investiram naquele que se dizia o “maior festeiro” e que acabou com todas as festas da cidade? Daqui a pouco teremos mais uma sessão na Câmara de Vereadores e gostaríamos de ver os vereadores de situação ir à tribuna e dar uma resposta ao povo que os assentaram, provisoriamente, naquelas cadeiras. Do jeito que as coisas andam nada nos surpreenderá acontecer daqui pra frente. Nosso sentimento é de vergonha daqueles que ainda vem nas redes defender o indefensável. (Fonte: Portal Mangaratiba)

O barraco desabou IV

Pois é, minha cunhada está grávida de oito meses e foi ao posto de saúde ali do trevo fazer pré natal, chegando lá foi surpreendida com a notícia que não havia obstetra para atender às pacientes que já estavam agendadas. Simplesmente a atendente do posto mandou que ela voltasse pra casa, e não sabia dizer quando teria obstetra para atendê-la. Esse tal Capixaba está brincando com a vida do povo, e o secretário de saúde também, a alternativa que tivemos foi de optar em levarmos minha cunhada pra cidade de onde viemos (Valença) pra que ela consiga terminar seu acompanhamento lá. Agora só tenho uma pergunta pra esse governante, e as mulheres que não tem outra opção? Vão jogar com a sorte? Correndo o risco de vir a óbito? Se não existem médicos para atender à população, o que o tal secretário de saúde pretende fazer? Não é à toa que a cada dia vem morrendo pessoas nesta cidade, pura negligência desse governo inútil. (De um morador em rede social)

O barraco desabou V

O que restava da secretaria da saúde em Ibucui foi despejado ontem. Funcionários e mesas foram transferidos para a admintração de Itacuruçá, embaixo do viaduto.

O barraco desabou VI

Como dizia o poeta Carlos Drummond de Andrade: “de repente, não mais que, de repente”, vários vereadores passaram a se mostrar “indignados” com a crise na saúde municipal. “Notas oficiais” estão pipocando a partir de todos os gabinetes repudiando o fechamento dos postos de saúde, inclusive do presidente da câmara, vereador Vitor Tenório.

O barraco desabou VII

Como se não bastasse a divulgação nas redes sociais sobre fechamento dos postos de saúde, o vereador Edu Jordão usou da tribuna na última terça-feira pedindo aos nobres colegas que o acompanhasse nesse clamor público sobre o fechamento dos postos de saúde após as 17:00hs. O posto de saúde do Batatal foi o primeiro a ser enquadrado nessa nova gestão de saúde, sendo acompanhado pelo do Ranchito. Há informações que os postos de Itacuruçá, Serra do Piloto e Jacareí também seguirão esse modelo de horário de funcionamento. Quando o vereador José Luiz do Posto pediu explicações sobre o fato de que os postos de saúde estariam abertos sem equipes médicas e profissionais para atender os munícipes após o expediente, durante a noite e nos finais de semana, seus requerimentos foram rejeitados. (De um comentarista em rede social)

O barraco desabou VIII

Não posso entender de qual forma e qual verdadeira motivação para que a saúde de Mangaratiba retroaja no tempo mais de 20 anos. A construção dos Postos de Saúde de Muriqui, Itacuruça, Conceição de Jacarei e do Ranchito foram custeadas pela antiga empresa M.B.R. E, desde então, a prefeitura arca com as despesas de pessoal e material de consumo destas unidades. Com isso já se vão mais de 15 anos. Época em que o orçamento do município era pouco mais de R$50milhões/ano. Como, hoje, com um orçamento em torno de 06 vezes maior, a atual gestão não consegue pagar as mesmas despesas que eram pagas há 15 anos? Como ficam estas famílias agora desempregadas? E o povo? Quando uma pessoa “passar mal” durante a madrugada e não possuir veículo, o que deve fazer? As ambulâncias ficarão a disposição nos postos, mesmos que fechados? Porque somente o Posto de Muriqui ficará aberto 24 horas? As pessoas que moram em Muriqui são melhores que as dos outros distritos? Claro que não! Muitas pessoas morrerão devido à demora no socorro! Quem será responsabilizado civil e criminalmente, caso isso ocorra? (Rui Quintanilha – vice prefeito)

Camisa de onze varas

Tal qual alguém tomado pela “sindrome de Pollyana”, a história da menina que enxergava tudo “cor-de-rosa”, o prefeito Capixaba também se manifestou sobre a questão da crise na saúde do município. “Sei que o momento é difícil, mas não vamos nos deixar abater pela crise. Estamos trabalhando muito e em meio a tantas dificuldades, compartilho com vocês uma ótima notícia. Realizaremos concurso público para o preenchimento imediato de mais de 1.000 vagas na Prefeitura e no Previ Mangaratiba, para carreiras de nível Técnico, Fundamental, Médio e Superior. O projeto básico foi concluído, agora iniciaremos os trâmites para contratação de instituição especializada na organização e realização do concurso. A elaboração do projeto envolveu todas as secretarias, que durante meses realizaram um criterioso levantamento das necessidades. As secretarias de Saúde e de Educação abrirão o maior número de vagas, com a contratação de médicos de diversas especialidades, professores, entre outras funções. Através do concurso, que será realizado ainda no primeiro semestre de 2015, poderemos qualificar ainda mais nosso quadro de servidores e, consequentemente, aprimorar o atendimento à população. Como tenho falando sempre, o momento é de muito trabalho em todas as secretarias, com a certeza de que as adversidades serão superadas. Amamos nossa cidade.” (Evandro Capixaba)

Manifestação

Começa a circular nas redes sociais uma grande articulação para manifestação pública, no próximo dia 20 de abril, segunda-feira, às nove horas da manhã, na praça Robert Simões, centro de Mangaratiba, contra o fechamento dos postos de saúde e/ou redução do horário de atendimento.

Anúncios

6 respostas em “17 de abril de 2015

  1. Brincadeira esse louco falar de trabalho!
    Como pode um Municipio q tinha uma arrecadação de 50milhões e chega na atualidade com 350 milhões e permanece pagando de salario uma ESMOLA ao seu fuciknalismo…Uma vrrhonha!!Carreiras sendo desvalorizadas a cada dia, uma minoria q apenas consegue se beneficiar das coviçadas FG para q possam incorporar em seus salarios…E

  2. Parabéns, Professor Lauro!

    Sua postagem de hoje, refletiu todo nosso penar. E o melhor de tudo…. O prefeito Pollyana, perfeito!
    Mas, com nossa revolta, poderíamos chamá-lo de Nero, pois o louco só falta incendiar Mangaratiba enquanto toca lira.

  3. Amigos!!
    Justiça agindo e os moradores devem ficar atentos, existe um grupelho tentando se aproveitar da situaçao desastrosa de nosso municipio..
    Vamos com coisnciencia as urnas, vamos dizer NÃO ao oportunismo e aos aproveitadores..
    Mangaratiba cançou de pessoas desse nipe..
    Abrasss

    • como é bom ler essa sua última frase…………….

      “BABAOVOS DO CAPETÃO CABOU MOLESA!!!”

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. Falta prender os integrantes da famili…..Cunhado do hospital…Cunhado ..VEREADOR SOBRINHO….IRMÃ PREPOTENTE……..COMPLICADO!!….ESSA GENTE TEM Q IR TB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s